Cena da Semana

março 13, 2011 at 10:05 pm 29 comentários

Confesso que o último filme que eu esperava me surpreender ao assisti-lo era a comédia “Esposa de Mentirinha”, a mais recente parceria do comediante Adam Sandler com o diretor Dennis Dugan. Mas, isso aconteceu a partir do momento em que a atriz australiana Nicole Kidman adentrou em tela, lá pro segundo ato do longa. O susto foi tanto (de não esperá-la mesmo num tipo de comédia como essa) que eu até gritei o nome dela quando ela surgiu na história (é, eu sei… Que patético, né??).

A personagem que ela interpreta tem uma importância simbólica para a história de “Esposa de Mentirinha”, uma vez que o nome dela (Devlin) significa uma piada interna da família da personagem de Jennifer Aniston que acaba virando um dos pontos de ligação entre todos eles e o personagem do Adam Sandler. Dando vida à Devlin, a amiga odiada dos tempos de faculdade de Katherine (Aniston), Nicole Kidman demonstra, além de um enorme senso de humor, a generosidade de saber rir de si própria, ao se colocar em situações que seriam constrangedoras para qualquer outro ator (John Turturro, parceiro de Sandler no horrendo “Zohan – O Agente Bom de Corte” que o diga!). A atriz ainda encontrou um parceiro à altura na figura de Dave Matthews, o grande músico que, nas horas vagas, demonstra um verdadeiro talento para a atuação (a sua participação num dos episódios da série “House” é uma prova disso).

É uma pena que ainda não tenhamos, no YouTube, alguns dos momentos célebres dessa extensa participação especial da Nicole neste filme. Mas, só o fato do trailer deste longa (ou, para todos os efeitos, da campanha promocional da obra) nem mostrar a aparição da atriz já é prova suficiente de que a vontade de todos era mesmo a de que ficássemos surpresos com o lado mais descontraído de Nicole, uma personalidade que sempre demonstra sua seriedade e timidez nas suas aparições públicas. Mas, também, para quem já se submeteu às loucuras de Lars Von Trier (um diretor que impõe aos seus atores mais do que o limite que eles aguentam), trabalhar em “Esposa de Mentirinha” deve ter sido uma experiência igual a andar numa montanha russa. Que bom que Nicole decidiu topar essa parada. Fico feliz de vê-la assim, afinal ela chegou a um ponto em que não tem que provar mais nada a ninguém.

Entry filed under: Cena da Semana.

O Ritual O Besouro Verde

29 Comentários Add your own

  • 1. Luis Galvão  |  março 13, 2011 às 10:16 pm

    RSRSRSRS. Genial, Kamila. Genial. Fugi do filme por causa do Adam (realmente não gosto muito dele), mas vou esperar alguma cena dela no youtube para poder rir um pouco com uma atriz tão legal.

    Resposta
    • 2. Kamila  |  março 13, 2011 às 10:21 pm

      Luís, obrigada! Eu tô querendo muito que postem as cenas da Nicole, nesse filme, no YouTube. Ela merece! rsrsrs

      Resposta
  • 3. Carol  |  março 13, 2011 às 11:18 pm

    Kamila,

    quando acabei de assistir ao filme fiquei com a impressão de que era um filme entre colegas com intuito de se divertir.
    Nada além disso. Algumas cenas são bem engraçadas.

    Beijos!

    Resposta
    • 4. Kamila  |  março 13, 2011 às 11:47 pm

      Carol, eu também fiquei com a mesma impressão. E algumas cenas são bem divertidas mesmo. Beijos!

      Resposta
  • 5. Pedro Paulo  |  março 13, 2011 às 11:58 pm

    NICOLE KIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIDMAN?

    Sério, Kamila, tô aqui te imaginando gritando o nome dela, huahauhuhuahuahuahahua, sério, nem eu esperaria uma surpesa maravilhosa dessas. Ia gritar igual.

    Como sou um pouo novo na área de cinema, gostaria que você me explicasse o que você quis dizer com “um diretor que impõe aos seus atores mais do que o limite que eles aguentam”. Que limite e esse?

    Resposta
    • 6. Kamila  |  março 14, 2011 às 12:28 am

      Pedro, pois é! Eu falei o nome dela bem alto! rsrsrsrsrs Dizem que o Lars Von Trier é um diretor que exige dos seus atores mais do que eles aguentam, que ele força a barra até o limite, de forma que muitos classificam a forma de ele trabalhar como “autoritária” e “desgastante”. Muitos nem repetem a experiência. Foi isso que quis dizer. Entendeu??

      Resposta
      • 7. Pedro Paulo  |  março 14, 2011 às 12:41 am

        Sim, obrigado!

  • 8. Kamila  |  março 14, 2011 às 1:37 am

    Pedro, de nada!!!

    Resposta
  • 9. cleber eldridge  |  março 14, 2011 às 1:47 am

    Eu realmente não gosto do Adam Sandler, mas, fiquei curioso quanto a participação da Nicole, é dificil imaginar ela em uma comédia, e caçoando de si mesma, verei quando sair nas locadoras.

    Resposta
  • 10. João Linno  |  março 14, 2011 às 10:42 am

    Ao contrário da maioria das pessoas, eu gosto do Adam Sandler. Acho ele um figura simpática, apesar de algum dos seus filmes serem desastrosos (como o “Zohan” que você citou no texto). A Jeniffer Aniston é a cara da comédia romântica, não consigo imaginar ela em um outro gênero de filme. Achei que a dupla funcionou bem no filme, acabei me surpreendendo positivamente.

    Resposta
  • 11. Flavio  |  março 14, 2011 às 11:27 am

    Oi Kamila, engraçado que várias comédias atuais tem um lance meio parecido. Este , aparentemente, parece ter alguma coisa daquele Encontro de Casais e daquele outro com o Adam Sandler, Salma Hayek, Maya Rudolf – me fugiu o nome agora…

    Resposta
    • 12. Kamila  |  março 15, 2011 às 10:11 pm

      Cleber, eu não gosto do Adam Sandler, mas, de uma forma ou de outra, sempre acabo assistindo aos filmes dele.

      João, o Adam é uma figura simpática, mas os filmes dele são um lixo! rsrsrsrs Concordo sobre a Jennifer Aniston. Eu concordo que ambos funcionaram bem juntos e que o filme surpreende a gente positivamente.

      Flávio, esse tem NADA a ver com “Encontro de Casais’. É muito melhor que esse filme, aliás!!

      Resposta
  • 13. Paulo Ricardo  |  março 14, 2011 às 2:58 pm

    Patético que nada linda,semana passada eu revi Touro Indomável e no final do filme comecei a chorar rss,isso o cinema nos leva a lugares e sensações indescritiveis.Em 2007 também na cena em que a japonesa(Riko Kinkuchi)de Babel vai a uma danceteria e o filme fica mudo(claro,a jovem era surda rss)eu levantei do sofa pra ver se a minha TV estava com problema hehehe.Isso não é patético é sensações que só a sétima arte nos propoe.Beijos Kamila e não conta pra ninguem que chorei no final de Touro Indomavel ein heheheh.

    Resposta
  • 14. Cassiano  |  março 14, 2011 às 4:38 pm

    Legal esse seu texto Kamila, vc praticamente definiu o filme através da participação da Nicole. Confesso que até deu vontade de ver!

    Dave Matthews tem veia de ator sim! E é um músico genial.

    Resposta
  • 15. Reinaldo Matheus Glioche  |  março 14, 2011 às 5:10 pm

    quer dizer que soltaste um berro pela Nicole? rsrs.

    As surpresas que o cinema nos traz né…
    rsrs
    bjs

    Resposta
    • 16. Kamila  |  março 15, 2011 às 10:13 pm

      Paulo, verdade. O cinema nos leva a lugares e sensações indescritíveis. Por isso que eu amo tanto essa arte! Beijos!

      Cassiano, obrigada!!! O Dave é sensacional como músico e é um ator de muito talento.

      Reinaldo, foi um belo grito! rsrsrsrsrs Surpresas, surpresas! rsrsrsrsrs Beijos!

      Resposta
  • 17. Carissa  |  março 14, 2011 às 7:51 pm

    Eu vi essa file quarta-feira e ri muito. Não esperava me surpreender também, mas foi exatamente o que aconteceu. e a cena dela e da Aniston dançando foi hilária ou bizarra, não sei exatamente qual a melhor expressão.

    Não esperava muito do filme, muito besteirol, mas gostei. Rendo boas risadas. Jamais será uma grande obra do cinema, mas pra relaxar vale o tempo.

    Resposta
  • 18. Amanda Aouad  |  março 15, 2011 às 12:19 am

    Quando Nicole Kidman apareceu em cena eu fiquei um bom tempo olhando até cair a ficha de que era ela mesma. hehehe. Quase que digo “nossa, que mulher parecida com Nicole Kidman”. kkk. Exatamente porque não houve nenhum marketing em cima de sua participação. A cena do côco foi divertida.

    Resposta
  • 19. Amanda Aouad  |  março 15, 2011 às 12:22 am

    Aqui, Kamila: http://www.youtube.com/watch?v=X-dhT9sGG9c

    Resposta
    • 20. Kamila  |  março 15, 2011 às 10:15 pm

      Carissa, eu ri pra caramba nesse filme. A cena dela dançando com Jennifer e a que vem em seguida dos dois casais dançando com o coco são hilárias!!!

      Amanda, obrigada pelo vídeo delas dançando hula hula! 🙂 A cena do côco foi divertidíssima mesmo!!!

      Resposta
  • 21. João Paulo  |  março 15, 2011 às 5:38 am

    Essa terceira foto é tensa … mais tensa do que o still que tirei dela em Rabbit Hole …

    Vamos ver se passar por aqui, dá para garantir o ingresso …
    Beijos!

    Resposta
  • 22. Anderson Siqueira  |  março 15, 2011 às 12:53 pm

    Boas fotos. Filme fraquinho…

    Resposta
  • 23. Alan Raspante  |  março 15, 2011 às 4:06 pm

    Ótimo, agora tenho que ver este filme! hahahahaha Nicole vale a pena, sempre!

    ps: as cenas da nicole? que nada! queria mesmo era ver o teu grito! hahaha

    Resposta
    • 24. Kamila  |  março 15, 2011 às 10:18 pm

      João, espero que passe e você assista. Beijos!

      Anderson, discordo que o filme seja fraquinho!

      Raspante, espero que goste! Meu grito foi patético. Esqueçam! rsrsrsrs

      Resposta
  • 25. fabiana  |  março 15, 2011 às 5:33 pm

    Sério que tem a a Nicole? Hahahahaha
    Muito querendo ver esse filme!

    Resposta
  • 26. Mayara Bastos  |  março 15, 2011 às 8:17 pm

    Poxa… agora fiquei curiosa pelo filme! rsrsrs.

    Beijos e tenha uma ótima semana! 😉

    Resposta
    • 27. Kamila  |  março 15, 2011 às 10:19 pm

      Fabiana, SÉRIO!!!

      Mayara, que bom! Se assistir, espero que goste! Beijos e ótima semana!

      Resposta
  • 28. Alex Gonçalves  |  março 17, 2011 às 1:54 am

    Kamila, apenas registrando que fiquei ainda mais fã de você após essa postagem sobre a atriz cujo trabalho mais admiro atualmente. Seu texto é de fazer com que qualquer detrator pretensioso repense seus conceitos sobre essa grande intérprete.

    Resposta
    • 29. Kamila  |  março 17, 2011 às 10:25 pm

      Alex, obrigada! Também sou admiradora da Nicole e fiquei muito feliz de vê-la demonstrando a capacidade de rir de si mesma, de não se levar a sério!

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 452,950 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: