O Albergue – Parte 2

novembro 13, 2008 at 9:14 pm 22 comentários

Diante do lançamento do filme “Turistas”, que retratava um grupo de jovens turistas em viagem no Brasil e que eram tomados como reféns por sádicos torturadores, os brasileiros reagiram de forma indignada e o diretor John Stockwell virou uma persona non-grata no país. Após assistirmos aos filmes da série “O Albergue”, do diretor e roteirista Eli Roth, fica aquela pontinha de curiosidade para saber se os habitantes da Eslováquia reagiram da mesma forma que os brasileiros – afinal, a série mostra um lado nada agradável para aqueles que pretendem fazer turismo no país.

 

Em “O Albergue – Parte 2” saem os jovens abitolados que estão de férias da faculdade e entram três garotas norte-americanas (cada uma representa um estereótipo feminino: a patricinha, a doidinha e a inocente e sonhadora) que estão na Itália fazendo um curso de desenho. Beth (Lauren German), Whitney (Bijou Phillips) e Lorna (Heather Matarazzo) aproveitam um final de semana livre para irem até Praga, a charmosa capital da República Tcheca. No entanto, o encontro com Axelle (Vera Jordanova) faz com que elas mudem de rota, desembarquem na Eslováquia e se hospedem no albergue que, na realidade, serve de fachada para uma rede de tortura e morte.

 

O diretor e roteirista Eli Roth dedica muito tempo da continuação à construção dos personagens e à contextualização do método de funcionamento da rede de tortura e morte. Por isso, “O Albergue – Parte 2” deve frustrar aqueles que irão assistir ao filme esperando ver cenas de extremo realismo gráfico e de puro sangue. Isto só é uma dica de que o longa envereda para o lado psicológico, enfatizando que o ser humano tem um lado ruim que aflora nos momentos em que a pressão é insuportável.

 

Cotação: 4,0

 

O Albergue – Parte 2 (Hostel Part II, 2007)

Diretor: Eli Roth

Roteiro: Eli Roth

Elenco: Lauren German, Roger Bart, Heather Matarazzo, Bijou Phillips, Richard Burgi

Entry filed under: TV.

007 – Quantum of Solace Lendo – Persuasão

22 Comentários Add your own

  • 1. João Paulo  |  novembro 13, 2008 às 9:38 pm

    Eu não sei se você sabe desse fato, mas você sabia que o turismo na Eslovaquia aumentou 4x mais após as filmagens do filme. Provavelmente só alguns brasileiros se doeram em ver Turistas por não aceitar uma parcela da realidade, mas por falta de pessoas incompetentes, ficou um lixo sem palavras.

    O Albergue 2 consegue ser algo muito curioso, ele faz com que os dois capitulos funcione como um filme só, e não fica aquela sensação triste de nada cumprido. Eu gosto muito do segundo capitulo e eu coloco muita fé em Eli Roth pois é o unico diretor de nome de horror que não suncubiu a falta de criatividade. Ele não pode ser o melhor diretor do mundo para muitos, mas em compensação … ele é o fio da esperança do horror americano. Pena que cada dia mais desaprece diante de tantos remakes lixos e importação falsa de diretores talentosos europeus e asiaticos para fazerem releituras extremamente abaixo da média …

    Beijos

    Responder
  • 2. Vinícius P.  |  novembro 13, 2008 às 9:43 pm

    Não gosto exatamente desse tipo de filme de horror e achei o primeiro “Hostel” bem fraco, por isso nunca tive curiosidade de assistir a essa continuação. De qualquer forma, gostei de saber que esse trabalho do Eli Roth é um tanto diferenciado nesse lado psicológico.

    Responder
  • 3. Mayara Bastos  |  novembro 13, 2008 às 9:54 pm

    Olá, Kamila! Tdo bem?

    Vi este filme na HBO. Não gosto de filme de terror, mas este filme é o fim da picada!

    Fique bem! Beijos! 😉

    Responder
  • 4. Viviana Ferreira  |  novembro 13, 2008 às 10:12 pm

    olha Kami eu achei o albergue 1 bem frquinho e nao espero nada deste d=segundo.
    Acho que vai ser tão ruim quanto o primeiro hehehe
    bjooooo

    Responder
  • 5. Kamila  |  novembro 13, 2008 às 10:25 pm

    João, você me deu a resposta que eu queria saber. Olha como as coisas funcionam! Acho que os brasileiros se levam a sério demais! 🙂 Apesar da nota, achei este “Albergue 2” bem melhor que o primeiro filme porque gosto mais do terror psicológico. Beijos!

    Vinícius, eu assisti ao filme porque estava passando na TV. E fiquei surpresa de forma positiva com este lado mais psicológico de “O Albergue 2”.

    Mayara, tudo bem, obrigada. E com você? Também assisti a este filme na HBO e não achei tão ruim quanto eu pensava. Beijos!

    Vivi, eu também não esperava nada desse segundo e até me surpreendi com algumas coisas dele. 🙂 Beijos!

    Responder
  • 6. João Paulo  |  novembro 14, 2008 às 12:05 am

    E um outro fato … achas que se eles não tivessem gostado do longa, deixariam filmar no país …
    Pensamento logico …

    E além disso, a sequencia inspirada no banho da condessa foi uma das melhores de toda a franquia … Fantastica …

    Responder
  • 7. Pedro Henrique  |  novembro 14, 2008 às 2:16 pm

    O primeiro eu achei legal, esse parece que só quer chocar. Não é uma bomba, mas é um tanto chato ficar olhando aquilo tudo que parece absolutamente gratuito.

    Responder
  • 8. Cassiano Sairaf  |  novembro 14, 2008 às 2:45 pm

    Só vc mesmo para ver esse tipo de filme Kamila!

    Responder
  • 9. Hugo  |  novembro 14, 2008 às 3:35 pm

    Não assisti “O Albergue”, mas quanto a “Turistas” considero uma grande besteira algumas pessoas se preocuparem com um filme, quando a realidade é que precisa ser melhorada. Infelizmente essas pessoas são aquelas que querem ser mostrar patriotas, nacionalistas e tal, mas pouco fazem para o bem. Vc deve se lembrar que houve reclamação até para um episódio de “Os Simpsons” sobre o Brasil.

    Bjos

    Responder
  • 10. Kau  |  novembro 14, 2008 às 4:41 pm

    Eu achei O Albergue bem insano. Assisti com meu irmão no cinema e enquanto ele delirava de emoção com o filme (???), eu ficava imaginando se o roteiro era interessante ou ruim… até hj não sei a resposta. Logo, vou esperar um bom tempo para assistir esta “Parte II”.

    PS: acho Turistas sofrível.

    Bjos e excelente fds!

    Responder
  • 11. Romeika  |  novembro 14, 2008 às 5:07 pm

    Odiei o primeiro filme, e nao assistiria nem de graca essa continuacao, Kamila. A Heather Matarazzo, nao eh aquele menina q fez “Bem vindo a casa de bonecas” do Todd Solondz? Que decadencia.

    Responder
  • 12. Kamila  |  novembro 14, 2008 às 5:42 pm

    João, claro. Se eles fossem contra à maneira como o país é retratado não iriam mesmo deixar que a sequência fosse filmada por lá.

    Pedro, eu acho que o primeiro filme quis chocar a gente. Esta sequência não tem nada de cenas chocantes, é até surpreendente.

    Cassiano, é o jeito! 🙂

    Hugo, me lembro da repercussão que teve o episódio de “The Simpsons” por aqui. Acho que nós, brasileiros, temos um ótimo senso de humor, mas deveríamos aprender a rir mais de nós mesmos e não levar tudo tão a sério. Beijos!

    Kau, eu não gostei de “O Albergue”, mas achei esta sequência até assistível e ainda não conferi “Turistas”. Beijos e ótimo final de semana para você também!

    Romeika, eu assisti de besta que sou, mas não me arrependo de ter conferido esta sequência. A Heather Matarazzo é esta moça mesmo. Ela esteve também nos filmes da série “O Diário de uma Princesa”.

    Responder
  • 13. Pedro Henrique  |  novembro 14, 2008 às 6:23 pm

    E todo aquele sadismo que eu vi? Achei chocantemente fraco… Mas é a visão de cada um mesmo…

    Bom fim de semana!

    Responder
  • 14. Kamila  |  novembro 14, 2008 às 7:22 pm

    Pedro, eu odeio o sadismo do primeiro filme. Acho que o diretor quer chocar, mas acaba causando o efeito contrário na gente. “O Albergue Parte 2” tem cenas assim, mas são tão poucas, que nem acabam incomodando. Bom final de semana para você também!

    Responder
  • 15. Luis  |  novembro 14, 2008 às 8:37 pm

    Vale pela Lauren German.

    Responder
  • 16. Kamila  |  novembro 15, 2008 às 1:18 am

    Luís, é verdade. A Lauren German acaba se destacando no filme.

    Responder
  • 17. Alex Gonçalves  |  novembro 15, 2008 às 11:34 am

    Kamila, eu odeio o filme original, mas adorei essa sequência. É um filme onde suas personagens e sua premissa estão com uma estrutura mais eficiente e que soube separar melhor as cenas de sadismo com o humor negro.

    Responder
  • 18. Kamila  |  novembro 15, 2008 às 5:48 pm

    Alex, eu não cheguei a adorar esta sequência, mas concordo que a estrutura do filme é bem mais eficiente.

    Responder
  • 19. Wally  |  novembro 16, 2008 às 8:18 pm

    Acho que de certa forma fica no mesmo nível do original, justamente por não cair no lugar comum e oferecer novos rumos à trama. Agora, que tem muita coisa desnecessária tem! Mas ao menos empolga quando meche com esse lado psicológico apontado por você.

    Nota 6,0

    Ciao!

    Responder
  • 20. Kamila  |  novembro 17, 2008 às 10:39 am

    Wally, como eu não gostei do primeiro filme, acabei gostando desta sequência justamente por ter mexido com o lado psicológico, sem apelar para aquelas cenas mais sangrentas. Eu gosto muito de filmes de terror que vão por este caminho.

    Responder
  • 21. Jessica  |  dezembro 21, 2008 às 6:18 pm

    Oi kamila
    Acho q “turistas” tem uma historia ate legal…
    Sei q mostra uma realidade do nosso pais…infelizmente…+ as pessoas adoram qnd dizem q o filme é gravado aqui, sentem orgulho, dizem q é a realidade e tal
    Mais depois os estrangeiros dizem q “o Brasil é o pais das prostitutas” ai os povo axa ruim… Só q olha bem os filmes brasileiros, so tem mulher pelada, acaba com a nss imagem
    tem tanto lugar bonito pra se gravar e eles nem aproveitam…
    Albergue começei assistir, nao gostei muito, axu muito vulgar…
    + pelo q dizem parte II deve ser melhor, quero assistir ainda
    Adoro filme d terror
    bjus
    t+
    boas festas

    Responder
  • 22. Kamila  |  dezembro 21, 2008 às 10:35 pm

    Jessica, eu ainda não assisti “Turistas”, mas não tenho nenhum tipo de pré-conceito em relação ao filme. Quero assistí-lo para tirar as minhas próprias conclusões. Não sou a maior fã de filmes de terror, mas este “O Albergue II” é até legal. Bem melhor que a primeira parte, com certeza.

    Beijos e boas festas!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,120 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: