Velozes & Furiosos 5

maio 12, 2011 at 10:43 pm 28 comentários

É público e notório o fato de que Vin Diesel é um ator completamente avesso à participação nas continuações das franquias das quais participa. Ao longo de sua carreira, ele só abriu exceção à série que lhe alçou à fama mundial: “Velozes e Furiosos”, da qual ele participou em três partes, incluindo esta aqui, “Velozes e Furiosos 5”. No caso da obra mais recente da franquia cinematográfica, olhando no papel, a verdade é que ela tem cara de fim de jornada, uma vez que reúne pela segunda vez consecutiva boa parte do elenco original (além de Diesel, temos Paul Walker e Jordana Brewster), naquela que seria a última missão deles, mas, como uma cena após os créditos nos revela, isso não parece ser a verdade…

O filme começa com a condenação de Dominic Toretto (Diesel) a 25 anos de prisão. Inconformados, sua irmã Mia (Brewster) e o namorado Brian O’Conner (Walker) armam um mega plano – claro que envolvendo carros potentes – para a fuga de Dominic. Fugitivos da justiça, para onde as mentes brilhantes que protagonizam “Velozes e Furiosos 5” decidem ir? Rio de Janeiro, a Cidade Maravilhosa, que, no filme, é retratada como uma terra sem lei, onde quem manda é o dono da rua, do morro e adjacências.

Para inserir um ponto de tensão a mais nessa história, o roteiro de Chris Morgan coloca a missão da vez de Dominic e seu grupo: tentar roubar os milhões que Reyes (Joaquim de Almeida), uma espécie de líder chique do crime organizado, mantém guardados trancados a sete chaves num cofre, aparentemente, inviolável – se eles forem bem sucedidos, terão o conforto para seguirem com as vidas deles, sem necessitar mais se envolverem em grandes perigos. A partir deste instante, “Velozes e Furiosos 5” ganha em ritmo e agilidade, passando a ser uma mini-versão de “Uma Saída de Mestre”, sendo que passado nas ruas cariocas, com todas as cenas de perseguição e de ação que são típicas dos longas dessa série.

O diretor Justin Lin já tinha trabalhado com essa mesma franquia e com o mesmo elenco principal em “Velozes e Furiosos 4”, portanto ele sabe muito bem o que o público que aprecia este tipo de filme espera. E, nesse sentido, o diretor não decepciona, uma vez que as cenas de perseguições e acidentes de carros são muito bem orquestradas, dirigidas e editadas. São elas o ponto alto do filme, sem dúvida alguma. O problema, no entanto, se encontra no roteiro, que não sabe o que fazer, por exemplo, com a storyline do agente vivido por Dwayne Johnson e ainda cria uma tensão emocional sem pé nem cabeça entre Dominic e uma policial militar que está no encalço dele e, para terminar, faz um retrato muito fantasioso do Rio de Janeiro, especialmente da Polícia da cidade, que, no longa, possui carros super potentes e equipamentos dignos do “C.S.I.”. Haja mentiras…

Cotação: 4,0

Velozes e Furiosos 5 (Fast Five, 2011)
Direção: Justin Lin
Roteiro: Chris Morgan (com base nos personagens criados por Gary Scott Thompson)
Elenco: Dwayne Johnson, Vin Diesel, Paul Walker, Jordana Brewster, Elsa Pataky, Tyrese Gibson, Chris “Ludacris” Bridges, Joaquim de Almeida

Entry filed under: Cinema.

Natal – Encruzilhada do Mundo Cena da Semana

28 Comentários Add your own

  • 1. João Paulo  |  maio 12, 2011 às 10:51 pm

    Milla … deixarei um comentário que sem duvida iras ficar com a duvida no ar …

    Foi TUDO (e quando digo tudo, é tudo) que Os Mercenários prometeu tanto e não cumpriu …

    Beijos Milla.

    Responder
    • 2. Kamila  |  maio 12, 2011 às 10:58 pm

      João Paulo, mas eu concordo contigo!!! Esse filme é tudo que “Os Mercenários” promete ser e não cumpre!!! Beijos!

      Responder
  • 3. João Paulo  |  maio 12, 2011 às 11:09 pm

    É um filme literalmente de MINO …
    Diverti pra caramba …

    E sobre a sequencia final … bem .. algumas cenas de ação foram filmadas no Rio (acredito que uns 70% do filme) mas as cenas chaves como a do trem (vixi, esse é óbvio que é no USA ou realmente Justin Lin fez a Transnordestina), o ataque ao comboio de Hobbs e o final foram feitos em Porto Rico … a denuncia por isso … lembre como era as placas dos carros …

    Não pode ter tratado o Rio com perfeição, mas pelo menos ter usado um cenário pouco usual e fazer um filme de ação solido, divertido, com um bom entrosamento do elenco e acima de tudo, que não abusa da computação grafica (só encontrei uma cena que era como se fosse colagem, que foi a da ponte). Um filme feito na raça que já na sua primeira estipulia (a cena da fuga) dá a real para o espectador … Seriedade … NÃO verás por aqui.

    Xerim Milla!

    Responder
    • 4. Kamila  |  maio 12, 2011 às 11:38 pm

      João Paulo, concordo que é um filme feito pro público masculino. Eu fiquei curiosa para saber se aquela grande sequência de perseguição no Rio foi filmada lá mesmo… Achei que não…. Concordo com a segunda parte de seu comentário! Beijo!

      Responder
  • 5. Cassiano  |  maio 12, 2011 às 11:54 pm

    Kamila, pra mim Vin Diesel era o ator q mais fazia continuações de Hollywood, mas tb acho q só vi um filme dele, o melhor com certeza, o de Lumet.

    Responder
  • 6. Cristiano Contreiras  |  maio 13, 2011 às 12:34 am

    Diesel é péssimo ator, mas combina com esse tipo de filme e público, rs. Jordana Brewster tem talento, mas é tão subaproveitada, uma pena…depois confiro estes, já que vi os 4 anteriores.

    Beijo

    Responder
    • 7. Kamila  |  maio 13, 2011 às 1:19 am

      Cassiano, pois ele não faz muitas continuações, não!!! O filme dele sob a direção do Lumet é um dos bons da carreira dele.

      Cristiano, sim, ele combina muito com esse tipo de filme e público. A Jordana Brewster foi que teve a carreira resumida a esses filmes, né?? Ela nunca emplacou! Beijo!

      Responder
  • 8. Amanda Aouad  |  maio 13, 2011 às 2:43 am

    É, mesmo com tantos pontos negativos ainda preciso ver isso, hehehe.

    Responder
  • 9. João Paulo  |  maio 13, 2011 às 3:45 am

    Mas o the best é sem duvida ouvir os palavrões no filme e a legenda em espanhol dá uma suavizada … é tão reconfortante e divertido …

    This is Brasil … RI LITROS ahahaha

    Beijos!

    Responder
  • 10. Paulo Ricardo  |  maio 13, 2011 às 5:36 am

    A imagem postiva que a animação Rio deu a cidade maravilhosa é completamente manchada com esse desprezivel filme de Justin Lin.Tudo que o Brasil não precisa é dessa propaganda negativa do Rio de Janeiro.Bjs.

    Responder
    • 11. Kamila  |  maio 15, 2011 às 8:25 am

      Amanda, é importante dizer que eu sou minoria em relação a este filme. A maioria tem amado!

      João Paulo, eu também ri com essa cena, confesso! rsrsrsrs Beijos!

      Paulo, mas o filme não faz uma propaganda negativa do Rio. Pelo contrário, é uma visão estereotipada da cidade. Beijos!

      Responder
  • 12. João Linno  |  maio 13, 2011 às 11:11 am

    Medo desse filme. Ainda estou em dúvida se verei no cinema ou não.

    Responder
  • 13. cleber eldridge  |  maio 13, 2011 às 2:01 pm

    Só fui assistir essa porcaria, mentirosa e mais um monte de coisas, porque meus amigos imploraram (detalhe tive que convencer eles a assistir legendado, rs) mas, é muito ruim, apesar de ser um tanto divertido. Enfim, péssimo roteiro, somado aos efeitos visuais evidentes, dá nisso.

    Responder
  • 14. Otavio Almeida  |  maio 13, 2011 às 3:54 pm

    KABOOM!!!!!!!!!!!!! Nota 4! Kamila, eu nunca vi um filme da série. Tem gente tentando me empurrar esse “Velozes 5”. Mas vou ficar com a sua opinião. E preferi ver filmes como “Reencontrando a Felicidade”. Quem diria?

    Bjs!

    Responder
    • 15. Kamila  |  maio 15, 2011 às 8:27 am

      João LInno, eu assisti porque acho que os filmes de ação têm que ser vistos no cinema mesmo! rsrsrs

      Cleber, eu achei os efeitos especiais muito bons, pra dizer a verdade. Especialmente os sonoros.

      Otavio, eu só tinha assistido ao primeiro e segundo filmes da série antes desse. Eu também preferiria ter visto “Reencontrando a Felicidade”, pra dizer a verdade… Beijos!

      Responder
  • 16. Alan Raspante  |  maio 13, 2011 às 5:21 pm

    Olha… não tenho a mínima vontade de ver. Tenho preguiça desta “série/saga”.

    Responder
  • 17. Victor Nassar  |  maio 14, 2011 às 2:29 pm

    E não é que você foi assistir! haha Se um dia eu for assistir, será só mesmo pelo Rio na história e pela diversão do Super Trunfo.
    Mas me interessou o comentário do João Paulo ao comparar o filme com tudo o que Mercenários queria ser! Vamo que vamo!

    Responder
  • 18. Fael Moreira  |  maio 14, 2011 às 7:58 pm

    Não é o tipo de filme que eu iria ver no cinema, prefiro ver em casa que tem mais futuro. Mas eu ainda não vi o quarto, nem aquele lá em Tóquio. Fica difícil. Bjos.

    Responder
    • 19. Kamila  |  maio 15, 2011 às 8:28 am

      Raspante, e eu que preferiria nem ter visto…

      Victor, assisti, tá vendo? rsrsrsrs

      Fael, como disse ao Otavio, antes desse aí, só tinha visto o primeiro e o segundo filmes da série. Beijos!

      Responder
  • 20. Mayara Bastos  |  maio 15, 2011 às 12:49 am

    Estou surpresa com a cotação dele no Rotten Tomatoes. E lembro de uma entrevista do Vin Diesel falando de chances de Oscar (?) ao filme… só por isso, dá para chamar de uma grande piada. rsrsrs.

    Beijos! 😉

    Responder
    • 21. Kamila  |  maio 15, 2011 às 8:29 am

      Mayara, eu também fiquei surpresa com a cotação desse filme no Rotten Tomatoes. E, se tiver chance de Oscar, somente nas categorias técnicas, mas acho isso um sonho um tanto distante… Beijos!

      Responder
  • 22. Carissa  |  maio 15, 2011 às 8:45 pm

    Não curto Velozes e Furiosos.
    Não vou assistir esse quinto filme. Realmente a franquia não me agrada.

    Beijos!

    Responder
    • 23. Kamila  |  maio 15, 2011 às 8:52 pm

      Carissa, eu não curto essa franquia, mas acabei assistindo…

      Responder
  • 24. Reinaldo Matheus Glioche  |  maio 16, 2011 às 1:23 pm

    Eu gostei do filme, mas ainda considero o 4º e o 1º melhores. Quanto as mentiras, digamos que nesse filme elas incomodaram mais do que em qualquer outro e não são às “liberdades” acerca do Rio de janeiro que eu estou me referindo…

    bjs

    Responder
    • 25. Kamila  |  maio 16, 2011 às 10:41 pm

      Reinaldo, eu gosto do primeiro filme e esse é legal.Quais as mentiras que mais te incomodaram?? Beijos!

      Responder
  • 26. matheusfragata  |  maio 17, 2011 às 3:45 am

    This is Brasiú, Ka. Sem mais hahaha.
    Espere, o sexto também não será o último da franquia.
    Justin Lin confirmou o sétimo nesses últimos dias. O ruim de ser blogueiro, é saber que você vai ter que conferir mais uma vez um filme de qualidade duvidosa…
    Beijos, Ka! Como sempre, seu texto me divertiu hahaha
    “líder chique do crime organizado” XD

    Responder
  • 27. Reinaldo Matheus Glioche  |  maio 17, 2011 às 5:44 pm

    A forma como esses gatos pingados conseguiram financiamento para o golpe com a saída “Eu tinha uma vida antes de te conhecer”. Outro arranjo da trama mal resolvido foi o ataque ao comboio dos federais americanos quando eles já tinham o grupo de Toretto sob sua guarda. Tem outros, mas só esses gargalos do roteiro, eu acho, já bastam…
    bjs

    Responder
    • 28. Kamila  |  maio 18, 2011 às 1:59 am

      Matheus, ave, não acredito que teremos um sexto E sétimo filmes dessa franquia… Ninguém merece!! Beijos!

      Reinaldo, PERFEITO! Muito bem lembrado! O roteiro é cheio de furos como esses. Beijos!

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,030 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: