Comentando o Golden Globes Awards 2011

janeiro 17, 2011 at 4:22 am 29 comentários

O 68th Annual Golden Globe Awards terminou com uma má notícia e algumas boas notícias. A má notícia vai para aqueles que esperavam um pouco mais de emoção nesta temporada de premiação: infelizmente, a esta altura do campeonato, os prêmios principais já estão todos definidos. Só uma catástrofe muito grande vai tirar os Oscars das mãos de: “A Rede Social”, David Fincher, Colin Firth, Natalie Portman, Christian Bale, Melissa Leo e “Toy Story 3”. Aaron Sorkin também já está com seu troféu na mão. As brigas mais indefinidas, talvez, se encontram nas categorias de Roteiro Original e Trilha Sonora Original (ainda acho que Hans Zimmer é o favorito ao Oscar, apesar da derrota de hoje).

As boas notícias vieram do show de premiação em si, a começar pelo mestre de cerimônias, o comediante inglês Ricky Gervais. Apesar de algumas piadas que já perderam a graça (como as que ele sempre faz com Steve Carell), Gervais superou sua morna performance no ano passado com um excelente monólogo de abertura, em que ele atirou piadas “ofensivas” para todos os lados, independente das relações que os seus alvos possuem com as pessoas que estavam justamente ali dentro daquela sala.

Um outro detalhe que chamou a atenção, na premiação, foi a falta de medo, tanto por parte de Ricky Gervais, quanto dos apresentadores ou agraciados, em tirar onda com os membros da própria Hollywood Foreign Press Association (HFPA), a qual outorga os Golden Globe Awards. A verdade é que, hoje em dia, a premiação perdeu muito de sua credibilidade, especialmente porque todos sabem que eles indicam e premiam aqueles profissionais que ficam bem próximos das diversas ações de divulgação e eventos que eles promovem ao longo dos anos. Por isso, é cômico ver gente do porte de Robert de Niro tirando onda do fato de que os jornalistas estrangeiros, na verdade, são mais fãs de cinema e adoram tirar fotos com as celebridades – me lembro de um ano em que, em um evento da HFPA, Tom Cruise passou horas tirando fotos com os jornalistas e acabou sendo indicado por “O Último Samurai” na premiação seguinte.

Robert Downey Jr. foi o melhor apresentador disparado da noite, com um senso de humor ácido e que, com certeza, o qualifica como um possível mestre de cerimônias não só de um Globo de Ouro, quanto de um Oscar. Eu acho que ele poderia fazer isso, vocês concordam?

Numa noite de prêmios esperados, as grandes surpresas vieram nas categorias de Melhor Filme Estrangeiro, para o filme dinamarquês “In a Better World”, e para a atriz Katey Sagal, de “Sons of Anarchy”, na sempre forte categoria de Best Actress in a Television Series – Drama.

Também tivemos alguns momentos bem constrangedores na noite. Exemplos: a falta de senso de humor de Melissa Leo com a brincadeirinha do pessoal, após ela dizer que as duas horas que ela passou com o diretor David O. Russell num hotel foram inesquecíveis; a cara de tacho de Matt Damon ao apresentar o prêmio Cecil B. De Mille Award para Robert de Niro (acho que Leonardo di Caprio ou Martin Scorsese estavam ocupados hoje… Mas, ei, não era melhor ter convidado o Al Pacino, ator que tem uma trajetória parecida com a de Robert de Niro e já estava lá de qualquer forma?); e a constante necessidade das câmeras em filmar Angelina Jolie e Brad Pitt (até eles estavam visivelmente incomodados com isso).

Para finalizar, não seria um show de premiação se não tivéssemos momentos bonitos. Destaco três, neste Globo de Ouro 2011: a vitória de Claire Danes, que foi demoradamente abraçada pela verdadeira Temple Grandin, o que a levou às lágrimas e à entrega de um discurso belo; o discurso um tanto inspirador do Chris Colfer (o que ele disse me lembrou a America Ferrera quando ganhou o Golden Globe pela primeira temporada de “Ugly Betty”) e, finalmente, o discurso de Natalie Portman. Ela, sim, está sabendo fazer a lição direitinho nesta temporada de premiação. Uma postura discreta e agradecida nas entrevistas do tapete vermelho; uma disposição incrível para estar nos eventos divulgando não só a sua atuação, como também o seu filme e, principalmente, entregando discursos que possuem tons pessoais, mas que contêm elementos que mostram o quanto ela sabe quais são as pessoas que a ajudaram a chegar neste momento, no auge de sua carreira. Não tenho dúvidas de que ela está pavimentando muito bem o caminho dela para a conquista do Oscar 2011 de Melhor Atriz.

Entry filed under: Diversos, Prêmios.

Cena da Semana Os Melhores Momentos do Golden Globes 2011

29 Comentários Add your own

  • 1. Louis Vidovix  |  janeiro 17, 2011 às 4:29 am

    Ka, acho que o próprio Gervais percebeu que passou da conta. Estava claro que as piadas só eram engraçadas pra nós, outsiders. O pessoal que compareceu a cerimônia parecia bem constrangido, embaraçado e temeroso de se tornar as próximas vítimas desse humor cortante. Apesar de não surpreender nos resultados (e mesmo as opções que ninguém esperava, como Paul Giamatti, não devem repercutir em outros círculos), não achei as escolhas tão ruins assim, já que é uma ótima safra para o cinema. E ODIEI o discurso da Natalie, que ao contrário da classuda Annette, pareceu estar bradando demasiadamente por um Oscar (voltou até a geração da avó pra mencionar a própria gravidez).

    PS: Obrigado pela companhia na cobertura via Twitter ! Beijo 😉

    Responder
  • […] This post was mentioned on Twitter by Vasconcelos, A.. Vasconcelos, A. said: RT @sociedadebbc: CinéfilaporNatureza Comentando o Golden Globes Awards 2011 http://bit.ly/etqJlf […]

    Responder
  • 3. Mayara Bastos  |  janeiro 17, 2011 às 4:48 am

    Concordo com seu comentário. Gostei do Gervais aqui, ano passado, ele quase me fez dormir. Bem lembrado sobre o Downey Jr., ele me surpreendeu. Não sei se ria da apresentação ou do figurino dele. rsrsrs. E me emocionei em ver a verdadeira Temple Grandin na premiação e com o discurso da Natalie. O resto… foi isso. Surpresas: Giamatti, a canção de “Burlesque” e filme estrangeiro.

    Beijos! 😉

    Responder
    • 4. Kamila  |  janeiro 17, 2011 às 1:58 pm

      Louis, eu concordo que as piadas do Gervais só tiveram graça para a gente mesmo. O pessoal tava meio constrangido e ansioso para as próximas “vítimas” dele. rsssrsrsrs Concordo que foi uma boa leva de vencedores. E, ao contrário de você, gostei muito da Natalie. Beijo! E obrigada a você pela companhia na noite de ontem! 🙂

      Mayara, o figurino do Downey, realmente, estava meio diferente… Não considero Giamatti e a canção de “Burlesque” como surpresas. Beijos!

      Responder
  • 5. Alan Raspante  |  janeiro 17, 2011 às 11:12 am

    Não pude acompanhar a premiação, apenas vi alguns comenários via twitter mesmo, rs
    Enfim, ótimo texto. Me dexou a par dos acontecimentos da cerimônia!!!

    Abs 🙂

    Responder
  • 6. cleber eldridge  |  janeiro 17, 2011 às 11:47 am

    Minha única surpresa foi ver a Melissa Leo levando, mas, até que foi interessante, acho que o mesmo deve voltar acontecer no SAG e no OSCAR, mas, ainda espero que a Benning leve a estatueta ;D

    Responder
  • 7. Reinaldo Matheus Glioche  |  janeiro 17, 2011 às 12:31 pm

    Belas ponderações Ka. E me junto a vc por Robert Downey Jr. como host de qualquer cerimônia de premiação. O cara é um arraso!
    Tb achei que Gervais melhorou em relação ao ano passado!

    Bjs

    Responder
    • 8. Kamila  |  janeiro 17, 2011 às 1:59 pm

      Raspante, obrigada! Abraços!

      Cleber, não acho que a Melissa Leo tenha sido uma surpresa e acho difícil a Bening vencer o Oscar.

      Reinaldo, obrigada! Beijos!

      Responder
  • 9. Amanda Aouad  |  janeiro 17, 2011 às 1:04 pm

    Sua análise do panorama está ótimo. Poucas surpresas nos aguardam na noite do Oscar.

    Achei que Ricky Gervais exagerou um pouco, a piada que ele fez com Robert Downey Jr. foi grosseira demais (vocês conhecem ele mais pelas clínicas que passou…) Mas, concordo que Downey Jr. estava ótimo e tirou de letra ao pegar o microfone e dizer que apesar das piadas grosseiras, o show estava ótimo. A brincadeira que ele fez com as atrizes indicadas tb foi legal. Gostei da apresentação de Steve Carell e Tina Fey também.

    Responder
  • 10. Flávio J.  |  janeiro 17, 2011 às 1:29 pm

    Kamila, acho que Natalie só está segura se vencer o SAG, pois como ela provavelmente vence o BAFTA, não tem porque perder.Agora se dar Annette no SAG, a expectativa vai ser grande…e o caminhar do Bridges até a revelação do nome da vencedora será longo.

    Responder
  • 11. Paulo Ricardo  |  janeiro 17, 2011 às 1:42 pm

    Eu gostei da premiaçõa,mas algumas piadas de Rick Gervais são de muito mal gosto(principalmente com Downey Jr. sobre o periodo que o astro teve problemas com drogas).Sobre os vencedores Kamila,fiquei muito surpreso com a vitória de A Rede Social na categoria trilha sonora e muito mais surpreso ainda com a vitória da talentosissima Melisa Leo(gosto de atriz com cara de gnt,sem plastica e botox e ela segue essa linha),gostei do discurso dela sobre o momento que o agente ofereceu o papel a ela e também do agradecimento a Mark Wahlberg.A homenagem a Robert De Niro foi otima e ela realmente é um dos grandes da história.Kamila,vejo uma briga acirrada ente Annette Bening e Natalie Portman na categoria atriz e Aaron Sorkin leva roteiro adapto no Oscar,mas quem sabe Nolan não leva original?No final das contas gostei muito da premiação e a consagração de A Rede Social que é um filme q gostei muito.Vamos falar muito sobre essa premiação essa semana.Beijos Kamila.

    Responder
    • 12. Kamila  |  janeiro 17, 2011 às 2:05 pm

      Amanda, gostei de Fey e Carell também e concordo sobre o tom “agressivo” das piadas do Gervais, mas esse é o estilo dele.

      Flávio, eu discordo de você. Acho que a Natalie está bem segura rumo ao Oscar. Não sei se o SAG, se ela perder, fará alguma diferença.

      Paulo, eu concordo que algumas piadas do Gervais foram de extremo mau gosto, mas o estilo dele é assim. A vitória de “A Rede Social” em Trilha Sonora não me surpreendeu. Achei a homenagem à Robert de Niro muito fraca. E não vejo essa briga acirrada entre a Bening e a Portman. Para mim, tá tudo definido já, em Melhor Atriz. Beijos!

      Responder
  • 13. Ramon  |  janeiro 17, 2011 às 1:43 pm

    É isso aí, Kamila. Bom resumo.
    Gostei do Downey Jr, também. Podia apresentar o OSCAR. hehe!

    Abs!

    Responder
    • 14. Kamila  |  janeiro 17, 2011 às 2:07 pm

      Ramon, obrigada! Abraços!

      Responder
  • 15. Mateus Souza  |  janeiro 17, 2011 às 2:23 pm

    Gostei da cerimônia e dos premiados. O Gervais, mais uma vez, foi muito engraçado – é verdade que ele pega pesado, mas está aí a graça. E não vi ninguém muuto ofendido (com exceção do Tim Allen, que ficou visivelmente constrangido), a maioria na mesma hora retribuia com outra piada no mesmo sentido – a piada com o Bruce Willis foi a melhor.

    Quanto aos premiados, gostei. A Rede Social merecia mesmo. Só não me convenço muito de seu sucesso no Oscar. Apesar de tudo indicar a isso, só com a premiação dos sindicatos que vem a cabal confirmação.

    =]

    Responder
    • 16. Kamila  |  janeiro 17, 2011 às 2:36 pm

      Mateus, Tim Allen, Robert Downey Jr. e Steve Carell não gostaram das piadas dirigidas a eles por Gervais. Eu concordo que ele pega pesado, mas esse é o estilo dele. Eu acho que “A Rede Social” perdura seu sucesso até o Oscar.

      Responder
      • 17. Mateus Souza  |  janeiro 18, 2011 às 2:56 am

        Deve perdurar até o Oscar também, mas só aposto quando sairem os prêmios dos sindicatos, hehe. Quanto ao Downey Jr e o Carrel, acho que não se ofenderam. Os dois tem muito bom humor e a piada usada com o Carrel já foi usada muitas vezes, hehe, inclusive ano passado (o Gervais é o criador do The Office original, que nos EUA deu fama ao Carrell).

        =]

  • 18. Weiner  |  janeiro 17, 2011 às 4:05 pm

    Foi uma festa que não brilhou nem apagou, ou seja, do tipo que você fica indiferente à quase tudo. Adorei o discurso de Natalie também (uma das melhores coisas da noite), achei o Gerais hilário por vezes e infeliz na piada com o Downey Jr… Odiei a vitória de Fincher, num de seus filmes menos pessoais… Mas enfim, GG é sempre igual, né? E eu, faça chuva ou sol, estarei assistindo ao prêmio em 2012. Reclamo mas não vivo sem tanta previsibilidade. =)
    Beijos!

    Responder
  • 19. Otavio Almeida  |  janeiro 17, 2011 às 4:18 pm

    Eu adorei o Ricky Gervais e o Robert Downey Jr. E concordo sobre Natalie Portman. Acho que não dá mais para Annette Bening.

    bjs!

    Responder
  • 20. Cassiano  |  janeiro 17, 2011 às 6:09 pm

    Adorei o Gervais, a melhor coisa da noite, de resto o de sempre Kamila, prêmios que não dizem nada com nada, agradecimentos enfadonhos, e o lobby de sempre.

    Downey Jr., ao contrário do q falou, achei um tanto qto sem graça pela piada do Gervais, ao contrário de Bruce Willis.

    Responder
    • 21. Kamila  |  janeiro 17, 2011 às 10:02 pm

      Weiner, eu acho o filme do Fincher extremamente pessoal, mas, assim como você, estou na torcida por “A origem”. 🙂 Beijos!

      Otavio, eu também acho que não dá mais para a Annette. Beijos!

      Cassiano, o lobby de sempre, isso é uma pura verdade. O Downey Jr., realmente, parece que ficou puto com a piada do Ricky.

      Responder
  • 22. Jonathan Nunes  |  janeiro 17, 2011 às 9:30 pm

    Kamila, concordo com você quanto ao Downey Jr. ele foi muito feliz na sua apresentação (acho que a HFPA deve ter se tocado que poderia ter dado uma indicação a ele por “Parte de Viagem” no lugar de uma das indicações do Depp.
    Do mais uma premiação bem legalzinha, deu para começar o período dourado das premiações.
    Abs.

    Responder
    • 23. Kamila  |  janeiro 17, 2011 às 10:03 pm

      Jonathan, eu também acho que ele ou o Zalifianakis poderiam ter sido lembrados naquela categoria. Abraços!

      Responder
  • 24. Luis Galvão  |  janeiro 17, 2011 às 11:21 pm

    Continuo achando o Gervais um chato (mas é problema com o ator em si). E estou adorando Portman, de fato, se comportando como uma merecedora do Oscar. E qualquer surpresa que a gente poderia esperar vai por água abaixo. O que resta é torcer e ficar atento a categoria ‘menores’ como trilha, direção de arte e estrangeiro, que podem surpreender.

    Responder
  • 25. Rodrigo  |  janeiro 18, 2011 às 12:13 am

    Realmente Rober Downey Jr e Ricky Gervais deram um show. E ainda quero o Globo de Ouro para A Origem. Show previsível

    Responder
    • 26. Kamila  |  janeiro 18, 2011 às 12:54 am

      Luís, verdade. Agora, é prestar atenção nas categorias menores.

      Rodrigo, eu torço por “A Origem” também.

      Responder
  • 27. Afonso  |  janeiro 18, 2011 às 2:13 am

    Olá Kamila! Tudo certo? Então, eu gostei dos GG desse ano, acho que os vencedores dessa temporada serão esses mesmos. Mas não significa que eu os ache os melhores… Por exemplo, adoro a Melissa Leo, mas particularmente não gosto do trabalho dela em O Vencedor, achei muito caricato pra não dizer exagerado, prefiro a modernidade da Mila Kunis. Outra coisa, se a Natalie Portman (perfeita =P) perder pra Annette Bening ficarei revoltado! Hahaha! Não acho a atuação de Bening estupenda, é boa, e só isso, aliás, a da Moore é bem mais interessante. Bom, quanto aos filmes… Ao meu ver o mais tocante foi Toy Story 3, mas está longe de uma animação receber tal honraria, portanto a briga é entre A Rede Social e A Origem, mas como este é um blockbuster é certo que não vai ganhar (vide Avatar), é só esperar a chuva de prêmios para o filme do facebook. Até mais. Beijos

    Responder
  • 28. Cristiano Contreiras  |  janeiro 18, 2011 às 2:07 pm

    No geral, gostei das premiações.

    mas, é uma pena Nolan ter saído de mãos abanando, não?

    beijo!

    Responder
    • 29. Kamila  |  janeiro 18, 2011 às 10:47 pm

      Afonso, tudo bem, e com você? Eu ainda preciso conferir todos os filmes para tecer comentários sobre os indicados! Mas, apreciso seu insight por aqui! Beijos!

      Cristiano, eu também gostei, no geral, dos prêmios. Uma pena Nolan ter saído de mãos abanando! Beijo!

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,127 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: