Incontrolável

janeiro 27, 2011 at 10:43 pm 18 comentários

É muito certo dizer que o ator Denzel Washington se transformou no ator favorito do diretor Tony Scott. Com “Incontrolável”, a mais nova parceria dos dois, são cinco os filmes que ambos realizaram juntos. Eu entendo Tony Scott. É difícil não gostar de Denzel Washington. Ele tem uma característica rara entre os atores. Ele tem um biotipo e uma credibilidade que o permite interpretar qualquer tipo de pessoa, seja ele um guarda-costas, um agente especial, um militar, um professor, um pai atordoado, um policial corrupto, um líder inspirador, entre outros tipos que Washington já teve a chance de interpretar.

Baseado em uma história real, o personagem principal de “Incontrolável” é o trem 777, que – por causa de uma combinação de erro humano e azar – está desgovernado e pronto para causar um enorme estrago em uma área residencial do Sul da Pensilvânia. Após várias tentativas frustradas de parar o trem, entram em ação o maquinista Frank (Washington) e o condutor Will (Chris Pine), que estavam tendo um dia de trabalho normal até que decidem correr atrás do trem quando a maioria já tinha desistido disso e estava se preparando para o pior.

O material escrito por Mark Bomback é perfeito para um diretor como Tony Scott. O irmão mais novo de Ridley Scott é um diretor nato de filmes de ação que atualizou bastante seu estilo, como provam as suas obras mais recentes. Com a experiência que possui, Scott é o cara certo para imprimir à trama de “Incontrolável” o clima de tensão que a história exige. O filme tem um ritmo frenético, que vai fazer com que você fique tão agoniado que você só vai se mexer da cadeira quando tudo tiver uma conclusão. É importante mencionar que isso também é fruto do competente trabalho de edição de Chris Lebenzon e Robert Duffy.

O outro grande trunfo de “Incontrolável” também está relacionado ao roteiro de Mark Bomback. Todas as pessoas envolvidas no planejamento de evitar o descarrilhamento do trem 777 são personagens muito bem construídos, especialmente em relação à função de cada um na trama. Você terá “ódio” das pessoas certas, você irá se comover ou se apreender nos momentos certos e, principalmente, você sentirá empatia pelas pessoas certas – ao ponto de, no final de tudo, ser impossível não vibrar junto de Frank, Will e Connie (Rosario Dawson).

Cotação: 8,5

Incontrolável (Unstoppable, 2010)
Direção: Tony Scott
Roteiro: Mark Bomback
Elenco: Denzel Washington, Chris Pine, Rosario Dawson, Ethan Suplee, Kevin Dunn, Kevin Corrigan, Jessy Schram

Entry filed under: Cinema.

Comentando as Indicações ao Oscar 2011 Previsões para os Vencedores do SAG Awards 2011

18 Comentários Add your own

  • 1. Flávio  |  janeiro 27, 2011 às 10:55 pm

    Oi Kamila, Chris – “cabeção” -Pine rs, ainda não me convenceu completamente. Vou assistir a este filme para ver o que acho dele.

    Responder
    • 2. Kamila  |  janeiro 27, 2011 às 11:46 pm

      Flávio, eu gosto do Chris e acho que ele foi bem neste filme.

      Responder
  • 3. Paulo Ricardo  |  janeiro 28, 2011 às 3:00 am

    Depois de Dejavu e O Sequestro do Metrô 123 eu estava com medo de Tony Scott,ambos os filmes tinham uma montagem rápida e a uma fotografia afetada.Era uma direção exagerada e Incontrolavel foi uma surpresa pq são 90 minutos de puro entretenimento com qualidade e um roteiro logico.Confesso que achei a nomeação na categoria edição de som exagerada,mas é um bom passatempo.bjs.

    Responder
  • 4. bruno knott  |  janeiro 28, 2011 às 3:43 am

    Concordo com você… o Denzel Washington serve pra quase qualquer tipo de papel!!

    Fiquei bem interessado nesse filme, principalmente por esse estilo frenético q vc ressaltou.

    Não sou o maior fã do Tony Scott (nem do Ridley), mas ele tem suas qualidades!

    Responder
  • 5. Alan Raspante  |  janeiro 28, 2011 às 10:30 am

    Ainda não assisti, como de costume. Mas também não estava botando tanta fé no filme assim. Pelo visto vale muito a pena. Sem contar que gosto da Rosario Dawson, rs

    []s

    Responder
    • 6. Kamila  |  janeiro 28, 2011 às 10:44 pm

      Paulo, mas o Tony mudou o estilo dele. Ele se atualizou como diretor, essa é a verdade. Eu adorei esse filme! Beijos!

      Bruno, eu recomendo o filme. Bem legal.

      Raspante, vale a pena, sim!

      Responder
  • 7. cleber eldridge  |  janeiro 28, 2011 às 1:22 pm

    Conforme fui vendo os filmes de Tony Scott só fui pegando mais e mais raiva, não consigo gostar de nenhum deles ;x

    Responder
  • 8. Weiner  |  janeiro 28, 2011 às 3:14 pm

    Nunca soube dizer se gosto ou não de Tony Scott, mas concordo que seu talento é notável dentro do gênero ação. Talvez por não ser o meu tipo de filme preferido, tenho adiado a sessão de Incontrolável… Mas vou corrigir isso, ao menos soa como passatempo de luxo.
    Beijos!
    P.S E é verdade, o Washington poderia se passar por muitas coisas e sempre estaria convencendo…

    Responder
  • 9. João Paulo  |  janeiro 28, 2011 às 4:07 pm

    Não foi feito para pensar …
    Não foi feito para refletir …

    Foi feito mesmo para você ficar com os dedos roendo na cadeira e entrar uma viagem de deixar sem folêgo. Isso é puro cinema pipocão feito de quem entende de cinema pipocão e o melhor de tudo … sem efeitos especiais … tudo real para deixar mais crivel.

    Abraços Milla.

    Responder
    • 10. Kamila  |  janeiro 28, 2011 às 10:45 pm

      Cleber, eu gosto do tipo de filme que ele dirige.

      Weiner, eu adoro esse tipo de filme. Beijos!

      João Paulo, exatamente. Abraços!

      Responder
  • 11. Otavio Almeida  |  janeiro 28, 2011 às 8:03 pm

    Tony Scott faz qualquer filme, em qualquer lugar. Sem frescura! É só dar um roteiro na mão dele.

    Bjs! Bom final de semana!

    Responder
    • 12. Kamila  |  janeiro 28, 2011 às 10:46 pm

      Otavio, concordo! Beijos e bom final de semana!

      Responder
  • 13. Cristiano Contreiras  |  janeiro 29, 2011 às 5:22 am

    Acho que o filme tem uma tensão incrível, é difícil não se prender e Denzel Washington é um ator ótimo, sempre! É um bom entretenimento!

    beijo

    Responder
  • 14. Wally  |  janeiro 30, 2011 às 12:11 am

    Quando Scott quer de verdade, ele faz uns filmes bem emocionantes. Caso de Chamas da Vingança. Espero que Incontrolável seja deste tipo mesmo.

    Responder
    • 15. Kamila  |  janeiro 30, 2011 às 1:18 pm

      Cristiano, concordo contigo! Beijo!

      Wally, concordo! E “Incontrolável” é um bom filme!

      Responder
  • 16. Rodrigo  |  janeiro 30, 2011 às 4:52 pm

    Também gostei do filme, te envolve e acaba antes de qualquer enrolação. As atuações estão boas, maso filme é do trem mesmo. E o roteiro perde tempo em aprofundar os personagens, algo raro em filmes assim. Muito bom.

    Responder
    • 17. Kamila  |  janeiro 30, 2011 às 9:12 pm

      Rodrigo, o trem é o personagem principal do filme, não tenho dúvida. Exatamente! Muito bom!

      Responder
  • 18. nilo  |  janeiro 31, 2011 às 3:48 am

    baixei mas não tinha visto ainda… pela nota que vc deu verei essa semana.. :p

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,035 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: