Cena da Semana*

fevereiro 21, 2010 at 7:51 pm 25 comentários

* Atenção para os spoilers.

(O princípio do ato final de Infâmia [1961] – diretor: William Wyler)

Esta cena é importante, para “Infâmia”, por vários motivos. O primeiro deles: a personagem de Shirley MacLaine entrando em contato com a sua sexualidade reprimida, com aquilo que ela recusava a entender e assumir. Segundo: a personagem de Audrey Hepburn, não só abraçando o desabafo da amiga, como mostrando que vai estar com ela até o fim. Terceiro: a face da Sra. Tilford, a avó atormentada e devastada pela mentira contada pela neta, a qual, não só trucidou com a vida das duas amigas, mas teve efeitos irreversíveis na vida dela também.

O que fica conosco? Não existe reparação para algo que deixa marcas profundas na gente. As cicatrizes podem até passar, mas a dor é eterna e sempre irá existir a desconfiança.

Entry filed under: Cena da Semana.

Há Tanto Tempo que Te Amo Abraços Partidos

25 Comentários Add your own

  • 1. Jack Lewis  |  fevereiro 21, 2010 às 8:24 pm

    Não me lembro de quais filmes vi do diretor … também …
    não vi esse ainda, então …

    Responder
  • 2. Romeika  |  fevereiro 21, 2010 às 8:53 pm

    Nossa..profundo, mas concordo em tudo que vc diz nessa ultima frase. Nunca vi o filme, fiquei curiosa!

    Responder
    • 3. Kamila  |  fevereiro 21, 2010 às 9:34 pm

      Jack, vi alguns filmes do Wyler e esse foi um dos melhores.

      Romeika, assista! É um filme EXCELENTE!!!

      Responder
  • 4. Luis Galvão  |  fevereiro 21, 2010 às 11:31 pm

    Sou super fã de MacLaine, mas ainda não conferi esse clássico, por isso nem vi a cena. Porém o filme, irei vê em breve, com certeza.

    Responder
    • 5. Kamila  |  fevereiro 21, 2010 às 11:59 pm

      Luís, o filme tem disponível por completo no YouTube, porém sem legendas em português. Entretanto, o DVD nacional de “Infâmia” foi lançado recentemente e, portanto, recomendo a compra do mesmo!

      Responder
  • 6. Mayara Bastos  |  fevereiro 22, 2010 às 12:17 am

    Parece ótimo este filme, vou procurá-lo. E tenho curiosidade em conhecer alguns filmes do William Wyler.

    Beijos e tenha uma ótima semana! 😉

    Responder
    • 7. Kamila  |  fevereiro 22, 2010 às 12:39 am

      Mayara, conheça mesmo. O William Wyler é um excelente diretor. Beijos e ótima semana!

      Responder
  • 8. Reinaldo Matheus Glioche  |  fevereiro 22, 2010 às 1:13 am

    Nossa Kamila, que grande cena.Que ótima pedida. Que moemnto cinematográfico. E estou contigo, William Wyler é um dos maiores. Em tempos de Oscar, nunca é demais relembrá-lo. Bjs

    Responder
    • 9. Kamila  |  fevereiro 22, 2010 às 1:28 am

      Reinaldo, é uma grande cena mesmo! E em tempos de Oscar, nunca é demais mesmo relembrá-lo! Beijos!

      Responder
  • 10. bruno knott  |  fevereiro 22, 2010 às 1:58 am

    poxa, me interessei pelo filme…
    vou deixar pra ver a cena quando for assisti-lo!
    boa dica.

    Responder
  • 11. Fael Moreira  |  fevereiro 22, 2010 às 2:30 am

    Esse ano quero ver todos os filmes de Audrey Hepburn ou os mais importantes, pois não vi nenhum e quero conhecer o trabalho da atriz. Não vi a cena obdecendo o aviso de spoilers. Bjos.

    Responder
  • 12. Vinícius P.  |  fevereiro 22, 2010 às 5:17 am

    Como não vi o filme, pulei a cena. Mas uma ótima semana pra você!

    Responder
    • 13. Kamila  |  fevereiro 24, 2010 às 2:39 am

      Bruno K., obrigada!

      Fael M., eu amo a Audrey e já vi quase todos os filmes dela disponíveis no Brasil. Beijos!

      Vinícius P., obrigada! Ótima semana para você também!

      Responder
  • 14. Rafael Carvalho  |  fevereiro 22, 2010 às 2:03 pm

    Muito bonito isso que você escreveu, Kamila. Deu muita vontade de ver o filme. As únicas coisas que vi dele foram Ben-Hur e Rosa da Esperança. O primeiro é soberbo. O segundo é um ótimo drama de guerra.

    Responder
  • 15. Mattheus Rocha  |  fevereiro 22, 2010 às 2:24 pm

    Não concordo que a dor é eterna. Depende de como a tratamos. Podemos usá-la de forma positiva, e transformá-la em força.

    Responder
  • 16. Cassiano  |  fevereiro 22, 2010 às 6:22 pm

    Nunca vi esse filme, mas pela descrição é uma cena marcante. Lembrou a cena que Anthony Hopkins não deixa Emma Thompson ver o livro que lê em Retorno a Howard’s End.

    Responder
    • 17. Kamila  |  fevereiro 24, 2010 às 2:40 am

      Rafael C., obrigada! Espero que consiga assistir ao filme. É lindo!

      Mattheus, pode ser. Mas, a dor sempre existirá. Sempre será sombra.

      Cassiano, é marcante, sim! E eu nunca vi “Retorno a Howard’s End”.

      Responder
  • 18. Otavio Almeida  |  fevereiro 22, 2010 às 10:39 pm

    SENSACIONAL! Bjs!

    Responder
  • 19. Otavio Almeida  |  fevereiro 22, 2010 às 10:40 pm

    Ah, e Cassiano, você quis dizer VESTÍGIOS DO DIA, certo? Abs!

    Responder
  • 20. Alyson  |  fevereiro 23, 2010 às 3:38 pm

    Curiosamente estou numa fase de procurar filmes antigo e já estou pegando este. Não o conhecia e sua descrição sobre a cena realmente é um motivo a mais para vê-lo. Beijos!

    Responder
    • 21. Kamila  |  fevereiro 24, 2010 às 2:41 am

      Otavio, sensacional mesmo! Beijos!

      Alyson, espero que goste do filme. Beijos!

      Responder
  • 22. Alex Gonçalves  |  fevereiro 23, 2010 às 11:54 pm

    Kamila, por não ter visto ainda o filme, evitarei o vídeo, mas não é de hoje que muitos comentam e elogiam essa sequência de “Infâmia”.

    Responder
    • 23. Kamila  |  fevereiro 24, 2010 às 2:41 am

      Alex, essa sequência de “Infâmia” é muito bonita mesmo e merece elogios!

      Responder
  • 24. Cristiano Contreiras  |  fevereiro 24, 2010 às 3:47 am

    Kamila, Kamila

    entre em contato comigo, garota, per favore.

    postei esse filme em meu blog e queria que lesse, me surpreende essa boa sintonia que temos e seu bom gosto.

    esse é um dos melhores filmes da Audrey, uma pena poucos conhecerem, acho bem concebido e dirigido, bem atual até, atuaçoes otimas!

    Responder
    • 25. Kamila  |  fevereiro 24, 2010 às 9:29 pm

      Cristiano, concordo contigo. Este é um dos melhores filmes da Audrey. E estou postando minha crítica sobre “Infâmia” hoje.

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,349 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: