Marido por Acaso

agosto 19, 2009 at 9:56 pm 25 comentários

Existem momentos que são definidores para a carreira de qualquer ator. Para Jeffrey Dean Morgan, este foi o instante em que ele foi escolhido para interpretar Denny Duquette, na segunda temporada de “Grey’s Anatomy”. Se antes, a vida profissional dele era resumida em pequenas participações em séries de TV; depois de Denny sua carreira deu uma guinada de 360 graus e, em consequência disso, ele está com a agenda cheia até 2010 e apareceu em filmes diversos como “P.S. Eu Te Amo”, “Watchmen – O Filme” e “Taking Woodstock”, de Ang Lee (que estreou, na semana passada, nos Estados Unidos). 

Na comédia romântica “Marido por Acaso”, do diretor Griffin Dunne, Jeffrey Dean Morgan interpreta um tipo parecido com Denny e com seu personagem em “P.S. Eu Te Amo”: um cara de aparência dura, mas que, na verdade, é muito frágil, sensível e só deseja encontrar alguém com quem possa dividir sua vida. Contrariando o manual do gênero, o cara que ele interpreta, o bombeiro Patrick Sullivan, já sofre uma grande decepção logo nos primeiros minutos do filme. 

A culpada por isso acontecer é a Dra. Emma Lloyd (Uma Thurman, também produtora de “Marido por Acaso”), uma especialista em relacionamentos amorosos e que apresenta um programa de sucesso numa rádio de Nova York. Ao receber uma ligação de Sofia (Justina Machado), a noiva de Patrick, que está com dúvidas em relação ao iminente casamento, a Dra. Emma sugere que ela termine tudo com ele. 

Movido pela vontade de fazer com que o feitiço volte contra o feiticeiro, Patrick, com a ajuda de seu vizinho hacker, se casa com Emma sem que ela saiba. A Dra. só irá descobrir tudo quando vai tirar a licença de casamento para contrair matrimônio com seu verdadeiro noivo, Richard Bratton (Colin Firth). A partir deste instante, o roteiro de “Marido por Acaso” passa a abordar a luta de Emma por anular o casamento e isso significa entrar em contato, conhecer profundamente e correr o risco de se encantar totalmente por Patrick. 

Assim como outras comédias românticas recentes, “Marido por Acaso” é um filme altamente previsível. Porém ao contrário das obras mais recentes do gênero, o longa de Griffin Dunne (que, como diretor, é totalmente burocrático naquilo que faz) não tem um elemento que acabe se sobressaindo e que faça com que assisti-lo valha a pena. Chega a ser triste ver um ator como Colin Firth ser totalmente desperdiçado num papel nada interessante. Chega a ser triste ver até que ponto a carreira de Uma Thurman chegou – ela tem um talento maior do que os últimos filmes que tem feito. 

Cotação: 3,0

Marido por Acaso (The Accidental Husband, 2008)
Diretor: Griffin Dunne
Roteiro: Mime Hare, Clare Naylor e Bonnie Sikowitz
Elenco: Uma Thurman, Colin Firth, Jeffrey Dean Morgan, Sam Shepard, Lindsay Sloane, Justina Machado, Brooke Adams

Entry filed under: Cinema.

Divulgado Novo Trailer de “Lua Nova” Violência Gratuita

25 Comentários Add your own

  • 1. Bruno  |  agosto 19, 2009 às 10:35 pm

    É um bom ator esse Jeffrey Dean Morgan. E não sabia que ele tá nesse novo do Lee. Legal, torço por ele.

    Ah, vc tem conta no MovieMobz, né Kamila? Abração!

    Responder
  • 2. Mayara Bastos  |  agosto 20, 2009 às 12:17 am

    Kamila, achei o Jeffrey Dean Morgan simpático em “P.S. Eu te Amo”, mas este “Marido por Acaso” parece ser mais do mesmo, e sinceramente, a Uma Thurman anda entrando em cada “furada”, rsrsrs.

    Beijos e tudo de bom! 😉

    Responder
  • 3. Marcel Gois  |  agosto 20, 2009 às 2:39 am

    Nossa, perdi toda a vontade que tinha de ver esse filme…
    deixarei pra uma sessão pipoca com os amigos em casa msm!!
    xD

    Responder
    • 4. Kamila  |  agosto 21, 2009 às 10:13 pm

      Bruno, tenho, sim, conta lá no MovieMobz. Abraço!

      Mayara, exatamente. Pena da Uma Thurman. Beijos e bom final de semana!

      Marcel, é o melhor mesmo.

      Responder
  • 5. Vinícius P.  |  agosto 20, 2009 às 6:43 am

    É triste ver a Uma Thurman em filmes como esse. Parece que ela nunca funciona bem fora das fitas do Tarantino, talvez pela falta de personagens mais fortes – algo que ela deve ter noção que não conseguirá em comédias desse tipo.

    Responder
  • 6. Brenno Bezerra  |  agosto 20, 2009 às 2:17 pm

    é impressão minha ou Thurman só tem feito escolhas erradas em filmes do gênero?

    BEIJOS

    Responder
  • 7. altieresmachado  |  agosto 20, 2009 às 5:26 pm

    Olá Kamila

    Não sabia dessas informações sobre o Jeffrey Morgan, como pode um filme mudar a vida profissional de um ator ou uma atriz né! Sobre “Marido por Acaso” ainda não conferi, mas pelos seus comentários e sua nota acredito que não perdi grande coisa.

    Bjos e até mais.

    Responder
    • 8. Kamila  |  agosto 21, 2009 às 10:19 pm

      Vinícius, concordo. A Uma desperdiça seu talento em obras asim.

      Brenno, não é impressão sua, não. Você está certo! Beijos!

      Altieres, não perdeu nada! Beijos e até mais!

      Responder
  • 9. Weiner  |  agosto 20, 2009 às 6:29 pm

    Oi, Kamila!
    A Uma Thurman está aprecendo a René Zellweger. Fez meia dúzia de bons filmes no passado e hoje se enveredou em desastres sequenciais. Há muito que Thurman não me leva a um cinema. E o Firth (puxa!) achei que só eu achava ele um bom ator. Pena que não escolheu bem os projetos ao longo de toda sua carreira, apresentando, até hoje, poucos desempenhos realmente bons.
    Beijos!
    E tô fora deste filme!

    Responder
  • 10. Bruno Pongas  |  agosto 20, 2009 às 9:06 pm

    Uma pena ver uma atriz do calibre da Uma fazer esse tipo de trabalho..

    Responder
  • 11. Alex Pizziolo  |  agosto 20, 2009 às 10:06 pm

    Só pelo trailer já dá pra perceber tudo isso, imagino que o filme deve ser um porre…

    Responder
    • 12. Kamila  |  agosto 21, 2009 às 10:20 pm

      Weiner, ótima comparação da Uma com a Renée! Concordo! Beijos!

      Bruno Pongas, concordo.

      Alex, é um porre mesmo.

      Responder
  • 13. Vulgo Dudu  |  agosto 21, 2009 às 3:22 am

    Bem fraquinho, né? Parece que a Uma Thurman é a próxima a jogar definitivamente a bela carreira ralo abaixo… E o bombeiro, que é uma mistura de Javier Barden e Robert Downey Jr.

    Bjs!

    Responder
  • 14. Wally  |  agosto 21, 2009 às 3:31 am

    O pior é que o elenco é tão “divertido”, que ver um filme acompanhado por bons nomes afundar irrita mais que tudo. Vou deixar pro DVD.

    Responder
  • 15. Kau Oliveira  |  agosto 21, 2009 às 6:31 pm

    Juuuuura, Kami?! Achei o trailer muito legal e achava que viria um ótimo filme por aí. Uma pena que seja tão fraco…

    Beijos, bom fds e boa sorte no trabalho!

    Responder
    • 16. Kamila  |  agosto 21, 2009 às 10:21 pm

      Dudu, fraquíssimo! A Uma já jogou a carreira ralo abaixo. O Jeffrey parece mesmo fisicamente com os dois atores. Beijos!

      Wally, deixe mesmo.

      Kau, o filme é fraquíssimo mesmo. Beijos, bom final de semana e obrigada! A missão está quase terminando! 🙂

      Responder
  • 17. Charles  |  agosto 21, 2009 às 7:38 pm

    Oi Kamila! Esse filme é horrível mesmo. Totalmente descartável… abs.

    Responder
  • 18. Marcos  |  agosto 21, 2009 às 9:13 pm

    Olá Kamila,

    Sou leitor do Cinéfila por Natureza e sou cinéfilo de carteirinha. Eu estou mandando esse email porque estou trabalhando numa empresa que desenvolveu um portal sobre cinema – o Cinema Total (www.cinematotal.com). Um dos atrativos do site é que você cria uma página dentro do site, podendo escrever textos de blog e críticas de filmes. Então, gostaria de sugerir que você também passasse a publicar seus textos no Cinema Total – assim você também atinge o público que acessa o Cinema Total e não conhece o Cinéfila por Natureza.

    Se você gostar do site, também peço que coloque um link para ele na seção “Lista de Links” do Cinéfila por Natureza.

    Se você quiser, me mande um email quando criar sua conta que eu verifico se está tudo ok.

    Um abraço,
    Marcos

    Responder
  • 19. Rodrigo mendes  |  agosto 21, 2009 às 9:33 pm

    O diretor deste filme é o Griffin Dunne, ator de Depois de Horas e Um Lobisomem Americano em Londres. Olha..ele fez um filme legal ” Da Magia à Sedução”, bem sessão da tarde..vou assistir este pq sou fãn da Uma Thurman desde Henry & June e Pulp Fiction.

    bjs Kamila!

    Responder
    • 20. Kamila  |  agosto 21, 2009 às 10:23 pm

      Charles, descartável é a palavra certa para definir este filme.

      Marcos, obrigada! Vou visitar o site. Abraço!

      Rodrigo, eu gosto de “Da Magia à Sedução”, mas o Griffin errou aqui. Beijos!

      Responder
  • 21. Joao Paulo  |  agosto 22, 2009 às 12:37 am

    Eu te disse que o filme era marron há tempos
    Mas os erros juridicos que rolam no filme é imperdoaveis e ainda vem gente aparecer e dizer … bah … isso é só um filme … mas por favor … não ofenda o bom senso …

    Besitos!

    Responder
    • 22. Kamila  |  agosto 22, 2009 às 9:51 pm

      João Paulo, fiquei curiosa para saber quais foram os erros jurídicos cometidos no filme. 🙂 Beijos!

      Responder
  • 23. Eliéser Baco  |  agosto 24, 2009 às 2:59 am

    Uma Thurman faz um tempo que só faz filmes que não necessitam do esforço maior da atriz não? Acho que por essas e outras que tenho vistos alguns clássicos ultimamente. Tuas preferências são por quais temas geralmente Kamila?
    te cuida

    Responder
  • 24. Dewonny  |  agosto 25, 2009 às 9:18 pm

    Sempre acabo vendo essas comédias românticas (isso q dá ter namorada..rsrs..) e como essa tem a UMA, verei certo, msm sabendo q isso aí ñ vai prestar, tá todo mundo metendo o sarrafo nas críticas negativas!
    Bjo! Diego!

    Responder
    • 25. Kamila  |  agosto 25, 2009 às 11:02 pm

      Eliéser, isso. Os últimos papeis dela são menores que o talento dela. Eu adoro clássicos e adoro filmes dramáticos, autobiográficos. Especialmente aqueles que ajudam a compreender o mundo em que a gente vive.

      Diego, eu também sempre acabo vendo essas comédias românticas. Beijos!

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,283 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: