Mandela – A Luta Pela Liberdade

dezembro 10, 2008 at 10:10 pm 31 comentários

Muito se conhece a respeito da história de Nelson Mandela, advogado e um dos maiores líderes do movimento anti-Apartheid, na África do Sul – por causa da luta, Mandela ficou preso por 27 anos, até ser libertado e, posteriormente, ser eleito o primeiro presidente da história do país em uma eleição totalmente democrática. O filme “Mandela – A Luta Pela Liberdade”, do diretor Bille August, nos apresenta à batalha do líder africano utilizando como ponto de vista o olhar de um homem cuja vida ele modificou profundamente.

 

James Gregory (Joseph Fiennes) trabalhava como guarda no sistema penitenciário quando, em busca de uma vida melhor para a família, aceitou ser transferido para a Ilha Robben, prisão que abrigava aqueles que eram considerados os maiores terroristas da África do Sul. Gregory foi criado em uma fazenda, no interior africano, e conhecia os dialetos das tribos – por isso foi o candidato perfeito para ser o censor da área em que se encontravam presos Nelson Mandela (Dennis Haysbert), entre outros líderes do Congresso Nacional Africano (CNA), partido que lutava contra o Apartheid.

 

O trabalho de vigiar as visitas e as correspondências dos líderes do CNA, especialmente as de Nelson Mandela, pelo período de 27 anos, fazem com que James Gregory olhe a causa pela qual eles lutavam de uma outra forma. O interessante é perceber que a mudança vista em Gregory acaba tendo uma influência positiva em sua esposa Gloria (Diane Kruger), que era racista e acreditava que tipos como Mandela eram os piores do universo, e nos seus dois filhos, que acabam indo cursar a universidade por causa dos ensinamentos de Nelson.

 

Conhecido pelo trabalho na adaptação de “A Casa dos Espíritos”, da escritora chilena Isabel Allende, Bille August realiza um trabalho irregular na direção de “Mandela – A Luta Pela Liberdade”, uma vez que ele não consegue aproveitar de forma adequada a interessante história que tinha em mãos. Outro grande problema do longa são as atuações inexpressivas do elenco principal – a performance mais marcante acaba sendo a participação especial de Faith Ndukwana como Winnie Mandela.

 

Cotação: 6,0

 

Mandela – A Luta Pela Liberdade (Goodbye Bafana, 2007)

Diretor: Bille August

Roteiro: Greg Latter (com base no livro escrito por Bob Graham e James Gregory)

Elenco: Joseph Fiennes, Dennis Haysbert, Diane Kruger

Entry filed under: Cinema.

Previsões Para o Golden Globe Awards Nominations 2009 – Parte 02 Comentando as Indicações ao Golden Globe Awards 2009

31 Comentários Add your own

  • 1. Kau  |  dezembro 10, 2008 às 10:30 pm

    Vixe, Kami, esse filme reuniu três personalidades que não me descem: Bille August e Joseph Fiennes. Mas calma, eu explico: aquele fez apenas um filme que considero excelente, Pelle – O Conquistador; os demais são altamente discutíveis com destaque para a adaptação fraca de A Casa dos Espíritos. Já Joseph fez lá seu Shakespeare Apaixonado, Elizabeth, Correndo com Tesouras e, quando tinha tudo nas mãos ao interpretar Lutero, foi péssimo! Acho até que você discorda de mim, mas infelizmente acredito que seja isso.

    Mas, pode ser que ambos estejam melhores e me surpreendam nesta nova fita.

    Beijos!

    Responder
  • 2. Kamila  |  dezembro 11, 2008 às 12:43 am

    Kau, eu gosto muito do Joseph Fiennes. Acho que ele é um ator muito bom, mas desperdiçou a chance de ter uma bela carreira depois de ter feito “Shakespeare Apaixonado”. As escolhas dele, após este filme, foram muito equivocadas. Beijos!

    Responder
  • 3. Jeniss Walker  |  dezembro 11, 2008 às 5:14 am

    Denis Haysbert como Nelson Mandela??

    espero em dvd p/ conferir esse longa (receio) 😛

    \o/

    Responder
  • 4. Anderson  |  dezembro 11, 2008 às 12:17 pm

    Bacana seu texto.
    Eu, ao contrário de ti, adorei o filme. Hehe!
    Mas é isso mesmo. Cada um tem uma interpretação e uma opinião, ainda que distinta de outrem. =)

    Responder
  • 5. Vinícius P.  |  dezembro 11, 2008 às 12:50 pm

    Só pelo trailer já deu para perceber que esse filme não tem muita personalidade. Apesar da trama interessante, particularmente não tenho grande vontade de ver esse “Mandela”, ainda mais depois de seus comentários não muito animadores. Abraço!

    Responder
  • 6. Kamila  |  dezembro 11, 2008 às 12:50 pm

    Jeniss, pena que o Haysbert não esteja tão bem assim, como, aliás, todo o elenco do filme, que parece estar totalmente deslocado.

    Anderson, eu me lembro do seu texto sobre este longa. Obrigada pelo elogio!

    Responder
  • 7. Kamila  |  dezembro 11, 2008 às 12:51 pm

    Vinícius, exatamente. Você definiu o longa da maneira certa: sem personalidade! Abraços!

    Responder
  • 8. Robson Saldanha  |  dezembro 11, 2008 às 1:33 pm

    A impressão mesmo que eu tive era de que fosse mediano, mas uma história tão bonita talvez pudesse ser melhor trabalhada…

    Responder
  • 9. Romeika  |  dezembro 11, 2008 às 1:43 pm

    Kamila, quando li sobre esse filme na epoca do lancamento (acho q ja faz um ano) me atraiu o nome do Joseph Fiennes, ator q nao admiro, mas pouco vejo no cinema, entao.. Mas lembro q a maioria das criticas foram negativas, entao acabei esquecendo do filme, e seu texto me deixou ainda mais com um pe atras..

    Responder
  • 10. Denis Torres  |  dezembro 11, 2008 às 1:56 pm

    Gostou de Rede de Mentiras?

    Responder
  • 11. Kamila  |  dezembro 11, 2008 às 2:14 pm

    Robson, exatamente!

    Romeika, eu só fui ver o filme por causa do Joseph, um ator que gosto.

    Denis, gostei, sim. Publico a crítica mais tarde!

    Responder
    • 12. vitoria  |  maio 7, 2011 às 5:48 pm

      eu amei esse filme ele é muito legal pois ele fala sobre a vida de mandela

      Responder
      • 13. Kamila  |  maio 9, 2011 às 12:35 am

        Vitoria, o filme vale por causa disso.

  • 14. Lauriene,Cristiene e Scarlat  |  novembro 14, 2009 às 11:08 pm

    Gostei muito da historia do Nelson Mandela me ajudou muito no trabalhoda escola.
    beijos

    Responder
  • 15. jorge  |  janeiro 26, 2010 às 5:44 pm

    bom filme tinha te mais filmes dessa categoria , pois o munda precisa de lideres , assim como na ficsao .
    pois o ser humano ta acabando com o seu abitar . . .

    Responder
    • 16. Kamila  |  janeiro 27, 2010 às 5:53 pm

      Lauriene, Cristiene e Scarlat, na minha época de escola, os filmes também ajudavam bastante, às vezes. Beijos!

      Jorge, o mundo precisa mesmo de líderes inspiradores como Nelson Mandela.

      Responder
  • 17. JULIO CEZAR  |  maio 27, 2010 às 7:08 pm

    Eu só acistir essa merda porque tenho que fazer um relatorio

    Responder
    • 18. Kamila  |  maio 27, 2010 às 10:37 pm

      Julio, o filme pode não ser bom, mas não precisa dizer que ele é uma merda.

      Responder
  • 19. karol  |  novembro 16, 2010 às 11:24 am

    *—-* horrivel,odiei tudo

    Responder
  • 20. Guilherme Feldens  |  novembro 24, 2010 às 4:10 am

    Po o filme é muito bom, da onde que tao dizendo que o filme nao tem personalidade. So porque nao tem apelaçoes que nem os filmes sobre historia americana?
    Eu ja assisti esse filme umas tres vezes, acho ele muito bom, porque mostra uma historia muito bonita de mudança de paradigmas e perspectivas. Sinceramente nao acho que o filme nao tenha “personalidade”, alias, essa é uma critica extremamente abstrata…

    Responder
    • 21. Kamila  |  maio 8, 2011 às 2:18 am

      Karol, uma pena, já que esse filme faz um importante registro histórico de uma das maiores personalidades que conhecemos.

      Guilherme, mas esse filme não precisa ter apelações… A história em si do Mandela já é apelativa por si só….

      Responder
  • 22. Fábio - Porto Alegre  |  maio 14, 2011 às 4:50 pm

    Incrívelmente bom este filme, muito profundo. Foi um prazer ter visto e verei novamente. Valeu pelo resumo!

    Responder
    • 23. Kamila  |  maio 15, 2011 às 9:36 pm

      Fábio, obrigada!!

      Responder
  • 24. Mandynha  |  agosto 29, 2011 às 2:53 pm

    Esse filme e lindo eu fiz um trabalho sobre ele e todos amaram na escola! muito lindo parabens MANDELA

    Responder
    • 25. Kamila  |  agosto 29, 2011 às 10:10 pm

      Mandynha, que legal!

      Responder
  • 26. camila b  |  setembro 14, 2011 às 6:10 pm

    o mandela é o cara!!! lutou por seus ideais, com fé e raça.

    Responder
    • 27. Kamila  |  setembro 14, 2011 às 11:28 pm

      Camila, exatamente.

      Responder
  • 28. cleudy barreto  |  outubro 25, 2011 às 2:16 am

    mais foi um otimo filme;eu acho que nem um homem aqui na terra faria isso que o mandela fez

    Responder
  • 29. cleudy barreto  |  outubro 25, 2011 às 2:18 am

    esse e o homem que lutou pelo seu pais:)

    Responder
  • 30. priscila  |  março 29, 2012 às 12:05 am

    priscila

    amei o filme pk ele nos mostra como os negros eram empregados dos brancos
    e nos ,mostra tambem que podemos sim ter amigos negros
    vamos combater o Racismo

    Responder
    • 31. Kamila  |  março 29, 2012 às 6:51 pm

      Cleudy, o Mandela é uma figura admirável, sem dúvida alguma.

      Priscila, sim, é muito importante que possamos combater o racismo.

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,118 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: