Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo

junho 16, 2010 at 12:57 am 22 comentários

“Príncipe da Pérsia – As Areias do Tempo”, filme dirigido por Mike Newell, vem para salvar a temporada do Verão norte-americano. Deixe-me explicar: até agora, os blockbusters deste ano (“Robin Hood” e “Fúria de Titãs”) não cumpriram aquilo que prometiam e padeciam do mesmo mal: roteiro falho encoberto pela presença de uma excelente técnica cinematográfica. Talvez, este longa tenha dado muito certo porque ele tem um certo produtor chamado Jerry Bruckheimer, um cara que é especializado em entregar obras grandiosas e que, na maioria das vezes, obtêm um sucesso tremendo. Não deve ser diferente com “Príncipe da Pérsia – As Areias do Tempo”. 

Baseado em uma popular série de jogos de vídeo game, “Príncipe da Pérsia – As Areias do Tempo” tem como personagem principal Dastan (Jake Gyllenhaal), jovem que, quando criança, foi adotado pelo rei da Pérsia (Ronald Pickup) e se transformou num príncipe. Tratado e criado com as mesmas benesses que seus irmãos (Toby Kebbell e Richard Coyle), Dastan só não tinha o direito de ascender ao trono como eles. Grande guerreiro, dedicado e corajoso, Dastan – por não ter sangue real – acaba sendo o alvo mais fácil do plano de seu tio Nizam (Ben Kingsley), que pretende ser o rei soberano da Pérsia e leva os três sobrinhos a cometerem atos que acabam criando a discórdia entre eles. 

Acusado injustamente da morte do pai, após o reino da Pérsia invadir uma cidade considerada sagrada, Dastan passa a viver como um pária. Tendo a companhia da princesa da cidade que eles invadiram, Tamima (Gemma Arterton), o nosso heroi – depois de viver um período muito difícil – vai tentar colocar em prática um plano que faça com que as pretensões de Nizam (ele quer dominar uma adaga que tem o poder de mexer diretamente com o tempo, de mudar o curso dos acontecimentos) não se confirmem. 

“Príncipe da Pérsia – As Areias do Tempo” é um filme que oferece de tudo um pouco para a sua plateia: aventura, cenas de ação cheia de efeitos interessantes, romance, tensão e drama. O roteiro consegue nos envolver na história, Dastan é um personagem muito carismático e que estabelece uma dinâmica bem legal com a princesa Tamima (a química entre Gyllenhaal e Arterton é excelente). Ou seja, estamos diante de uma obra que cumpre totalmente aquilo que ela se propõe a fazer: entreter a audiência – que deve testemunhar, aliás, o nascimento de mais uma franquia de sucesso no cinema.

Cotação: 7,0

Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo (Prince of Persia: The Sands of Time, 2010)
Direção: Mike Newell
Roteiro: Boaz Yakim, Doug Miro, Carlo Bernardi (com base na história e na série de jogos de vídeo game criada por Jordan Mechner)
Elenco: Jake Gyllenhaal, Gemma Arterton, Ben Kingsley, Alfred Molina, Steve Toussaint, Toby Kebbell, Richard Coyle

Entry filed under: Cinema.

Cena da Semana Comentando o Trailer de “Never Let Me Go”

22 Comentários Add your own

  • 1. Robson Saldanha  |  junho 16, 2010 às 1:00 am

    É um bom filme, mediano mas que consegue divertir na medida do possível. Concordo com você e com a nota!

    Responder
  • 2. Thyago  |  junho 16, 2010 às 1:07 am

    Ainda não vi o filme, pretendo fazer isto ainda esta semana.
    Mas eu achava que você iria dar pelo menos um 8 pra ele XD
    Enfim, blockbuster, divertido e tem tudo para ser FINALMENTE o filme de games que todos os gamers do mundo esperavam, que finalmente fosse uma adaptação competente e não a estrupração mental que são os filmes do Uwe Bowl.

    Bela análise.

    Responder
  • 3. Vinícius P.  |  junho 16, 2010 às 1:16 am

    Um dos únicos comentários positivos que vi do filme até agora. Pela presença do Jake Gyllenhaal (sempre um dos meus atores preferidos), tenho que ver o filme de qualquer forma, mas é bom saber que cumpre sua função de entreter.

    Responder
    • 4. Kamila  |  junho 16, 2010 às 1:28 am

      Robson, que bom que concordamos em relação a esta obra

      Thyago, não! A nota que eu dei está boa demais! Obrigada!

      Vinícius, eu adorei mesmo este filme! Achei super divertido!

      Responder
  • 5. Nekas  |  junho 16, 2010 às 11:13 am

    Eu não tenho grande esperanças por parte deste filme pois sei que apenas vingará pelo entretenimento e não pela adaptação de um jogo espantoso como era Prince of Persia.

    Abraço
    Cinema as my World

    Responder
  • 6. Alexsandro Vasconcelos  |  junho 16, 2010 às 11:55 am

    Gostei um tanto menos que você. Acho a Arterton tão ruim aí quanto em Fúria de Titãs e a cada cena sua beleza dividia minha atenção com sua falta de competência em atuação. O Jake sempre se sai bem e aqui não foi diferente, mesmo não sendo esse um de seus melhores momentos. Ok, é um blockbuster, tem um final que vai deixar todo mundo feliz e os mais descompromissados vão até esquecer dos exageros que aconteceram durante a fita e contar os dias para o próximo filme da franquia.

    Responder
  • 7. Amanda Aouad  |  junho 16, 2010 às 11:55 am

    Já tínhamos conversado sobre isso, mas registro aqui para reforçar seus comentários. É um filme que cumpre o que promete, muita ação, diversão e um personagem carismático. E com certeza (aí é que não sei se é bom) vem continuação por aí.

    Responder
    • 8. Kamila  |  junho 16, 2010 às 4:18 pm

      Nekas, eu não conheço o jogo no qual este filme foi baseado, mas acho que a obra cumpre o seu papel de entreter. Como eu disse, no meu texto, é o melhor blockbuster que eu vi neste Verão norte-americano, até agora.

      Alexsandro, eu discordo de você em relação ao Gyllenhaal e à Arterton. Gostei bastante dos dois juntos.

      Amanda, eu concordo com tudo o que você disse.

      Responder
  • 9. bruno knott  |  junho 16, 2010 às 5:06 pm

    Hmm… dentre os três que você citou é o que eu mais tenho vontade de assistir. Não dá pra esperar mais do que um filme-pipoca, certamente!

    Responder
  • 10. Reinaldo Matheus Glioche  |  junho 16, 2010 às 6:59 pm

    Ainda não vi o filme, mas apesar do público não tê-lo abraçado como Bruckheimer previra, a crítica, em geral, parece ter a mesma percepção que você. Partindo do referencial dos filmes desta temporada, é lógico. Assim como vc o fez.
    bjs

    Responder
  • 11. Luis Galvão  |  junho 16, 2010 às 8:07 pm

    Também acho que ele cumpre e entrete a platéia, e – sinceramente – eu prefiro uma franquia dessa engatar do que um ‘Fúrias dos Titãs 2’.

    Responder
    • 12. Kamila  |  junho 16, 2010 às 11:31 pm

      Bruno, exatamente! É esse o espírito!

      Reinaldo, obrigada! Beijos!

      Luís, eu também prefiro esta franquia engatando uma segunda parte do que “Fúria de Titãs”.

      Responder
  • 13. marconi  |  junho 16, 2010 às 10:59 pm

    Eu esperava um pouco mais pelo investimento…
    a historinha é meio sem sal.
    mais um produto americano
    http://cinespaco.blogspot.com/

    Responder
    • 14. Kamila  |  junho 16, 2010 às 11:32 pm

      Marconi, eu discordo de você, mas respeito a sua opinião!

      Responder
  • 15. Ramon  |  junho 17, 2010 às 1:57 pm

    Kamila, nem me fala… estou tão de saco cheio com esses blockbusters repletos de CGI e com escassez de inteligência no roteiro que estou desgostando de escrever no blog. A partir de agora vou seguir uma linha mais parecida com a do Cassiano, escolhendo melhor as obras que assistir, e principalmente, resenhar.

    Ah, mas acho que Prince of Persia eu assistirei, sim.

    Abs!

    Responder
  • 16. Otavio Almeida  |  junho 17, 2010 às 5:31 pm

    É isso aí, Kamila! Diversão de primeira! Bjs!

    Responder
  • 17. James Cameron  |  junho 17, 2010 às 11:11 pm

    Jerry Bruckheimer a frente de um filme é garantia de superprodução! Não assisti ainda, mas sei que deve conseguir agradar facilmente todos que gostam de blockbusters. Algumas pessoas que assistiram disseram em outros sites de cinema que o filme parece um pouco com a franquia “A Múmia”. Mas pela crítica, acho que não!

    Responder
    • 18. Kamila  |  junho 17, 2010 às 11:26 pm

      Ramon, boa escolha de linha editorial, Ramon! 🙂 Aguardo seus novos posts. Abraços!

      Otavio, beijos!

      James Cameron, não acho que este filme se pareça com “A Múmia”. Nada a ver!!!!

      Responder
      • 19. James Cameron  |  junho 17, 2010 às 11:34 pm

        Tudo bem Kamila, obrigado por informar. De qualquer forma, acho que vou gostar, pelo que li na sua crítica! 🙂

  • 20. Cristiano Contreiras  |  junho 19, 2010 às 5:21 am

    Kamila, teu texto resumiu bem o que este filme é e oferece!
    Também adorei, curti e achei que ele entretém mesmo.
    Gostei do ritmo e até do visual, achei a fotografia muito boa tambem!

    Gyllenhaal e Arterton estão bem, sim! funciona mesmo, concordo!

    E, ah, dois amigos meus também acharam semelhanças aí com o tal A Múmia, vai entender! também acho “nada a ver”, rs

    Beijo

    Responder
  • 21. João Paulo  |  junho 20, 2010 às 1:47 pm

    Ainda não vi o filme Milla … FAAAAIL …
    Mas pelo menos pelos comentários, vejo que pelo menos é uma excessão e chega ser uma competente adaptação de videogame para o cinema, mas também a segunda parte da saga que começa o jogo As Areias do Tempo, tem uma linguagem mais épica e cinematógrafica. Pena que é um filme padrão Disney de qualidade … mas nois perdoa e a Gemma ajuda para isso …. ehehehe

    Abraços

    Responder
  • 22. Mandy  |  junho 20, 2010 às 11:01 pm

    To louca p/ ver, mas com o casamento chegando, n to tendo tempo de ir no cinema, acredita? =/

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,035 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: