Coraline e o Mundo Secreto

fevereiro 18, 2009 at 11:47 pm 26 comentários

Apesar de viver no Palácio Cor de Rosa, a vida de Coraline Jones (dublada por Dakota Fanning) não tem nada de fofa. Ela foi forçada a se mudar para um novo local pelos pais (dublados por Teri Hatcher e John Hodgman), os quais são tão imersos em suas carreiras profissionais, que mal conseguem dar a atenção que a única filha precisa. Ela sente falta dos amigos que deixou e se ressente da vida solitária que passa a levar na sua nova morada.

 

Ao seguir um conselho dado por seu pai (o de que passe a explorar a enorme casa aonde moram, para encontrar novos ambientes e locais para brincadeiras), Coraline descobre uma passagem secreta para um novo mundo. Nesta realidade paralela – para onde ela embarca todas as noites, nos seus sonhos – Coraline tem uma nova mãe e um novo pai e uma vida que é, agora sim, cor-de-rosa e bem melhor do que a que ela experimenta diariamente.

 

A grande questão abordada pelo filme de animação “Coraline e o Mundo Secreto”, do diretor e roteirista Henry Selick, é o conflito que a personagem-título passa a confrontar. Ao entrar em contato com a realidade paralela que lhe é apresentada, Coraline fica tentada em viver para sempre neste novo ambiente – que pode ser mágico, na superfície, mas se revela ser tão triste ou decepcionante quanto a conjuntura que a menina tanto conhece.

 

Baseado num livro de Neil Gaiman (o mesmo autor da obra que originou “Stardust – O Mistério da Estrela”), “Coraline e o Mundo Secreto” é uma animação toda feita na técnica de stop motion (que utiliza modelos reais – comumente feitos de massa de modelar – e que são filmados quadro-a-quadro). O longa é todo realizado de forma muito artística e pessoal, com algumas tomadas belíssimas. E é justamente esta proposta diferente que faz desta película um filme que deve ser conferido.

 

Cotação: 7,0

 

Coraline e o Mundo Secreto (Coraline, 2009)

Diretor: Henry Selick

Roteiro: Henry Selick (com base no livro de Neil Gaiman)
Com as vozes de:
Dakota Fanning, Teri Hatcher, Jennifer Saunders, John Hodgman, Ian McShane

Entry filed under: Cinema.

Fôlego A Troca

26 Comentários Add your own

  • 1. Hugo  |  fevereiro 19, 2009 às 12:19 am

    Não sou grande fã de animações e filmes de infantis, assisto pouca coisa do gênero.

    Até

    Responder
  • 2. Kamila  |  fevereiro 19, 2009 às 12:51 am

    Hugo, mas esta animação não foi feita para o público infantil. Acho que ela tem um público-alvo certo: jovens e adultos. Até!

    Responder
  • 3. Vinícius P.  |  fevereiro 19, 2009 às 1:07 am

    Eu adoro esse tipo de animação, ao menos pelo que pude ver até agora e também por seus comentários (no sentido de não ser especialmente feita para o público infantil). E também fiquei interessado na técnica de animação, que aqui parece ser muito bonita. Abraço!

    Responder
  • 4. Alex Gonçalves  |  fevereiro 19, 2009 às 1:16 am

    Este Henry Selick é o mesmo diretor por trás de “O Estranho Mundo de Jack”, não? O pior é que nem vi este e muito menos “Coraline”. Mas eu gosto de animações que tem um tom meio gótico.

    Responder
  • 5. Rafael Carvalho  |  fevereiro 19, 2009 às 1:26 am

    Como eu amo O Estranho Mundo de Jack, quero muito, muito ver esse aí.

    Responder
  • 6. Kamila  |  fevereiro 19, 2009 às 1:34 am

    Vinícius, sei que você é fã de animações e vou arriscar um palpite: você vai gostar bastante deste filme. Abraço!

    Alex, sim! Eu não assisti a “O Estranho Mundo de Jack”, mas gostei bastante de “Coraline”. Me lembrou alguma coisa que poderia ter sido feita pelo Tim Burton!

    Rafael Carvalho, e espero que goste do filme quando o assistir!

    Responder
  • 7. Jeniss Walker  |  fevereiro 19, 2009 às 1:58 am

    um filme que promete muito.
    espero poder ve-lo ainda nos cines, ja que gosto da curta porem, significativa filmografia de Henry Selick.

    🙂

    Responder
  • 8. Juliano Jacob  |  fevereiro 19, 2009 às 2:17 am

    Se chegar perto de “Estranho Mundo de Jack” já me dou por satisfeito…

    Responder
  • 9. Amauri Terto  |  fevereiro 19, 2009 às 3:58 am

    Kamila, estou muito interessado em ver este filme, gosto de animação e em stop motion está cada vez mais raro de ser ver na telona, mas a lista dos indicados ao Oscar está tomando meu tempo e grana da vez. O último que vi foi O Lutador, filme simples mas com protagonista realmente afiadíssimo. Tem texto novo no Vogal e Consoante, conto com a sua visita! =D

    Responder
  • 10. Wally  |  fevereiro 19, 2009 às 6:04 am

    Adorei este filme. Muito belo em seus conceitos e no seu discurso sobre as relações entre pais e filhos, é ainda muito imaginativo, e visualmente hipnotizante. Minha irmã de seis anos ficou com medo ao fim, mas depois do filme, não parava de comentar para todo mundo sobre a história.

    Nota 8.0

    Ciao!

    Responder
  • 11. Weiner  |  fevereiro 19, 2009 às 10:35 am

    Não assisti o filme exatamente por muitos terem classificado a história como algo correto, mas convencional. Contudo, o visual e toda a técnica de efeitos parece ter sido unânime. Todos tem gostado bastante.

    Responder
  • 12. Vulgo Dudu  |  fevereiro 19, 2009 às 1:30 pm

    Eu ganhei um kit de imprensa com o livro. Ainda estou pensando se vale a pena encarar. Quanto ao filme, perdi uma sessão 3D… Mas foi por um bom motivo: preferi ver Fronteira da Alvorada… rs…

    Bjs!

    Responder
  • 13. Alyson  |  fevereiro 19, 2009 às 3:27 pm

    Das pessoas que conheço e já viram o filme, ficaram mais entusiasmados com o filme. Ainda assim, parece ser interessante e vale uma visita, como você mesmo disse.

    Beijos!

    Responder
  • 14. Sérgio Déda  |  fevereiro 19, 2009 às 5:00 pm

    Tem uma premissa interessante, talvez eu confira.

    Até mais!

    Responder
  • 15. hugo  |  fevereiro 19, 2009 às 6:26 pm

    fiquei sabendo que vai rolar em abril a segunda edição do festival internacional de filmes curtissimos…

    acho que vale a pena falar a respeito…

    o site do festival é:

    http://www.filmescurtissimos.com.br

    Responder
  • 16. hugo  |  fevereiro 19, 2009 às 6:28 pm

    ah, curti bastante seu blog…
    vou deixar aki o endereço do meu caso vc queira ler minhas diarréias textuais, digo crônicas…

    haha

    http://www.bebadorocke.blogspot.com

    Responder
  • 17. Otavio Almeida  |  fevereiro 19, 2009 às 6:50 pm

    Ué… 7,0? Vc gostou pela crítica, mas 7,0? Bom, dá pra passar de ano… Ok! Não é um WALL-E ou RATATOUILLE, mas eu adorei! E confesso que sempre tive problemas com o Neil Gaiman.

    Bjs!

    Responder
  • 18. Cleber  |  fevereiro 19, 2009 às 9:44 pm

    Me parece somente mais uma animação, nada além … mais assim que tiver a chance eu verei !

    Responder
  • 19. Kamila  |  fevereiro 20, 2009 às 12:18 am

    Jeniss, se você gosta da curta filmografia do Selick, então é quase certeza que você irá adorar este filme.

    Juliano, eu não assisti “O Estranho Mundo de Jack”, mas achei este filme bem legal.

    Amauri, eu ainda não conferi “O Lutador”. O filme ainda nem estreou por aqui.

    Wally, interessante que você tenha levado sua irmã para assistir a esta animação, e mais legal ainda que ela tenha gostado de “Coraline”. 🙂

    Weiner, eu concordo que a história deste filme é mesmo convencional, mas o visual é demais!

    Dudu, mesmo assim, não deixe de conferir “Coraline”. Ainda mais no formato 3D. Beijos!

    Alyson, exatamente!

    Sérgio, se conferir, espero ver sua opinião sobre o filme. Até mais!

    Hugo, obrigada pela visita, pelo comentário, pela dica do site do festival internacional de filmes curtíssimos…

    Otavio, o problema é o roteiro. O visual acaba compensando as falhas do relato da história. Beijos!

    Cleber, depois volte aqui, então, para dizer o que achou de “Coraline”.

    Responder
  • 20. Mayara Bastos  |  fevereiro 20, 2009 às 3:37 am

    Olá, Kamila! Tudo bem?

    Se é do mesmo diretor de “O Estranho Mundo de Jack”, pode sair coisa boa desta animação. Verei quando puder.

    Beijos! 😉

    Responder
  • 21. Kamila  |  fevereiro 20, 2009 às 11:08 pm

    Mayara, tudo bem, obrigada. E com você? Eu não assisti “O Estranho Mundo de Jack”, mas, se você gosta dese filme, as chances são de que você irá adorar “Coraline”. Beijos!

    Responder
  • […] CINEFILIA.COM Ibertson Medeiros CINEMA PARA TODOS João Paulo Rodrigues CINE JP Kamila Azevedo CINÉFILA POR NATUREZA Luciano Lima A SALA Otavio Almeida HOLLYWOODIANO Robson Saldanha PORTAL CINE Renan Barbosa O […]

    Responder
  • 23. Nayara  |  julho 15, 2010 às 10:03 pm

    Assisti esse filme e gosto dele bastante aumentaria a nota para 8,0, e li o livro realmente o livro é bem melhor quem leu e assistiu fica mal com as cenas, pois o livro é bem diferente como por exemplo a que ela vai com a mãe comprar o uniforme e ela pede as luvas listradas e mãe não deixa e ela fava que a outra mãe deixaria, No livro as luvas são verdes florescente e ela ainda não conhece a outra mãe, aquela coisa que pode achar coisas perdidas ela ganha desde o começo do livro e no filme no final, além de inventarem o garoto do pescoço torto ele não existe na estória, em fim eles mudam muita coisa, mas ele adaptou sem ter destruido o livro, e pra mim isso é o mais importante até porque ninguém é 100% fiel ao livro, mas senti esse pequeno impacto porque foi a primeira vez que eu confiro o livro antes do filme. Mas o filme é muito bom sim.

    Responder
    • 24. Kamila  |  julho 16, 2010 às 2:24 am

      Nayara, eu não li o livro, então minha visão é a do filme. E eu gosto da obra. Acho interessante.

      Responder
  • 25. Nayara  |  julho 16, 2010 às 10:25 pm

    Tinha recomendado esse livro pra vc e Sadmam que também é de Neil Gaiman

    Responder
    • 26. Kamila  |  julho 16, 2010 às 11:40 pm

      Nayara, obrigada pela recomendação!

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,283 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: