Projeto X: Uma Festa Fora de Controle

março 28, 2012 at 12:45 am 12 comentários

Quando “Projeto X: Uma Festa Fora de Controle”, filme dirigido por Nima Nourizadeh, começa, Thomas (Thomas Mann), Costa (Oliver Cooper) e JB (Jonathan Daniel Brown) estão ansiosos. Afinal, não é para menos. É o dia do aniversário de Thomas, os pais dele estão prestes a viajar, deixando a casa enorme deles à disposição do único filho. O que três mentes juvenis, com os hormônios em alta, vão pensar? Planejar uma festa em comemoração ao aniversário de Thomas. Mas, esta não será qualquer festa. Será a festa mais épica que North Pasadena (onde se passa a ação desse filme) já viu, de forma que eles possam sair da posição de párias no colégio em que estudam para se tornarem membros populares e bem quistos pelos colegas.

Esta história é filmada por um ponto de vista bastante interessante e que lembra muito a linguagem utilizada recentemente no longa “Poder sem Limites”, de Josh Trank. Ou seja, o diretor Nima Nourizadeh utiliza uma câmera que funciona como o ponto de vista de um terceiro personagem sobre todos os acontecimentos que assistimos em tela. Se, em “Poder sem Limites”, a câmera era o melhor amigo de Peter, esse equipamento aqui tem o papel de documentar todo o dia do aniversário de Thomas em um filme que, posteriormente, será presenteado a ele.

Por meio desse recurso linguístico, o diretor Nima Nourizadeh nos permite a aproximação com o mundo desses jovens e com o estado psicológico deles. Neste sentido, é muito importante prestar atenção ao desenho do evento mais importante que acontece neste longa: a festa de aniversário de Thomas, porque ela é o retrato perfeito da evolução destes jovens, no decorrer de “Projeto X: Uma Festa Fora de Controle”. Explico: o evento começa de forma discreta, quase como se fosse ser um fracasso (o que a vida deles, para eles, já é); para ir se revelando, com o tempo, um momento de descobertas e de crescimento de auto estima para Thomas, Costa e JB; ao mesmo tempo em que é um retrato perfeito do caráter inconsequente da juventude, na medida em que eles três vão perdendo o controle daquilo que planejaram.

É justamente quando Thomas, Costa e JB começam a perder o controle do evento que organizaram que “Projeto X: Uma Festa Fora de Controle” passa a apresentar seus maiores problemas. A festa de aniversário de Thomas, realmente, toma proporções épicas e gera reações desproporcionais, quase irreais. A conivência (inclusive dos próprios pais) com os jovens, também, é uma questão muito séria desse filme. Sei que o propósito da obra é mostrar a importância de se aproveitar certos momentos na juventude, mas seria importante mencionar que cometer atos de loucura como esse possuem suas consequências e que não é tão fácil assim sair de encrencas como essa. Neste sentido, além dos pedidos de desculpas aos moradores de North Pasadena, que foram colocados nos letreiros iniciais deste filme, deveria vir a seguinte advertência: aconselhamos aqueles que assistiram a este longa a não tentar fazer isso em suas casas, pois as consequências poderão ser irreversíveis.

Cotação: 4,0

Projeto X: Uma Festa Fora de Controle (Project X, 2012)
Direção: Nima Nourizadeh
Roteiro: Matt Drake e Michael Bacall (com base na história de Michael Bacall)
Elenco: Thomas Mann, Oliver Cooper, Jonathan Daniel Brown, Dax Flame, Kirby Bliss Benton, Brady Hender, Nick Nervies, Alexis Knapp, Miles Teller, Peter Mackenzie

Entry filed under: Cinema.

John Carter: Entre Dois Mundos Anjos da Noite 4: O Despertar

12 Comentários Add your own

  • 1. Luís  |  março 28, 2012 às 3:06 am

    Assim que li notícias sobre esse filme, percebi que tinha algo nele que não me agradava, ainda bem que eu não me esforcei para procurá-lo, acho que vou passar longe mesmo. Até porque ele me lembra “Superbad”, que acho terrível.

    Comecei os posts do Oscar, Kamila, passa lá pra ver.
    😉

    Responder
    • 2. Kamila  |  março 28, 2012 às 12:12 pm

      Luís, eu assisti por curiosidade mesmo. O formato visual dele é bem interessante, mas o roteiro do filme me fez ter esses questionamentos que eu externei em meu texto. Vou lá dar uma olhada! 🙂

      Responder
  • 3. cleber eldridge  |  março 28, 2012 às 3:28 pm

    desconhecia o filme até então, mas irei procurar como passa-tempo.

    Responder
    • 4. Kamila  |  março 28, 2012 às 6:21 pm

      Cleber, passatempo MESMO porque esse filme diverte, mas nada mais que isso.

      Responder
  • 5. Reinaldo Glioche  |  março 28, 2012 às 7:01 pm

    Pois é… coincidência nefasta tanto para ‘Poder sem limites” quanto para “Projeto X” serem lançados tão próximos um do outro. Entendo a sua preocupação pedagógica, mas desconfio que, talvez, ela tenha mesmo passado longeeee das preocupações de Nima Nourizadeh.
    Bjs

    Responder
  • 6. Amanda Aouad  |  março 29, 2012 às 2:21 am

    Você tem toda razão no perigo que é a linguagem politicamente incorreta nesse filme. Porque no final, toda aquela loucura sem limites acaba valendo a pena, nem mesmo a garota ele perdeu, essa poderia ser uma lição de moral, “ficou popular, pegou gatinhas, mas a que importava acabou perdendo por bobagem, já que estava ali”. Mas, nem isso, dá mesmo a impressão que tudo é permitido.

    Agora, o filme realmente acaba funcionando, sendo bem realizado e fazendo sucesso com o público alvo. E era essa a única preocupação de Nima Nourizadeh…

    Responder
    • 7. Kamila  |  março 29, 2012 às 6:48 pm

      Reinaldo, exatamente. E eu entendo. Realmente, o diretor nem deve ter colocado em mente essa preocupação que eu tive. O negócio dele era retratar o lado épico dessa festa. E, nisso, ele foi ótimo. Beijos!

      Amanda, esse negócio da linguagem politicamente incorreta e irresponsável mesmo me incomodou profundamente neste filme. E sei, entendo, realmente a preocupação do diretor era qualquer coisa menos essa…

      Responder
  • 8. estudar e aprender  |  novembro 19, 2017 às 6:30 pm

    Esse filme é fantástico

    Responder
  • 9. como conquistar um homem  |  novembro 19, 2017 às 10:40 pm

    Esse filme é muito divertido, eu gostei dele

    Responder
  • 10. tcc online  |  abril 17, 2018 às 9:40 pm

    Projeto X é muito bom, queria fazer um festa igual o do filme kkkkkk

    Responder
  • 11. Roberta Trindade  |  setembro 24, 2018 às 5:40 pm

    Gostei muito desse filme, o Projeto X foi quase uma inspiração pra eu fazer uma festa também kkkkkkk

    Responder
  • 12. Moveis planejados ABC  |  outubro 2, 2018 às 5:23 pm

    O filme projeto X é bem engraçado, é uma comédia boa que traz muitas risadas.

    Responder

Deixe uma resposta para como conquistar um homem Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 455.552 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: