Amizade Colorida

novembro 11, 2011 at 12:19 am 18 comentários

A cena inicial de “Amizade Colorida”, comédia romântica dirigida por Will Gluck, quer fazer com que você creia que Dylan (Justin Timberlake) e Jamie (Mila Kunis) possuem algo em comum, uma vez que, ambos, naquele exato instante, estão levando um fora de seus respectivos amores (Emma Stone e Andy Samberg). Entretanto, como bem prova o que assistimos no decorrer do filme, na realidade, Dylan e Jamie são um homem e uma mulher como outros quaisquer, com características bem definidas e clichês, até, na forma como levam seus relacionamentos.

Dylan, por exemplo, é alguém que tem fobia completa de se envolver em um relacionamento sério. Como diz sua ex-namorada, ele é incapaz de se entregar emocionalmente a algo. Jamie, por outro lado, por mais que seja uma mulher independente e moderna, é fã incondicional de comédias românticas e acredita piamente na existência de um príncipe encantado que vai tirá-la do chão e viver feliz pra sempre com ela. O que não dá para negar, no entanto, é que, realmente, o que os une no decorrer de “Amizade Colorida” é o fato de que eles cansaram de alguma coisa. Ele cansou das mulheres em geral. Ela, por sua vez, cansou de esperar por alguém que queira a mesma coisa que ela.

Os dois se conhecem quando Jamie, que é uma headhunter, convida Dylan para ir a Nova York para uma entrevista de emprego. O resultado é que ela, além de conseguir seu bônus por ter fechado negócio com Dylan, ainda ganha um grande amigo. Um amigo que acaba se transformando em parceiro sexual, na medida em que eles decidem viver um relacionamento totalmente baseado no sexo casual, sem qualquer envolvimento emocional, sem cobranças, sem compromissos e sem a necessidade de fidelidade.

O mais curioso em “Amizade Colorida” é que por meio de um relacionamento que foge do convencional, mas que é adequado pro casal central, naquele momento em particular, o roteiro escrito por Keith Merryman, David A. Newman e Will Gluck mostra justamente que o que começa de forma casual sempre evolui para o emocional, ainda mais se tratando de um relacionamento entre pessoas tão próximas como Dylan e Jamie, que não conseguem passar um dia sem se ver, que conhecem profundamente um ao outro e que, principalmente, apreciam a companhia um do outro.

Portanto, a grande jornada deste filme é a destes personagens perceberem justamente aquele instante em que o que deixa de ser curtição passa a ser algo sério, envolvendo aquilo que eles queriam mais evitar: o sentimento. Neste sentido, “Amizade Colorida” não funcionaria se não tivesse um casal central que passasse a natureza especial da relação de Dylan e Jamie. Felizmente, esse é o caso de Justin Timberlake e Mila Kunis, que possuem uma excelente química e, claramente, estão muito à vontade um com o outro em cena.

Por isso mesmo, o maior ponto positivo de “Amizade Colorida” acaba sendo a forma como Will Gluck percebe esta sintonia entre Timberlake e Kunis e transporta isso para a história de seu filme. Apesar de clichê e previsível, o longa nunca deixa de ser sincero na maneira como retrata os relacionamentos (sejam familiares, amorosos e de amizade) estabelecidos no filme e os passos que são dados por Dylan e Jamie até aquele momento que falamos: o de que eles decidem que não dá mais para viver um sem o outro. Nem que, para isso, eles tenham que recomeçar a história deles, partindo do ponto que os uniu: a amizade.

Cotação: 7,5

Amizade Colorida (Friends With Benefits, 2011)
Direção: Will Gluck
Roteiro: Keith Merryman, David A. Newman e Will Gluck (com base na história de Harley Peyton, Keith Merryman e David A.
Newman)
Elenco: Justin Timberlake, Mila Kunis, Patricia Clarkson, Jenna Elfman, Bryan Greenberg, Richard Jenkins, Woody Harrelson, Emma Stone, Andy Samberg

Entry filed under: Cinema.

Os Três Mosqueteiros Gainsbourg – O Homem que Amava as Mulheres

18 Comentários Add your own

  • 1. CeloSilva  |  novembro 11, 2011 às 12:48 am

    É um filme bem legal mesmo, a quimica do casal é boa e foi uma grande sacada satirizar os cliches de comedia romanticas.

    Responder
    • 2. Kamila  |  novembro 11, 2011 às 1:53 am

      Celo, exatamente.

      Responder
  • 3. Luís  |  novembro 11, 2011 às 1:55 am

    Eu realmente queria ter visto a afinidade entre os dois atores. Na verdade, não vi isso, não achei o filme divertido. No máximo, alguns dois momentos… Mas só.

    Enfim, como já disse várias vezes, acredito que A Proposta seja a melhor comédia romântica, ainda que tão clichê quanto!

    Responder
    • 4. Kamila  |  novembro 11, 2011 às 2:08 am

      Luís, “A Proposta” é um ótimo filme, tão bom quanto esse, na minha opinião!

      Responder
  • 5. Amanda Aouad  |  novembro 11, 2011 às 2:07 am

    “O maior ponto positivo de “Amizade Colorida” acaba sendo a forma como Will Gluck percebe esta sintonia entre Timberlake e Kunis e transporta isso para a história de seu filme.” – Concordo plenamente, isso e as sátiras às comédias românticas são os pontos fortes do filme.

    Responder
    • 6. Kamila  |  novembro 11, 2011 às 2:08 am

      Amanda, bem lembrado em relação às sátiras.

      Responder
  • 7. Paulo Ricardo  |  novembro 11, 2011 às 3:09 am

    Kamila estou cansado de comédias românticas que não passam nenhuma veracidade.”Amizade Colorida” é bacaninha?sim,esse diretor me parece promissor,no filme anterior dele “A Mentira” ele demonstrou que sabe contar uma história(ambos os filmes tem uma grande montagem).No filme eles tentam evitar sentimento…hum,evitar sentimento não é comigo.Não achei o filme ruim,mas prefiro a “vida real”.Um filme que é uma verdadeira história de amor?Antes do Amanhecer/Antes do Por do Sol.Uma história tão verdadeira que no segundo filme sequer tem um beijo na boca.A melhor comédia romântica de 2011 que eu vi continua sendo “Amor a Toda Prova” dos irmãos Ficarra,acho fantastico quando o personagem de Ryan Gosling na cama confessa a Emma Stone que na verdade ele é um infeliz.Quer declaração mais verdadeira?hollywood adora superficializar amor,e isso me incomoda muito.Beijos.

    Responder
  • 8. Cristiano Contreiras  |  novembro 11, 2011 às 5:29 am

    Realmente, a bela sintonia de Kunis com Timberlake torna esse filme mais prazeroso de se ver, né? Eu achei divertido e até romântico, gostei de ver, mesmo com clichês esperados e o final sem surpresas. Ao contrário do “Sexo sem compromisso”, esse aqui é muito mais inteligente e degustável mesmo. Teu texto mostra o filme como é, concordo com a nota também.
    Beijo!

    Responder
  • 9. Gilberto Carlos  |  novembro 11, 2011 às 10:00 am

    Justin Timberlake está na moda atualmente com vários filmes lançados (O preço do amanhã, Professora sem classe, Amizade colorida) e sua carreira no cinema parece tão promissora quanto na música. Nunca fui seu fã como cantor, mas como ator até que gosto. Preciso ver Amizade Colorida… http://gilbertocarlos-cinema.blogspot.com/

    Responder
    • 10. Kamila  |  novembro 12, 2011 às 12:16 am

      >Gilberto, o Justin parece estar se dedicando bastante à sua carreira como ator, ultimamente. Acho que ele tem talento.

      Responder
  • 11. Alan Raspante  |  novembro 11, 2011 às 11:26 am

    Achei totalmente inesperado quando abriu espaço para a doença do pai de Dylan, acho que acabou destoando um pouco de todo o filme. No mais, eu gostei bastante e adorei, principalmente, aquela cena inicial com a participação de Emma Stone. Um bom filme, mesmo que eu esprasse um pouco mais.

    Abs.

    Responder
    • 12. Kamila  |  novembro 11, 2011 às 11:58 pm

      Paulo, eu concordo com você que “Amor a Toda Prova” é a melhor comédia romântica de 2011, mas confesso que achei este filme muito simpático justamente pelas razões que eu citei em meu texto. Beijos!

      Cristiano, exatamente. Concordo em relação à sintonia de Kunis e Timberlake. Eu estou com “Sexo sem Compromisso” para assistir aqui. Depois, te digo o que achei. Beijo!

      Raspante, eu acho que não destoa do resto do filme porque ali foi a vez que Jamie viu Dylan como ele é de verdade. Abraços!

      Responder
  • 13. Elton Telles  |  novembro 11, 2011 às 12:29 pm

    Eu fiquei meio resistente porque a premissa se parece demais com “Sexo com Compromisso” e cruzes, o filme foi ruim demaaaais rs. Mas todos falaram que “Amizade Colorida” foi mesmo melhor, mais engraçado, personagens melhores… acho que Timberlake tá progredindo como ator e Mila Kunis é, bom, é. HAHAHA! Verei quando tiver um tempo 😉

    Bjs, Ká!

    Responder
  • 14. Reinaldo Matheus Glioche  |  novembro 11, 2011 às 1:29 pm

    Boa crítica Ka. É bem isso mesmo, uma comédia agradável e que põe os clichês para trabalhar a favor.
    Bjs

    Responder
    • 15. Kamila  |  novembro 11, 2011 às 11:59 pm

      Elton, como eu disse ao Cristiano, ainda tenho que assistir “Sexo sem Compromisso”. rsrsrs Beijos!

      Reinaldo, obrigada! 🙂 Beijos!

      Responder
  • 16. Matheus Pannebecker  |  novembro 15, 2011 às 3:25 pm

    É melhor que “Sexo Sem Compromisso”, por exemplo, e, acima de tudo, um filme que é bem descontraído! Pena que no último ato seja tão previsível… Mas gostei do resultado!

    Responder
    • 17. Kamila  |  novembro 15, 2011 às 8:04 pm

      Matheus, agora que eu assisti ‘Sexo sem Compromisso’ posso comprovar essa sua afirmação.

      Responder
  • 18. Sexo sem Compromisso « Cinéfila por Natureza  |  dezembro 2, 2011 às 12:56 am

    […] como “Amizade Colorida”, filme dirigido por Will Gluck, a comédia romântica “Sexo sem Compromisso”, do diretor […]

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,061 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: