Lendo – “Julie & Julia”

abril 8, 2011 at 10:53 pm 9 comentários

“E foi isso: uma secretária moradora do Queens arriscou seu casamento, sua sanidade mental e o bem-estar dos seus gatos para preparar as 524 receitas do Mastering the Art of French Cooking – um livro que modificou as vidas de milhares de cozinheiros americanos – em um ano, no mesmo ano em que ela completou 30 anos de idade. Foi a coisa mais difícil e também a mais corajosa que alguém covarde como ela já fez, e ela não teria conseguido sem Julia”. (p. 340)

Livro que deu origem ao filme homônimo dirigido por Nora Ephron e estrelado por Meryl Streep e Amy Adams, “Julie & Julia” segue o mesmo formato narrativo que sua adaptação cinematográfica: em paralelo ao retrato da jornada de Julie cozinhando as 524 receitas do livro de Julia Child no período de um ano, temos um relato de como era a vida de Julia Child antes, durante e depois de encontrar o marido, Paul, até o instante em que ela decidiu se tornar chef de cozinha.

Entretanto, não é só de semelhanças que vivem estas duas obras. A Julie Powell que conhecemos no livro é muito diferente daquela que nos foi apresentada no filme. A impressão que se tem, em vários fragmentos do livro, é a de que Julie é uma pessoa muito irônica e dona de um senso de humor, ao mesmo tempo, auto depreciativo e espirituoso; muito diferente da Julie do filme, que deve ter tido influências da própria personalidade de Amy Adams, uma atriz de característica ingênua e pura, do tipo que não consegue fazer mal a uma mosca.

Justamente por causa da personalidade um tanto forte de Julie Powell, em muitos momentos, “Julie & Julia” dá a sensação de ser um livro de autoajuda, com todas as frases de efeito que esse gênero tem direito. Vejamos: a nossa narradora é uma personagem em crise (prestes a  chegar aos 30 anos, que se vê num emprego temporário que se tornou permanente e não realizando nenhum dos  planos que ela queria ter colocado em prática) e que embarcou num projeto que muitos acham ser uma verdadeira loucura. Por ter o senso de humor espirituoso que mencionamos, Julie, em vários momentos, adota um tom um tanto complacente sobre si mesma, como se tivesse pena dela mesma. A certeza que temos é a de que a personagem se agarrou mesmo à Julia Child e sua obra-prima da culinária como se, em ambas, ela fosse encontrar todas as soluções para os seus problemas.

Como todos sabemos, este livro foi originado através de um blog que Julie Powell publicou sobre a sua jornada realizando aquilo que ela batizou de Projeto Julie/Julia. Em decorrência disso, o livro interage muito com o leitor, sendo quase como uma conversa informal com a gente. A linguagem adotada por Powell é coloquial e gostosa de se ler, de forma que realmente sentimos uma empatia logo de cara pelo conflito principal dela e por aquilo que ela deseja alcançar ao final de tudo isso. A perseverança dela e o bom humor diante das adversidades enfrentadas são, com certeza, exemplos a serem seguidos.

Entretanto, o livro “Julie & Julia” joga uma luz sobre algo que passa bastante despercebido na sua adaptação cinematográfica: os diversos paralelos entre a jornada de Julie Powell e a de Julia Child. Esta encontrou seu caminho na vida (a carreira como chef) aos 37 anos; enquanto aquela aprendeu, aos 30 anos (um momento de transição na vida de qualquer mulher), com a jornada que “viveu ao lado de” Julia, a encontrar seu próprio caminho no mundo. E o que Child ensinou à Julie são lições que todos nós podemos levar conosco: fazer o que amamos com convicção, força de vontade, sorte e alegria. A essência desse livro é mostrar o reencontro com a esperança e a descoberta da realização, das inúmeras possibilidades. E nunca é tarde para isso, como essas duas provaram…

Julie & Julia (2009)
Autora: Julie Powell
Editora: Record

Entry filed under: Livros.

Invasão do Mundo: A Batalha de Los Angeles Cena da Semana

9 Comentários Add your own

  • 1. Mandy  |  abril 9, 2011 às 12:28 am

    O filme é maravilhoso!

    Resposta
    • 2. Kamila  |  abril 9, 2011 às 12:49 am

      Mandy, eu adoro o filme também!!! 🙂

      Resposta
  • […] mais: Lendo – “Julie & Julia” « Cinéfila por Natureza Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag &, cinefila:, julia”, […]

    Resposta
  • 4. Amanda Aouad  |  abril 9, 2011 às 7:05 pm

    Interessante, desde que vi o filme fiquei curiosa de como seria o livro. Para mesmo gostoso de ler.

    Resposta
    • 5. Kamila  |  abril 9, 2011 às 10:01 pm

      Amanda, é bem gostoso de ler, sim!!!

      Resposta
  • 6. Alan Raspante  |  abril 10, 2011 às 10:38 pm

    Não gostei tanto do filme, o que gostei realmente foi ver a sempre competente Meryl Streep em cena. Agora o livro, eu passo… hehehe

    Resposta
    • 7. Kamila  |  abril 11, 2011 às 1:35 am

      Raspante, eu gostei do livro e do filme! rsrsrs

      Resposta
  • 8. Matheus Pannebecker  |  abril 12, 2011 às 2:55 pm

    Kamila, quase comprei esse livro, mas, na dúvida, preferi saber mais da história da Julia Child em “Minha Vida na França”. E, pra ser bem sincero, que decepção! O filme fez maravilhas com a história da mestre-cuca!

    Resposta
    • 9. Kamila  |  abril 12, 2011 às 10:07 pm

      Matheus, eu tenho “Minha Vida na França” aqui e devo ler em breve!

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 452,950 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: