A Volta de Edward Norton

janeiro 12, 2012 at 11:06 pm 22 comentários

Quem está um pouco familiarizado com o Cinéfila por Natureza, sabe muito bem que o blog tem um ator favorito: Edward Norton. Nos últimos anos, andávamos um pouco frustradas com nosso querido ator, por causa daquilo que acreditávamos ser o desperdício de um potencial que Norton tão bem demonstrou ter no final da década de 90 até o meio dos anos 2000 (que foi seu período de auge na carreira). Ao que parecia, Edward – um profissional conhecido pela sua forte personalidade – estava preferindo aqueles projetos em que poderia dar os seus pitacos, participando de todas as fases da produção.

Para a alegria de seus fãs, ao que tudo indica, 2012 marcará a retomada da carreira de Edward Norton depois de dois anos afastado do cinema. É acalentador saber que os dois projetos nos quais ele está envolvido são encabeçados por diretores que também são autores de seus próprios roteiros e que possuem também trabalhos no cinema com uma identidade muito forte. O primeiro deles, “Moonrise Kingdom”, do diretor Wes Anderson (também co-autor do roteiro ao lado de Roman Coppola, filho de Francis Ford e irmão de Sofia), teve seu trailer divulgado hoje e mostra ser um longa que tem tudo a ver com o estilo peculiar do diretor, que é bastante afeito a histórias que fogem muito dos padrões do grande cinema hollywoodiano.

Um outro ponto em comum entre os dois projetos de Edward Norton, em 2012, é o fato de que, tanto em “Moonrise Kingdom”, quanto em “The Bourne Legacy” (do diretor Tony Gilroy, também co-autor do roteiro ao lado de Dan Gilroy), Edward Norton está na companhia de um grupo formado por excelentes atores. Na obra dirigida por Wes Anderson, ele divide a tela com Bill Murray, Frances McDormand, Tilda Swinton, Bruce Willis, Harvey Keitel, Jason Schwartzman e Bob Balaban. Já no longa de Tony Gilroy, que, apesar do nome, não retoma o personagem interpretado por Matt Damon, Norton tem, ao seu lado, nomes como Jeremy Renner (um ator em ascensão em Hollywood), Rachel Weisz, Joan Allen, Oscar Isaac, Albert Finney, Scott Glenn e Stacy Keach.

É muito bom ver Edward Norton envolvido em dois projetos tão distintos (o primeiro representa o lado mais independente de Hollywood, enquanto o outro é um exemplar fiel dos blockbusters) e esperamos, sinceramente, que as duas empreitadas deem bastante certo, porque, como já afirmamos anteriormente, é muito triste ver alguém como ele desperdiçando o talento que tem com as escolhas erradas. E, se de bônus, os seus fãs brasileiros ainda tiverem a chance de conferir ambas as obras no cinema (o último longa dele que teve circulação nas salas nacionais – e de forma limitadíssima – foi “Homens em Fúria“, de 2010), melhor ainda!

Boa sorte, Edward, e seja bem-vindo de volta! Sentimos sua falta!

Entry filed under: Trailers.

Missão: Impossível – Protocolo Fantasma Previsões para os Vencedores do Globo de Ouro 2012

22 Comentários Add your own

  • 1. alan raspante  |  janeiro 13, 2012 às 12:04 am

    Realmente, Norton, FAZIA muita falta. Merece ganhar projetos cada vez melhores e espero que ele volte com tudo 😉

    Resposta
    • 2. Kamila  |  janeiro 13, 2012 às 12:35 am

      Raspante, esperamos que a volta, dessa vez, seja com tudo!!!

      Resposta
  • 3. Paulo Ricardo  |  janeiro 13, 2012 às 12:43 am

    Você tem dois “Musos” :Edward Norton e Marcelo Camelo(ambos são homens de sorte rss) 😉 Eu respeito muito Edward Norton,é um ator diferenciado que se perdeu em projetos ruins e pelo ego.Meus dois trabalhos favoritos dele são “Clube da Luta” e “A última Noite”.Se Robert Downey Jr.(essa é a volta por cima que mais admiro),John Travolta(todo dia ele tem que agradecer Tarantino por ter tirado ele do limbo em “Pulp Fiction”) e Mickey Rourke deram a volta por cima pq Norton não daria.Ka qual seu personagem favorito de Edward Norton?Beijos.

    Resposta
  • 4. Amanda Aouad  |  janeiro 13, 2012 às 1:13 am

    Bom ver Edward Norton de volta, que ele venha com bons papéis e bons filmes.

    Resposta
  • 5. Reinaldo Glioche  |  janeiro 13, 2012 às 1:21 am

    Eu, particularmente, não gostei do trailer. Mas em matéria de Wes Anderson, essa primeira impressão jamais seria conclusiva. O mais legal do post, no entanto, é seu entusiasmo revigorado por rever Ed Norton em 2012. rsrs. De fato, ele estará em duas produções que serão bem comentadas em seus respectivos nichos.
    bjs

    Resposta
    • 6. Kamila  |  janeiro 13, 2012 às 11:08 am

      Paulo, sim, os dois são meus musos. rsrsrsrs Eu também respeito muito o Edward. Ele é mesmo um ator diferenciado, por isso lamento tanto as escolhas dele. Não diria que ele se entregou ao ego, só acho que ele é cuidadoso e perfeccionista demais, além de ter uma personalidade e gostar de ter suas opiniões consideradas por aqueles com os quais trabalha. Eu acho que o caso do Edward é bem diferente dos de Downey, Travolta e Rourke. Até porque ele tem amizades de prestígio em Hollywood. O caminho obscuro que ele tomou foi uma decisão exclusiva dele, a maneira como ele decidiu gerenciar a carreira dele. Meu personagem favorito dele é o Dr. Walter Fane, de “O Despertar de uma Paixão”. Nas performances, fico dividida entre as de “A Outra História Americana” e “A Última Noite”, que considero ser as duas melhores da carreira dele. Beijos!

      Amanda, assim seja! 🙂

      Reinaldo, eu achei o trailer estranho, talvez porque não me dou muito bem com o estilo do Wes Anderson. Veremos quando tivermos a chance de assistir ao filme completo. Estou muito feliz de ver o Edward de volta em 2012. Eu estava com saudades dele e espero que esse reinício marque uma nova – e bem sucedida fase – em sua carreira. Beijos!

      Resposta
  • 7. Guilherme  |  janeiro 13, 2012 às 1:22 am

    Não sei se, com a direção de Tony Gilroy, The Bourne Legacy vai sair como um exemplar de blockbuster. Acho que pode ser uma grande surpresa, tendo visto Duplicity e Michael Clayton.

    Resposta
  • 8. Flavio  |  janeiro 13, 2012 às 9:56 am

    Kamila, este afastamento do Norton remete a algo interessante — só que ao contrário. Os homens podem até se dar esse luxo de ficarem tanto tempo fora das telonas , as atrizes não , com a idade passando , qualquer hiato voluntário na carreira da maioria delas pode ser fortemente prejudicial. Michelle Pheiffer é uma destas, que ficou tanto tempo fora e agora lentamente tenta retornar.

    Resposta
    • 9. Kamila  |  janeiro 13, 2012 às 11:10 am

      Guilherme, exatamente. Bem notado. Podemos ter um filme de ação completamente diferente, inteligente, com ritmo ágil e surpresas, como acontece nos dois filmes do Gilroy que você citou. Eu gosto dele como diretor e roteirista.

      Flavio, na realidade, acho que, para as mulheres que trabalham na indústria cinematográfica, na medida em que elas vão envelhecendo, a oferta de papeis declina. Se a gente for perceber, das atrizes mais velhas, a única que recebe propostas consistentes e interessantes é a Meryl Streep. As outras acabam relegadas a papeis secundários ou acabam migrando para a TV, onde possuem a chance de obter um destaque maior.

      Resposta
  • 10. Cleber Eldridge  |  janeiro 13, 2012 às 11:32 am

    E já não era sem tempo o bonitão voltar aos cinemar, não? Yeah, apesar de não ser NADA FÃ do Wes Anderson, o elenco em si não deixa a desejar e só por eles já vale o filme (assim espero) … veremos!

    Resposta
  • 11. Elton Telles  |  janeiro 13, 2012 às 1:09 pm

    uma pena que num filme do Wes Anderson… rs. Sei que esse cara é idolatrado por muitos, mas seu cinema não me desce nem com Eno.

    Bjs!

    Resposta
  • 12. Brenno Bezerra  |  janeiro 13, 2012 às 1:32 pm

    Ele tem o dom de deixar seus personagens marcantes na vida dos cinéfilos, e acredito nisso mesmo em recentes escolhas equivocadas por sua parte. Confiante em sua volta.

    Resposta
    • 13. Kamila  |  janeiro 13, 2012 às 4:26 pm

      Cleber, já estava na hora de ele voltar. Também não sou fã do Wes Anderson, mas tendo o Edward Norton no elenco, assisto a todo tipo de filme! rsrsrs

      Elton, pois é. Eu também não sou a maior fã do Wes Anderson, mas faço todo tipo de sacrifício pelo Edward! rsrsrs Beijos!

      Brenno, estou confiante também!

      Resposta
  • 14. Otavio Almeida  |  janeiro 13, 2012 às 4:40 pm

    Duas palavras, baby: Wes, Anderson!

    Bjs!

    Resposta
    • 15. Kamila  |  janeiro 13, 2012 às 7:46 pm

      Otavio, duas palavras, baby: Edward Norton!!! \o/ rsrsrsrs Beijos!

      Resposta
  • 16. Pedro Paulo  |  janeiro 13, 2012 às 10:25 pm

    Ka, você bem podia mandar esse post pra Mira Sorvino, Kate Hudson, Geena Davis (essa literalmente não faz mais NADA), entre outros…

    Resposta
  • 17. Paulo Ricardo  |  janeiro 13, 2012 às 10:46 pm

    “A outra História Americana” eu preciso ver urgentemente.Meu favorito é “A última Noite” e o pior é “Dois Irmãos” ou “Entre Irmãos” rss,bjs.

    Resposta
  • 18. Mayara Bastos  |  janeiro 15, 2012 às 1:03 am

    Acho Wes Anderson superestimado, mas adorei o que ele fez em “O Fantástico Senhor Raposo”. Veria esse novo dele por causa de invejável elenco. E Norton de capitão de escoteiros e vestido à caráter achei engraçado. Ele promete ser destaque entre o elenco.

    Beijos! 🙂

    Resposta
    • 19. Kamila  |  janeiro 15, 2012 às 8:12 pm

      Pedro, essas não me interessam, mas fica a sugestão! rsrsrs

      Paulo, “Irmãos de Sangue”!!! rrsrsrsrs Beijos!

      Mayara, também acho Wes Anderson superestimado, mas espero que ele esteja inspirado aqui, especialmente porque quero ver Edward num filme LINDO! rsrsrs Beijos!

      Resposta
      • 20. Pedro Paulo  |  janeiro 18, 2012 às 1:06 pm

        De todas, tenho mais dó da Geena Davis. Ela até tentou voltar, pela TV, as cancelaram o show e ela não fez mais NADA (olha o imdb dela pra vc ver)!!!!

  • 21. Júlio Pereira  |  janeiro 17, 2012 às 4:00 am

    Nunca achei ele a última coca-cola do deserto, talvez por suas opções muito, muito ruins de trabalho nos últimos anos. Ou por estar altamente apagado. Enfim, ele destrói em Clube da Luta e A Outra História Americana (neste principalmente). Espero o longa do Wes Anderson, não necessariamente por ele, mas pelo elenco lindo e pelo diretor, que se mostra cada vez mais autoral – e, que se dane, tem o mito Bill Murray =P

    Resposta
    • 22. Kamila  |  janeiro 19, 2012 às 12:48 am

      Pedro, mas, isso acontece. Vai ver o afastamento dela foi por opção dela, ninguém sabe…

      Júlio, ele é um ótimo ator, muito talentoso, que fez escolhas erradas ultimamente, mas quem em Hollywood não as fez???

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 452,940 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: