Amor à Distância

setembro 24, 2010 at 10:28 pm 29 comentários

Um dos elementos mais interessantes na comédia romântica “Amor à Distância”, da diretor Nanette Burstein, é que o que mais importa para o roteiro escrito por Geoff La Tulippe não é a construção do relacionamento amoroso entre Erin (Drew Barrymore) e Garrett (Justin Long). Está na cara que eles formam um ótimo casal e que eles possuem muita coisa em comum. O que interessa mesmo para a abordagem narrativa deste filme é o momento crucial em que eles decidem levar o namoro a sério, em circunstâncias que são nocivas a qualquer coração apaixonado, uma vez que ela mora em San Francisco e ele em Nova York. 

Erin e Garrett se conheceram na Big Apple enquanto ela estava estagiando em um jornal da cidade. Eles se envolvem sabendo que só possuem aquelas seis semanas para aproveitar da companhia um do outro. Mas, a conexão é tão boa que eles, mesmo na distância, querem provar que ainda podem permanecer juntos. Falar dos sacrifícios, das surpresas, das dificuldades, do esforço contínuo que é necessário para se manter uma relação deste tipo é que transforma “Amor à Distância” numa comédia romântica diferenciada. 

O roteiro tem outro ponto bem legal, que é a construção dos personagens principais. Ao se envolverem, tanto Erin quanto Garrett vão ter que enfrentar os maiores medos que eles possuem em relação à namoros. Ela já abdicou, uma vez, de sua vida própria para viver um amor e se deu mal. Ele tem dificuldades sérias para se entregar por completo nos seus relacionamentos. Quando os dois decidem permanecer juntos, vão ter que trabalhar estas suas duas lacunas e ver a transformação deles é muito legal. 

“Amor à Distância” se aproveita de vários acertos. Os elementos citados do roteiro são somente alguns deles. Outros: a química já existente entre o casal (ou seria ex-casal? Uma vez que eles vivem mantendo o mistério sobre o envolvimento deles) Justin Long e Drew Barrymore; e o elenco de apoio formado por Jason Sudeikis, Charlie Day, Christina Applegate e Jim Gaffigan. O filme tem momentos fofos e delicados que mostram que, para se levar um relacionamento à sério, é preciso muito, mais muito trabalho. 

Cotação: 7,0

Amor à Distância (Going the Distance, 2010)
Direção: Nanette Burstein
Elenco: Drew Barrymore, Justin Long, Charlie Day, Jason Sudeikis, Christina Applegate, Ron Livingston, Jim Gaffigan

Entry filed under: Cinema.

Par Perfeito Cena da Semana

29 Comentários Add your own

  • 1. Candy Pop  |  setembro 24, 2010 às 10:43 pm

    Oi Kamila, eu daria tbm 7 ao filme, eu gostei , é bastante agradavel, e cativante. Acho que o filme foi um pouco fraco, em questão da história, assim, sem mto ” rumo ”, Não sei dizer ao Certo (:

    Responder
    • 2. Kamila  |  setembro 24, 2010 às 10:45 pm

      Candy, discordo em relação ao seu comentário sobre o “rumo” da história. Eu adorei o desenvolvimento do roteiro, como bem disse no meu texto.

      Responder
  • 3. Paulo Ricardo  |  setembro 25, 2010 às 12:35 am

    Atualmente se fala muito na volta por cima que Mickey Rourke e Robert Downey Jr. deram na carreira,mas poucos se lembram o drama que essa talentosa atriz chamada Drew Barrymore passou tambem.Assim como Rourke e Downey Jr.,a bela atriz também teve problemas com drogas,mas diferentes deles ela tinha apenas 13 anos de idade e ja estava num estágio avançado de vicio e dependencia.Legal ver a vitória do ser humano,independete se for celebridade ou uma pessoa “comum”,o que a recuperação de Barrymore mostrou é que o ser humano e capaz de se superar sempre.Beijos Kamila.

    Responder
    • 4. Kamila  |  setembro 25, 2010 às 12:38 am

      Paulo, verdade. Bem lembrado! A Drew, praticamente, reinventou sua carreira e hoje é uma produtora e atriz de sucesso. Beijos!

      Responder
  • 5. Amanda Aouad  |  setembro 25, 2010 às 1:24 am

    A virada na carreira de Drew Barrymore é mesmo de tirar o chapéu. Ninguém acreditava, é bom ver que as pessoas podem superar esses problemas. Já o filme não me encantou tanto.

    Responder
    • 6. Kamila  |  setembro 25, 2010 às 2:10 am

      Amanda, pena que não se encantou tanto assim com o filme. Eu adorei!

      Responder
  • […] This post was mentioned on Twitter by tudodocinema, Blogueiros Cinéfilos. Blogueiros Cinéfilos said: CinéfilaporNatureza Amor à Distância http://bit.ly/cL0SYw […]

    Responder
  • 8. alan raspante.  |  setembro 25, 2010 às 10:53 am

    Só estou esperando estreiar, estou com bastante vontade de ver, gosto de comédias românticas e da Drew Barrymore, rs

    Abs.

    Responder
    • 9. Kamila  |  setembro 25, 2010 às 12:14 pm

      Raspante, também gosto de comédaias românticas e da Drew Barrymore.

      Responder
  • 10. Reinaldo Matheus Glioche  |  setembro 25, 2010 às 2:28 pm

    Estamos em completa sintonia em relação as comédias românticas nesta temporada Ka. Mesmo que à distância. rsrs.
    bjs

    Responder
  • 11. Mateus Souza  |  setembro 25, 2010 às 5:17 pm

    Uma boa comédia romântica. Sabe em qual gênero se enquadra, usa de seus elementos e, melhor, não é daqueles “enlatados” que estamos acostumados a ver por aí.

    Responder
    • 12. Kamila  |  setembro 25, 2010 às 5:32 pm

      Reinaldo, verdade! srsrsrsrsrs Beijos!

      Mateus, exatamente.

      Responder
  • 13. cleber eldridge  |  setembro 25, 2010 às 7:47 pm

    Alguns gostaram outros não, não sei o que esperar do filme!

    Responder
    • 14. Kamila  |  setembro 25, 2010 às 8:42 pm

      Cleber, em casos assim, eu sempre digo que o melhor é mesmo assistir e tirar as suas próprias conclusões sobre o assunto.

      Responder
  • 15. Candy Pop  |  setembro 25, 2010 às 9:39 pm

    Kamila, preciso fazer uma pergunta pra você, rsrs.
    Qual filme você assistiu, e deu Nota 10? (:

    Responder
  • 16. Cassiano  |  setembro 25, 2010 às 11:22 pm

    Gosto da Drew Barrymore, e acho a Christina Applegate uma ótima comediante. Mas desconhecia esse filme.

    Responder
    • 17. Kamila  |  setembro 26, 2010 às 12:49 pm

      Candy, ih, alguns. Neste ano, recentemente, “A Origem”, “Avatar” e “Direito de Amar”.

      Cassiano, eu só ouvi falar dele também quando ele estreou por aqui.

      Responder
  • 18. Roberto Queiroz  |  setembro 26, 2010 às 3:17 pm

    Eu fui só por causa da Drew Barrymoore, mas acabei curtindo mais do que Par Perfeito (tenho sérios problemas com filmes do Ashton Kutcher!) e idas e vindas do amor. Pelo menos o diretor se propôs a fazer um entretenimento válido (diferente de certas produções que andam rolando por aí atualmente.

    Responder
  • 19. Mayara Bastos  |  setembro 26, 2010 às 5:16 pm

    Já estava curiosa pelo filme por causa daquela cena que você colocou, aliás, um filme como esse é sempre bem vindo para passar o tempo. À conferir.

    Beijos! 😉

    Responder
  • 20. bruno knott  |  setembro 26, 2010 às 9:09 pm

    Mesmo sendo um assunto batido, parece um bom filme… vou conferir sim!

    Responder
    • 21. Kamila  |  setembro 26, 2010 às 11:49 pm

      Roberto, eu também curti este filme mais que “Par Perfeito” e “Idas e Vindas do Amor”. Talvez, por ser uma comédia romântica mais adulta.

      Mayara, com certeza! Confira! beijos!

      Bruno, confira!

      Responder
  • 22. Paulo Ricardo  |  setembro 27, 2010 às 9:43 am

    Kamila,eu dei uma reparada e notei que essa diretora Nanette Burstein é a mesma do documentário American Teen.Olha que agora animei em ver o filme,porque o documentário é otimo e já estava motivado pela Drew Barrymore(como eu já citei no meu 1°comentário).A conferir.Beijos e boa semana pra ti.

    Responder
  • 23. Kamila  |  setembro 27, 2010 às 12:21 pm

    Paulo Ricardo, nem sabia da existência desse documentário. E “Amor à Distância” foi o primeiro filme da diretora que eu assisti. Beijos e boa semana!

    Responder
  • 24. Wally  |  setembro 28, 2010 às 12:07 am

    É como eu disse, adoro os atores e veria por eles.

    Responder
  • 25. Cristiano Contreiras  |  setembro 28, 2010 às 5:17 am

    Não vejo nada de “novo” no roteiro, mas eu vou conferir o filme pra ver se é isso tudo que andam dizendo. Sua nota me espantou e o texto, veremos..

    E confesso achar a Drew sempre ela mesma…

    Beijo!

    Responder
    • 26. Kamila  |  setembro 28, 2010 às 11:57 pm

      Wally, e eles estão ótimos aqui!

      Cristiano, eu gosto pra caramba da Drew! Beijo!

      Responder
  • 27. Gente Grande « Cinéfila por Natureza  |  outubro 5, 2010 às 8:59 pm

    […] radical, existem situações em que roteiros que possuem este estilo funcionam muito bem, como “Amor à Distância” e “Se Beber, Não Case!”, mas a diferença, neste caso, é que “Gente Grande” ultrapassa […]

    Responder
  • 28. nilo  |  outubro 13, 2010 às 3:26 am

    ok.. pelo menos esse gostamos em comum.. rsrs

    pra mim esse filme tem um dos melhores dois primeiros minutos que eu já vi em minha vida… quase me mijei de rir… pode ter sido um pouco caricato mas foi mto bom a cena do debate sobre o presente de aniversário da paquerinha do personagem principal… achei mto melhor do que coincidencias do amor.

    Responder
    • 29. Kamila  |  outubro 13, 2010 às 10:08 pm

      Nilo, eu prefiro “Coincidências do Amor”, mas este filme aqui é bom! Uma ótima comédia romântica.

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,023 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: