Te Amarei Para Sempre

outubro 29, 2009 at 11:18 pm 28 comentários

O que para muitos seria excitante e intrigante, para Henry DeTamble (Eric Bana) é algo atordoante e meio assustador. Ele possui uma condição genética que faz com que ele viaje no tempo e reencontre vários locais e pessoas que fazem ou fizeram parte da sua vida como, por exemplo, a sua porção criança e a sua falecida mãe, a cantora lírica Annette DeTamble (Michelle Nolden). 

O roteiro do filme “Te Amarei Para Sempre”, que foi escrito por Bruce Joel Rubin, enfoca o relacionamento que Henry estabelece com a porção infantil e adulta de Clare Abshire (Rachel McAdams), com quem ele veio a se casar e formar uma família. A trama aborda, especialmente, os medos e os anseios de Henry de se entregar a algo que ele teme arruinar ou perder e as complicações que sua condição genética trazem à vida familiar dos dois. 

Neste sentido, apesar de um começo cheio de furos, o roteiro de “Te Amarei Para Sempre” acaba encontrando o seu caminho quando se assume como um filme de romance e deixa de lado as possíveis complicações que a exploração de mudanças espaço-temporais (se a condição de Henry fosse mais elaborada) poderiam acarretar. Por isto, talvez, o elemento mais positivo do longa acaba sendo a química e as atuações de Eric Bana e de Rachel McAdams. 

Uma mistura de “Efeito Borboleta” com “A Casa do Lago”, “Te Amarei Para Sempre” não é um filme sobre viagens no tempo, alterações no curso da vida ou sobre um homem que usa sua condição genética diferenciada para seu próprio bem. O longa é um clássico romance sobre duas pessoas que tiveram a sorte de se encontrar, de vivenciar um amor que teria tudo para ser complicado e impossível, de construírem juntos uma vida plena (apesar das dificuldades), que são felizes enquanto podem, que aceitam seu destino e que não mudariam nada em sua história  – nem mesmo aqueles momentos que foram mais tristes.

Cotação: 7,5

Te Amarei Para Sempre (The Time Traveler’s Wife, 2009)
Diretor: Robert Schwentke
Roteiro: Bruce Joel Rubin (com base no livro de Audrey Nieffenegger)
Elenco: Michelle Nolden, Eric Bana, Rachel McAdams, Arliss Howard, Ron Livingston

Entry filed under: Cinema.

Grey Gardens Distrito 9

28 Comentários Add your own

  • 1. Robson Saldanha  |  outubro 29, 2009 às 11:33 pm

    Eu gostei muito mais que você mas tudo que apontou tá bem claro mesmo… o filme me conquistou!

    Responder
    • 2. Kamila  |  outubro 29, 2009 às 11:36 pm

      Robson, me lembro do seu texto. Você gostou mesmo dessa obra mais que eu!

      Responder
  • 3. João Paulo Rodrigues  |  outubro 29, 2009 às 11:36 pm

    Milla … Quero ver esse filme … o problema é que passou aqui em agosto pra setembro e assim como o personagem de Eric Bana … piscou … perdeu …

    Responder
    • 4. Kamila  |  outubro 29, 2009 às 11:37 pm

      João Paulo, aqui fica mais tempo em cartaz.. O povo gosta dos romances! rsrsrsrs

      Responder
  • 5. Renan Canuto  |  outubro 30, 2009 às 12:14 am

    Kamila, na boa, achei esse filme uma grande porcaria! Beijos!

    Responder
  • 6. Ciro  |  outubro 30, 2009 às 12:15 am

    Belíssimo filme!

    beijos!

    Responder
  • 7. luis galvão  |  outubro 30, 2009 às 12:46 am

    é realmente um filme que me emocionou em alguns momentos, porém por ter um roteiro que não faz muito meu estilo, gostei menos ainda. é certo que a química entre rachel e bana fuciona e isso talvez aumente a nota do filme, que ainda vai agradar mais aqueles que gostam de romances sem limites.

    Responder
    • 8. Kamila  |  outubro 30, 2009 às 1:06 am

      Renan, não é um filme excelente, mas não chega a ser uma porcaria.

      Ciro, é um bom filme, sim! Beijos!

      Luís, eu também fiquei emocionada em alguns momentos.

      Responder
  • 9. Reinaldo Matheus Glioche  |  outubro 30, 2009 às 1:00 am

    Achei um filme razoável. É inegavel o apelo de um romance trágico, mas as constantes metáforas do filme ás dificuldades dos relacionamentos ditos convencionais, acabam por esvaziar, na minha opinião, o brilho do filme. Concordo com vc que são os atores quem carregam o piano, no final das contas.
    Beijos KA!

    Responder
    • 10. Kamila  |  outubro 30, 2009 às 1:07 am

      Reinaldo, não acho que as tais metáforas tiram o brilho do filme. E os atores que fazem com que a obra acabe ficando muito boa! Beijos!

      Responder
  • 11. Bárbara  |  outubro 30, 2009 às 1:17 am

    Eu tb achei o filme razoável. Não gostei muito do final pois ele morre e volta para reencontrar a Clare. Acho que ele deveria ter morrido mesmo. Confesso que em alguns momentos eu me emocionei tb .

    Responder
    • 12. Kamila  |  outubro 30, 2009 às 2:16 am

      Bárbara, opa, seu comentário tem um BIG SPOILER! 🙂

      Responder
  • 13. Wally  |  outubro 30, 2009 às 3:48 am

    Parace ser irresistível mesmo… adoro os atores.

    Responder
  • 14. Bruno Soares  |  outubro 30, 2009 às 4:59 am

    Eu ouvi coisas boas – de gente que eu não esperava, inclusive – sobre esse filme. Como tem a deusa Rachel McAdams, acho que verei sim.

    Responder
  • 15. Romeika  |  outubro 30, 2009 às 1:03 pm

    Kamila, este filme parece que faz as manteigas derretidas chorarem kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Eu senti uma vibracao meio “A Casa do Lago” quando vi o trailer. Ah, e tem o Eric Bana, um pedaco de mal caminho hehehehe

    re:Vi “Grey Gardens”, gostei muito, excelentes atuacoes das duas protagonistas, historia tocante. Li que a Jessica Lange ganhou o Emmy, mas as duas deveriam ter compartilhado da mesma honra. Ha tempos nao via Drew Barrymore tao absorvida por uma personagem!

    Responder
    • 16. Kamila  |  outubro 30, 2009 às 10:31 pm

      Wally, não diria que é irresistível, mas é um filme que tem seu charme.

      Bruno Soares, eu adoro a Rachel também!

      Romeika, eu não chorei nesse filme, não, e sou manteiga derretida. rsrsrsrsrsrsrsrrsrs O filme parece mesmo com “A Casa do Lago” e o Eric Bana aparece como veio ao mundo várias vezes nesse filme, o que é ótimo! rsrsrsrsrsr Que bom que gostou de “Grey Gardens”. Eu também teria dado o Emmy pra Drew Barrymore.

      Responder
  • 17. Rogerio  |  outubro 30, 2009 às 3:41 pm

    É Kamila, voce ja frisou bem a questao de probelmas com espaço-tempo. Eu admito ser meio chato com isso. Mas desde que o filme assuma que nao se preocupou com essas interferencias(oque parece ser o caso aqui), eu tambem entro no clima.

    Responder
  • 18. Otavio Almeida  |  outubro 30, 2009 às 7:57 pm

    Ainda não vi o filme, Kamila! Mas pretendo fazer isso. Gosto do trabalho do Eric Bana, e adoro a Rachel McAdams!!

    Bjs! E bom feriadão!!

    Responder
    • 19. Kamila  |  outubro 30, 2009 às 10:32 pm

      Rogerio, eu também sou chata com isso, mas, como um filme é um romance, essas mudanças espaço-temporais acabam sendo deixadas de lado.

      Otavio, assista mesmo! Beijos e bom feriado!

      Responder
  • 20. Mayara Bastos  |  outubro 31, 2009 às 12:10 am

    Tenho que confessar que adoro este tipo de premissa e estou bastante curiosa para conferir o resultado.

    Beijos! 😉

    Responder
  • 21. Vinícius P.  |  outubro 31, 2009 às 5:13 pm

    Mesmo com uma recepção fraca entre a crítica, é curioso como esse filme despertou uma reação positiva em grande parte dos blogueiros. Sem dúvida devo ver em breve, em especial pela ótima dupla principal.

    Responder
  • 22. Paloma  |  outubro 31, 2009 às 5:46 pm

    Me encantei por esse filme, dá raiva dele ser tão curto, mas a história é muito bonita…eu realmente gostei …vou querer ler o livro ( A esposa do Viajante do Tempo) em que o filme foi baseado. Eric Bana esta lindo demais….(nú, kkkkkkk) e minha querida Rachel está maravilhosa, amo esses dois atores trabalham muito bem, e juntos formaram mais um dos meus casais favoritos de filmes.
    E a música tema do filme também é linda “Broken” da banda Lifehouse …

    Beijos

    Responder
    • 23. Kamila  |  outubro 31, 2009 às 9:11 pm

      Mayara, se você gosta desse tipo de filme, então, imagino que irá adorar este longa. Beijos!

      Vinícius, eu só vi este filme por causa deles mesmo!

      Paloma, eu não acho que o filme seja curto, mas entendo porque ele encanta muita gente. Beijos!

      Responder
  • 24. Marcus Vinícius  |  outubro 31, 2009 às 11:58 pm

    No final, é tudo sobre aceitar o destino. =/
    De romance aguardo muito 500 Dias Com Ela, mas vai ter que ser bom demais pra tirar Amantes do primeiro lugar, hehe.

    Beijãozão Kamilinha!!!! ^^

    Responder
  • 25. Renata Fernanda  |  novembro 4, 2009 às 5:01 pm

    Eu estou completamente obcecada por esse filme, não consigo parar de assistir o trailer e o video do Lifehouse. Já fui assistir o filme no cinema 3 vezes, comprei o livro… ninguém me segura! Rs…

    Responder
    • 26. Kamila  |  novembro 4, 2009 às 10:42 pm

      Marcus, exatamente! Eu também quero muito ver “500 Dias com Ela” e ainda tenho que conferir “Amantes”. Beijos!

      Renata, nossa! Você está viciada mesmo! 🙂

      Responder
  • 27. João Paulo  |  novembro 9, 2009 às 12:57 am

    Vi ontem e achei patético!
    Roteiro cheio de furos e um amontoado de clichês.
    Não vale nem pela presença da talentosa Rachel McAdams.

    Responder
  • 28. Red – Aposentados e Perigosos « Cinéfila por Natureza  |  dezembro 8, 2010 às 10:33 pm

    […] norte-americana com o drama claustrofóbico “Plano de Voo”, depois fez o drama romântico “Te Amarei Para Sempre” e, agora, entra no novo filão da indústria: a comédia de ação, com “Red – Aposentados e […]

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,057 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: