Encontro de Casais

janeiro 5, 2010 at 10:53 pm 21 comentários

Prestem atenção na ironia. Dos três roteiristas de “Encontro de Casais”, comédia dirigida por Peter Billingsley e que fala sobre quatro casais que viajam juntos em busca de reacender a chama de relacionamentos que já se encontram desgastados, somente um deles: o ator e diretor Jon Favreau é casado. Os outros dois, o ator Vince Vaughn e Dana Fox, nunca estiveram diante do altar – após a finalização deste texto, Vaughn se casou, porém, mesmo assim, ainda tem muito o que aprender sobre o assunto. Não sei o quanto da experiência de Favreau, no tema, tem ali dentro, mas a maneira como os relacionamentos são tratados no filme são um tanto quanto triviais. 

Temos o casal (Favreau e Kristin Davis) que se conheceu no colegial, ficou grávido na noite de formatura e acabou se casando mais por pressão do que por vontade. Temos o cara (Faizon Love) que, após o divórcio, decide se relacionar com uma menina de 20 anos (Kali Hawk) que faz com que ele se sinta amado e querido – ou seja, ela satisfaz as necessidades dele naquele momento. Temos o casal (Jason Bateman e Kristen Bell) que está fazendo de tudo para reverter a crise no relacionamento deles – uma atitude que, diga-se de passagem, é rara nos dias de hoje, em que os casais costumam desistir na primeira grande dificuldade. E temos, finalmente, o par mais normal de todos e que aparenta ter uma vida bem resolvida e comum: Dave (Vaughn) e Ronnie (Malin Akerman). 

Como foi mencionado no início de nosso texto, todos esses casais se reúnem num paraíso tropical, num local totalmente paradisíaco e propício ao amor, para uma série de atividades que serão comandadas pelo guru Marcel (Jean Reno, pagando um mico parecido com o de John Turturro em “Zohan – O Agente Bom de Corte”) e que possuem o objetivo de fazer com que eles enxerguem as rachaduras nos relacionamentos deles e possam sair daquele retiro com uma relação amorosa mais forte e destinada ao total sucesso. 

A premissa desse filme é até interessante e poderia resultar num bom longa. O problema é que “Encontro de Casais” é uma comédia rasgada e que segue uma cartilha perigosa: aposta em cenas que beiram o constrangimento, que causam risadas, mas que nos deixam com aquele sentimento de vergonha alheia – se somente Jean Reno estivesse pagando mico, tudo bem; mas temos um Carlos Ponce totalmente ridículo e uma Kali Hawk que não dá para ser levada a sério. Só não é pior que “Bruno”, porque tem alguns atores carismáticos e uma sequência final que nos deixa muito otimistas em relação ao amor. 

Cotação: 1,0

Encontro de Casais (Couples Retreat, 2009)
Diretor: Peter Billingsley
Roteiro: Dana Fox, Jon Favreau e Vince Vaughn
Elenco: Vince Vaughn, Jason Bateman, Faizon Love, Jon Favreau, Malin Akerman, Kristen Bell, Kristin Davis, Kali Hawk, Carlos Ponce, Jean Reno

Entry filed under: Cinema.

Avatar Little Dorrit

21 Comentários Add your own

  • 1. Cleber Eldridge  |  janeiro 5, 2010 às 10:57 pm

    Todo mundo odiou, não é pra menos!

    Responder
  • 2. Otavio Almeida  |  janeiro 5, 2010 às 11:33 pm

    Vixi! Não vi esse, Kamila! Vou deixar pro DVD. Bjs!

    Responder
    • 3. Kamila  |  janeiro 6, 2010 às 12:06 am

      Cleber, exatamente!

      Otavio, nem pro DVD eu deixava. Espera ele passar na TV por assinatura. Beijos!

      Responder
  • 4. Reinaldo Matheus Glioche  |  janeiro 6, 2010 às 12:57 am

    Oi ka, blz? Então, acho que vc pegou muito pesado com Encontro de casais. Acho que o barato do filme é justamente essa trivialidade. E os clichês bem, ele não foi o único filme a ser permeado de clichÊs esse ano. Não é nada de fora de série ( longe disso), mas acho que tb não é digno de uma nota 1…

    Bjs

    Responder
    • 5. Kamila  |  janeiro 6, 2010 às 1:08 am

      Reinaldo, o problema é que esse filme é trivial misturado com mau gosto e eu não gosto disso. Beijos!

      Responder
  • 6. Matheus  |  janeiro 6, 2010 às 2:33 am

    Eu já achei o trailer chato e constrangedor, então, imagina o filme!
    Esse eu não vejo =P

    Responder
  • 7. Robson Saldanha  |  janeiro 6, 2010 às 3:00 am

    Eu já não tinha vontade de ver e você ainda me vem com essa nota! hahaha

    Responder
  • 8. Luis Galvão  |  janeiro 6, 2010 às 10:00 am

    Tá, eu não sou tão cruel como você – rsrs. Talvez por ter duas atrizes que eu gosto MUITO (Kristin Daves e KRISTEN BELL!), acho que nos momentos de vergolha-alheia eu me deliciava com a beleza das duas e o filme passou mais rápido que o normal.

    Responder
    • 9. Kamila  |  janeiro 6, 2010 às 12:47 pm

      Matheus, eu nem tinha visto o trailer desse filme…. Se tivesse, talvez, tinha fugido desse longa. Certeza!

      Robson, nota justa!

      Luís, eu não fui cruel. rsrsrsrrss O problema é que as duas atrizes que você gosta estavam totalmente mal utilizadas, especialmente Davis…

      Responder
  • 10. Robson Saldanha  |  janeiro 6, 2010 às 3:13 pm

    O tema não me agrada… hehehe

    Responder
  • 11. Thiago  |  janeiro 6, 2010 às 4:24 pm

    Você foi cruel com o filme hein. Ainda não vi e nem irei ao cinema conferi-lo, vou deixa-lo pro dvd emprestado… Bjs

    Responder
  • 12. Mayara Bastos  |  janeiro 6, 2010 às 5:42 pm

    Não gosto de Vince Vaughn, acho bem sem graça. E esse filme parece o cúmulo do ridículo. Gosto de comédias, mas não constrangedoras com esta, “Borat” e seu irmãozinho, “Brüno”. rsrsrs

    Beijos! 😉

    Responder
    • 13. Kamila  |  janeiro 6, 2010 às 8:16 pm

      Robson, não gosta de casamento?? rsrsrsrs

      Thiago, não fui cruel. Fui somente justa! Beijos!

      Mayara, eu também não gosto do Vince Vaughn. Também gosto de comédias, mas odeio filmes constrangedores como esse. Beijos!

      Responder
  • 14. Hugo  |  janeiro 6, 2010 às 8:55 pm

    Eu daria uma nota melhor, mas concordo que o resultado é um desperdício da interessante premissa. Os relacionamentos mostrados no filme lembram as tramas das novas péssimas novelas, com todo o tipo de clichê possível.
    É uma pena, porque pelo menos o elenco é simpático.

    Até mais

    Responder
  • 15. Vinícius P.  |  janeiro 7, 2010 às 4:46 am

    Eu adoro boa parte do elenco desse filme, mas não entendo exatamente como eles aceitaram participar de algo de gosto tão discutível…

    Responder
  • 16. Vulgo Dudu  |  janeiro 7, 2010 às 12:24 pm

    Eu costumo gostar dessas cenas constrangedoras – quando feitas sem pretensão. A maioria das pessoas que viu esse filme, no entanto, não gostou.

    Bjs!

    Responder
    • 17. Kamila  |  janeiro 7, 2010 às 9:59 pm

      Hugo, o filme é totalmente clichê, e nem o elenco salva! Até mais!

      Vinícius, bom, acho que esse acaba sendo o tipo de filmes que eles sempre fazem, não?? 🙂 E, às vezes, o roteiro lido se sai melhor que no filme… Vai ver foi esse o caso aqui!

      Dudu, porque essas cenas constrangedoras dão vergonha alheia. Beijos!

      Responder
  • 18. Robson Saldanha  |  janeiro 7, 2010 às 2:37 pm

    Digamos que, AGORA, não seja dos mais favoráveis! hahaahha quem sabe mais na frente!

    Responder
    • 19. Kamila  |  janeiro 7, 2010 às 10:00 pm

      Robson, BEM mais na frente, né?? rsrsrsrsr

      Responder
  • 20. Wally  |  janeiro 10, 2010 às 6:09 am

    Wow… que medo. E eu achando que seria ao menos divertido…

    Responder
  • 21. Tom Parente  |  janeiro 24, 2010 às 3:22 pm

    Desculpa ai….. Achei o filme bem interessante, com ótima fotografia. Um cenário deslumbrante e diálogos bem legais (apesar de frágeis). O Renno estava impagável (mico mesmo!), e uma festa de solteiros meio caricatural.
    No geral, um bom filme…. diversão garantida e meia duzia de conceitos interessantes para passar o tempo. RECOMENDO!!!!!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,127 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: