Projeto X: Uma Festa Fora de Controle

março 28, 2012 at 12:45 am 7 comentários

Quando “Projeto X: Uma Festa Fora de Controle”, filme dirigido por Nima Nourizadeh, começa, Thomas (Thomas Mann), Costa (Oliver Cooper) e JB (Jonathan Daniel Brown) estão ansiosos. Afinal, não é para menos. É o dia do aniversário de Thomas, os pais dele estão prestes a viajar, deixando a casa enorme deles à disposição do único filho. O que três mentes juvenis, com os hormônios em alta, vão pensar? Planejar uma festa em comemoração ao aniversário de Thomas. Mas, esta não será qualquer festa. Será a festa mais épica que North Pasadena (onde se passa a ação desse filme) já viu, de forma que eles possam sair da posição de párias no colégio em que estudam para se tornarem membros populares e bem quistos pelos colegas.

Esta história é filmada por um ponto de vista bastante interessante e que lembra muito a linguagem utilizada recentemente no longa “Poder sem Limites”, de Josh Trank. Ou seja, o diretor Nima Nourizadeh utiliza uma câmera que funciona como o ponto de vista de um terceiro personagem sobre todos os acontecimentos que assistimos em tela. Se, em “Poder sem Limites”, a câmera era o melhor amigo de Peter, esse equipamento aqui tem o papel de documentar todo o dia do aniversário de Thomas em um filme que, posteriormente, será presenteado a ele.

Por meio desse recurso linguístico, o diretor Nima Nourizadeh nos permite a aproximação com o mundo desses jovens e com o estado psicológico deles. Neste sentido, é muito importante prestar atenção ao desenho do evento mais importante que acontece neste longa: a festa de aniversário de Thomas, porque ela é o retrato perfeito da evolução destes jovens, no decorrer de “Projeto X: Uma Festa Fora de Controle”. Explico: o evento começa de forma discreta, quase como se fosse ser um fracasso (o que a vida deles, para eles, já é); para ir se revelando, com o tempo, um momento de descobertas e de crescimento de auto estima para Thomas, Costa e JB; ao mesmo tempo em que é um retrato perfeito do caráter inconsequente da juventude, na medida em que eles três vão perdendo o controle daquilo que planejaram.

É justamente quando Thomas, Costa e JB começam a perder o controle do evento que organizaram que “Projeto X: Uma Festa Fora de Controle” passa a apresentar seus maiores problemas. A festa de aniversário de Thomas, realmente, toma proporções épicas e gera reações desproporcionais, quase irreais. A conivência (inclusive dos próprios pais) com os jovens, também, é uma questão muito séria desse filme. Sei que o propósito da obra é mostrar a importância de se aproveitar certos momentos na juventude, mas seria importante mencionar que cometer atos de loucura como esse possuem suas consequências e que não é tão fácil assim sair de encrencas como essa. Neste sentido, além dos pedidos de desculpas aos moradores de North Pasadena, que foram colocados nos letreiros iniciais deste filme, deveria vir a seguinte advertência: aconselhamos aqueles que assistiram a este longa a não tentar fazer isso em suas casas, pois as consequências poderão ser irreversíveis.

Cotação: 4,0

Projeto X: Uma Festa Fora de Controle (Project X, 2012)
Direção: Nima Nourizadeh
Roteiro: Matt Drake e Michael Bacall (com base na história de Michael Bacall)
Elenco: Thomas Mann, Oliver Cooper, Jonathan Daniel Brown, Dax Flame, Kirby Bliss Benton, Brady Hender, Nick Nervies, Alexis Knapp, Miles Teller, Peter Mackenzie

Entry filed under: Cinema.

John Carter: Entre Dois Mundos Anjos da Noite 4: O Despertar

7 Comentários Add your own

  • 1. Luís  |  março 28, 2012 às 3:06 am

    Assim que li notícias sobre esse filme, percebi que tinha algo nele que não me agradava, ainda bem que eu não me esforcei para procurá-lo, acho que vou passar longe mesmo. Até porque ele me lembra “Superbad”, que acho terrível.

    Comecei os posts do Oscar, Kamila, passa lá pra ver.
    😉

    Responder
    • 2. Kamila  |  março 28, 2012 às 12:12 pm

      Luís, eu assisti por curiosidade mesmo. O formato visual dele é bem interessante, mas o roteiro do filme me fez ter esses questionamentos que eu externei em meu texto. Vou lá dar uma olhada! 🙂

      Responder
  • 3. cleber eldridge  |  março 28, 2012 às 3:28 pm

    desconhecia o filme até então, mas irei procurar como passa-tempo.

    Responder
    • 4. Kamila  |  março 28, 2012 às 6:21 pm

      Cleber, passatempo MESMO porque esse filme diverte, mas nada mais que isso.

      Responder
  • 5. Reinaldo Glioche  |  março 28, 2012 às 7:01 pm

    Pois é… coincidência nefasta tanto para ‘Poder sem limites” quanto para “Projeto X” serem lançados tão próximos um do outro. Entendo a sua preocupação pedagógica, mas desconfio que, talvez, ela tenha mesmo passado longeeee das preocupações de Nima Nourizadeh.
    Bjs

    Responder
  • 6. Amanda Aouad  |  março 29, 2012 às 2:21 am

    Você tem toda razão no perigo que é a linguagem politicamente incorreta nesse filme. Porque no final, toda aquela loucura sem limites acaba valendo a pena, nem mesmo a garota ele perdeu, essa poderia ser uma lição de moral, “ficou popular, pegou gatinhas, mas a que importava acabou perdendo por bobagem, já que estava ali”. Mas, nem isso, dá mesmo a impressão que tudo é permitido.

    Agora, o filme realmente acaba funcionando, sendo bem realizado e fazendo sucesso com o público alvo. E era essa a única preocupação de Nima Nourizadeh…

    Responder
    • 7. Kamila  |  março 29, 2012 às 6:48 pm

      Reinaldo, exatamente. E eu entendo. Realmente, o diretor nem deve ter colocado em mente essa preocupação que eu tive. O negócio dele era retratar o lado épico dessa festa. E, nisso, ele foi ótimo. Beijos!

      Amanda, esse negócio da linguagem politicamente incorreta e irresponsável mesmo me incomodou profundamente neste filme. E sei, entendo, realmente a preocupação do diretor era qualquer coisa menos essa…

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,127 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: