Caça às Bruxas

fevereiro 19, 2011 at 2:20 am 24 comentários

Dentro do contexto histórico no qual se localiza (o personagem principal é um cavaleiro que participou ativamente da Cruzada, guerra santa que tinha o objetivo de ocupar, conquistar e manter terras consideradas santas, como o território da Palestina e a cidade de Jerusalém), o filme “Caça às Bruxas”, do diretor Dominic Sena, é um tanto interessante. Mas, na medida em que o roteiro vai se desenvolvendo, a verdade é que a trama dá a impressão (exceto no eletrizante ato final) de que nunca irá decolar por completo.

No filme, Nicolas Cage (que trabalhou com Sena anteriormente no longa de ação “60 Segundos”) interpreta Behmen, um importante cavaleiro, que, ao lado do fiel escudeiro Felson (Ron Perlman), deserta da luta em prol da causa cristã, por não conseguir mais concordar com a visão de que, ao lutar e matar pessoas inocentes, você, na realidade, está expurgando e purificando seus próprios pecados. Apesar da crise de consciência momentânea, a partir do instante em que sua liberdade é ameaçada, Behmen não pensa duas vezes em fazer uma última missão para o Cardeal: levar uma jovem acusada de bruxaria (Claire Foy, da minissérie “Little Dorrit”) para um mosteiro, desde que seja aceita a condição de que ela tenha um julgamento justo.

Além do contexto histórico das Cruzadas, “Caça às Bruxas” também fala muito sobre a Peste Negra que assolou o continente europeu durante o século XIV, matando cerca de 75 milhões de pessoas. No roteiro do filme, a “culpada” pela existência da doença nas localidades as quais Behmen e Felson passam é a personagem interpretada por Claire Foy. Por isso, a necessidade da Igreja Católica (aqui representada pelo personagem de Stephen Campbell Moore) de dar um fim na garota.

Uma obra tecnicamente bastante sólida (com exceção dos artificiais efeitos visuais), “Caça às Bruxas” não é um filme altamente constrangedor, como é o comum na recente carreira de Nicolas Cage. E, se não o é totalmente vergonhoso, isso decorre especialmente da presença de Claire Foy no elenco. A chave de todo o mistério deste filme está nela e a jovem atriz, mesmo tendo certas limitações, faz o melhor que pode. Aliás, além de Foy, vamos destacar aqui todo o elenco de coadjuvantes da obra, principalmente Stephen Campbell Moore, Brian F. O’Byrne (numa rápida participação) e Ulrich Thomsen. São eles que seguram a barra de “Caça às Bruxas”.

Cotação: 5,0

Caça às Bruxas (Season of the Witch, 2011)
Direção: Dominic Sena
Roteiro: Bragi Schut
Elenco: Nicolas Cage, Ron Perlman, Stephen Campbell Moore, Stephen Graham, Ulrich Thomsen, Claire Foy, Christopher Lee, Brian F. O’Byrne

Entry filed under: Cinema.

Lendo – “Bilionários por Acaso” Cena da Semana

24 Comentários Add your own

  • 1. Alyson  |  fevereiro 19, 2011 às 2:49 am

    É uma pena perceber que Nicolas trabalha bem em filmes recentes cmo “Kick-ass” e “Vicio Frenético” , mas insiste nesses tipos de filmes de qualidade questionável, porem, ao menos, como você disse, não constrange o espectador. O que da uma esperança de novos e bons trabalhos do cara.

    Beijos!

    Responder
    • 2. Kamila  |  fevereiro 19, 2011 às 2:52 am

      Alyson, pois é. O Nicolas Cage alterna bons e maus momentos… Mas, são mais maus momentos que bons! rsrsrsrsrs Beijos!

      Responder
  • 3. Paulo Ricardo  |  fevereiro 19, 2011 às 1:21 pm

    O que acontece com Nicolas Cage?meu pai do céu!

    Responder
  • 4. Mayara Bastos  |  fevereiro 19, 2011 às 1:28 pm

    Cage sempre impagável com seus penteados… rsrsrs.

    Beijos e tenha um ótimo fim de semana! 😉

    Responder
    • 5. Kamila  |  fevereiro 19, 2011 às 2:47 pm

      Paulo, acho que o que acontece com ele é a alternância de fases boas e ruins…

      Mayara, pois é! Sempre impecável nos penteados. rsrsrsrs Beijos e ótimo final de semana!

      Responder
  • 6. Amanda Aouad  |  fevereiro 19, 2011 às 2:48 pm

    Tem um ano que vejo o trailer desse filme no cinema e a cada vez me dava uma impressão pior, tanto que não tive coragem de ver ainda. Seu texto e sua nota, me convenceram de vez a esperar pra ver na televisão… hehe,

    Responder
  • 7. Alan Raspante  |  fevereiro 19, 2011 às 2:54 pm

    Quem sabe quando passar na tv, né?
    Cage deve ter uma coleção de peruca. Ô homem que gosta de um cabelo.

    Responder
  • 8. Cristiano Contreiras  |  fevereiro 19, 2011 às 3:28 pm

    Este filme não é tão medíocre como muitos dizem, mas é muito fraco…e, verdade seja dita, Nicolas Cage não é ator há uns anos! Eu acho que ele se repete demais…enfim, uma pena!

    Beijo

    Responder
    • 9. Kamila  |  fevereiro 20, 2011 às 12:26 am

      Amanda, é melhor mesmo esperar para ver na TV! rsrsrs

      Raspante, é melhor mesmo ver na TV! Esse cabelo do Cage acho que tá mais pra mega hair do que para peruca! rsrsrs

      Cristiano, concordo que não é tão medíocre assim, mas é fraco. Beijo!

      Responder
  • 10. João Paulo  |  fevereiro 19, 2011 às 3:47 pm

    Quando me lembro da nota do filme no Rotten me dá um medo … mas se aparecer algum dvdrip bondoso … ficaria feliz …

    Porém milla … tenha cuidado … quando veres o trailer em 3D de Drive Angry … talvez aumentará a nota para esse filme …

    Abraços Milla!

    Responder
  • 11. Victor Nassar  |  fevereiro 19, 2011 às 3:51 pm

    ““Caça às Bruxas” não é um filme altamente constrangedor”
    Melhor comentário ever! hahaha
    O Cage já era né ? Só se mete em roubada, caramba. Acho que verei só em dvd esse, preciso correr com os do Oscar ainda no cinema.

    Responder
  • 12. Weiner  |  fevereiro 19, 2011 às 3:54 pm

    Eu particularmente não entendi o que Bragi Schut quis aqui. Primeiro, coloca em pauta o questionamento da fé. Depois, inunda a narrativa de com disputas de espada e travessias em pontes comprometidas. Em seguida, insere outro elemento dramático, favorecendo a piedade para com a bruxa. E aí vem o final. O embate definitivo entre os homens e o Mal, numa sequência boba que culmina nas cabeçadas de Ron Perlman. Ah, e tem a última cena, que quer transformar o protagonista num herói messiânico.
    Enfim, uma salada russa. Drama ou aventura? Pra mim, pura pretensão e engano.
    Beijos!

    Responder
    • 13. Kamila  |  fevereiro 20, 2011 às 12:28 am

      João, “Drive Angry” também é com o Cage?? Abraços!

      Victor, não sei se ele já era… Vai que ele aparece em outro grande filme… Isso acontece… rsrsrs

      Weiner, nem eu entendi, sinceramente… Juro! Acho que o certo é dizer que é um drama misturado com aventura. Mas, salada russa é uma boa definição! rsrsrs Beijos!

      Responder
  • 14. Flávio  |  fevereiro 19, 2011 às 8:32 pm

    Oi Kamila, Nicolas Cage realmente é uma icógnita, há muito não vemos seu talento dramático sendo explorado. Gostei dele em Conair , A Outra Face , Kick Kass e – é claro – em Despedida… , mas filme com Nicolas Cage , hoje, virou sinônimo de bola furada, a ponto dele – algum dia – ser um ícone da altura – ou será da “trasheza” rs – de um Van Dame ou Steve Segal ou Dolph Ludgren…

    Responder
    • 15. Kamila  |  fevereiro 20, 2011 às 12:29 am

      Flávio, ele é uma incógnita, sim, mas pode aparecer com um baita filme futuramente e a gente cala a boca por um período! rsrsrs Acho que ele NUNCA será um ícone trash! rsrsrs

      Responder
  • 16. João Paulo  |  fevereiro 20, 2011 às 2:04 am

    Veja o trailer … em 3D … você sentirá o medo propriamente dito …

    Responder
    • 17. Kamila  |  fevereiro 20, 2011 às 2:13 am

      João, já estou com medo desde que li seu comentário! rsrsrs

      Responder
  • 18. bruno knott  |  fevereiro 20, 2011 às 12:51 pm

    Interessante! Achava que seria uma bomba completa, mas parece valer a pena assistir…

    O Cage realmente é muito irregular. Dos recentes dele gosto bastante de Kick Ass e Vício Frenético e acho Presságio razoável!

    Responder
  • 19. Luis Galvão  |  fevereiro 20, 2011 às 2:27 pm

    Eu gostei do trailer (na verdade achei bem divertido, provavelmente). Vou conferir, mas já sabendo que é uma pequena bomba.

    Responder
    • 20. Kamila  |  fevereiro 20, 2011 às 9:26 pm

      Bruno, não é uma bomba completa, mas não é bom conferir o filme com altas expectativas. E Cage é muito irregular MESMO!

      Luís, exatamente… Mas, não é pequena bomba, hein??

      Responder
  • 21. Otavio Almeida  |  fevereiro 21, 2011 às 2:36 pm

    Gostei mais de “Zé Colmeia”! Bjs!

    Responder
    • 22. Kamila  |  fevereiro 22, 2011 às 2:39 am

      Otavio, jura que você assistiu “Zé Colmeia”?? Eu nem cogitaria assistir a este filme! Beijos!

      Responder
  • 23. Pedro Paulo  |  fevereiro 22, 2011 às 2:54 am

    Apesar de ter achado o Sean Penn um pouco arrogante quando falou que é uma pena que o Cage tenha se vendido a filmes comerciais, infelizmente é a mais pura verdade. É um dos meus atores favoritos, mas eu tô esperando com o dedo no relódio uma excelente interpretação dele desde “Adaptação” (e já se vão 9 anos).

    Esses cabelos dele são realmente tensos…

    Responder
  • 24. Wallace  |  fevereiro 22, 2011 às 10:01 pm

    Nossa, Kamila, como você é boazinha… achei CAÇA ÀS BRUXAS uma bela de uma bomba, mais uma para a coleção já vasta do Nicolas Cage. Acho uma pena que esse grande ator se entregue a esse tipo de filme. E também lamento mais um desperdício de um período histórico tão rico quanto a Idade Média pelo cinema hollywoodiano. Não fazem bons filmes sérios sobre o período, e nem boas aventuras despretensiosas.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,057 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: