MEMEs – Malvados, Malvadas e Cenas Marcantes

outubro 18, 2008 at 5:13 pm 24 comentários

Nesta semana, recebemos alguns MEMEs muito interessantes dos colegas blogueiros cinéfilos e vamos aproveitar para respondê-los agora. O primeiro pede que façamos uma lista com os 10 personagens que consideramos ser os mais malvados e malvadas do cinema.

Em ordem aleatória:


1. Eve Harrington, Anne Baxter em “A Malvada” (1950)


2. A Bruxa Malvada do Oeste, Margaret Hamilton em “O Mágico de Oz” (1939)


3. Zé Pequeno, Leandro Firmino da Hora em “Cidade de Deus” (2002)


4. Michael Corleone, Al Pacino na Trilogia “O Poderoso Chefão”


5. Johnny Friendly, Lee J. Cobb em “Sindicato de Ladrões” (1954)


6. Alex de Large, Malcolm McDowell em “Laranja Mecânica” (1971)


7. Amon Goeth, Ralph Fiennes em “A Lista de Schindler” (1993)


8. Mrs. Danvers, Judith Anderson em “Rebecca – A Mulher Inesquecível” (1940)


9. Marquesa Isabelle de Merteuil, Glenn Close em “Ligações Perigosas” (1988)


10. Mrs. Iselin, Angela Lansbury em “Sob o Domínio do Mal” (1962)

———————————

O segundo MEME nos pede que a gente cite as 10 cenas mais marcantes que vimos em filmes. Mencionar somente 10 instantes cinematográficos é algo muito complicado para uma Cinéfila por Natureza; muitas cenas favoritas minhas ficaram de fora, mas os momentos que estão listados (também em ordem aleatória) abaixo são aqueles que ficaram em minha memória, que me emocionam até hoje e representam um pouco o por quê de eu amar tanto a sétima arte. Se você clicar em cada uma delas, poderá assistir as respectivas cenas no YouTube:

01. A escolha de Sofia no filme “A Escolha de Sofia” (1983)
02. A cena final de “As Horas” (2002)
03. A cena ao som de “A La Claire Fontaine” em “O Despertar de uma Paixão” (2006)
04. Judy Garland cantando “The Man That Got Away” em “Nasce uma Estrela” (1954)
05. A cena final de “Cinema Paradiso” (1988)
06. A cena final de “Crepúsculo dos Deuses” (1950)
07. Judy Garland cantando “Over the Rainbow” em “O Mágico de Oz” (1939)
08. Mr. Darcy revela seu amor por Lizzie Bennet em “Orgulho e Preconceito” (2005)
09. Briony confronta Cecilia e Robbie em “Desejo e Reparação” (2007)
10. A execução de Matthew Poncelet em “Os Últimos Passos de um Homem” (1995)

——————————–

Aqueles que ainda não responderam aos dois MEMEs, sintam-se à vontade para fazê-lo em seus respectivos blogs.

Entry filed under: Diversos.

Busca Implacável Cena da Semana

24 Comentários Add your own

  • 1. Kau  |  outubro 18, 2008 às 9:23 pm

    Obrigado por aceitar o MEME, Kami! Adorei vc ter citado Glenn Close em Ligações Perigosas. Pensei nela, mas preferi citá-la em Atração Fatal. Alex, de Laranja Mecânica, é a encarnação de maldade mesmo. Só não o citei não lembro porque, hahahahaha.

    O outro MEME é igualmente legal. A cena final de Sunset Blvd é excepional mesmo. Outras que incluiria na lista são duas cenas de …E o Vento Levou (a morte da filha de Scarlett e a final).

    Bjos!

    Responder
  • 2. Vinícius P.  |  outubro 18, 2008 às 9:27 pm

    Adorei sua lista, Kamila, acho que foi a melhor que vi até agora desse meme. O pior é que nem vi a maioria dos filmes citados, mas achei muito interessante você ter lembrado da Glenn Close em “Ligações Perigosas” – trabalho pelo qual merecia o Oscar. Em relação às cenas, também gostei muito da seleção, inclusive acho que citaria o final de “As Horas” na minha também. Abraço!

    Responder
  • 3. Red Dust  |  outubro 18, 2008 às 9:46 pm

    Uma lista forte. Também escolhi o Al Pacino e o seu Michael Corleone que é, sem dúvida, um dos grandes vilões do cinema do século passado, ainda para mais quando tem direito a retrato a triplicar.

    Beijinho.

    Responder
  • 4. Mayara Bastos  |  outubro 19, 2008 às 1:36 am

    Olá, Kamila! Tdo bem?

    Parabéns pela lista! Está muito boa! Principalmente por ter Eve Harrington e Corleone como vilões. E as cenas de “O Despertar de uma Paixão”, “O Mágico de Oz” e “Desejo e Reparação” são marcantes mesmo!

    Beijos e um ótimo fim de semana! 😉

    Responder
  • 5. Wally  |  outubro 19, 2008 às 6:01 am

    Muito boa sua lista. Porém, eu não considero nem Alex De Large nem Michael Corleone como vilões. Acho que eles são mais complexos que essa denominação quanto à como eles foram transformados. Enfim, eu AMEI a inclusão de Amon Goeth. Eu lembrei do bastardo quando havia terminado minha edição de imagens e, cansadíssimo, decidi não mudar, mas ele teria entrado na minha também. Zé Pequeno também, ótima escolha.

    Quanto ás cenas marcantes, excelente MEME, pretendo fazê-lo em breve! Suas escolhas foram muito coerentes, todas belas e muitas, até comoventes. Acho que delas minha preferida é a de Cinema Paradiso, que me despertou um sentimento tão estranho que me emocionou profundamente.

    Ciao!

    Responder
  • 6. Lucas [falsooperario]  |  outubro 19, 2008 às 6:43 am

    Uhu, adorei as menções aos personagens de Glenn Close e Ralph Fiennes (melhor coisa do filme))

    Sobre as cenas, essa de As Horas é maravilhosa, assim como o final de Crepúsculo dos Deuses.

    Responder
  • 7. Kamila  |  outubro 19, 2008 às 11:44 am

    Kau, de nada! Pensei também na Alex, de “Atração Fatal”, mas acho a personagem de “Ligações Perigosas” bem mais malvada. Quanto às cenas: as de “E o Vento Levou…” são legais, mas, como deve ser uma seleção mais pessoal, fiquei mesmo com aquelas cenas que estão marcadas na minha memória. Beijos!

    Vinícius, obrigada! A cena de “As Horas” é mais que especial para mim. O livro e o filme, provavelmente, são as obras mais marcantes que já li e vi. Abraço.

    Red Dust, obrigada. O Michael Corleone é um exemplo perfeito de uma pessoa que se transformou porque teve que reagir e se posicionar no ambiente em que vivia. Beijinho!

    Mayara, tudo bem, obrigada! E com você? Que bom que gostou das listas. Beijos e bom final de semana!

    Wally, o Alex e o Michael são produtos do ambiente em que viviam. Eu não o consideraria vilões, mas que eles são malvados, isto são! O Amon Goeth era uma escolha lógica para mim desde que recebi o MEME, assim como Zé Pequeno. Aguardo sua lista das cenas marcantes, a de Cinema Paradiso, por exemplo, foi a cena que me transformou numa cinéfila. Minha vida mudou depois de assistir ao filme do Tornatore.

    Lucas, que bom que gostou das cenas e vilões citados. Se quiser responder ao MEME, fique à vontade!

    Responder
  • 8. João Paulo  |  outubro 19, 2008 às 2:52 pm

    Good List!

    Curiosamente, não consigo considerar Micheal Corleone como vilão, só se for na Part II, mas ele é gente boaaaaaa

    E sim, adorei a inclusão da cena de Briony falando o por que da cagada dela … interessante (mas claro seria melhor se ela levasse uma camada de tapa … ehehehhe)

    Te cuida Milla …
    Adorei …

    Responder
  • 9. Robson Saldanha  |  outubro 19, 2008 às 2:56 pm

    Poxa, sua lista foi bem diferente dos demais e as cenas eu não posso dizer porque não assistir nenhum filme… fazer o que! Assistiu ensaio?

    Responder
  • 10. Denis Torres  |  outubro 19, 2008 às 3:16 pm

    Desses todos o que eu mais odeio é Amon Goeth do Ralph Fiennes. E o que eu mais simpatizo é o Michael Corleone, é lógico. Acho que nem consigo caracterizá-lo como um vilão, pois afinal ele salva a sua família, rsrs. A cena final de “Cinema Paradiso” é maravilhosa e o tema é 60% responsável por nossa emoção. Abs.

    Responder
  • 11. Kamila  |  outubro 19, 2008 às 6:25 pm

    João, obrigada! Eu acho que o Michael Corleone é um vilão, sim. Considero-o gente boa somente na parte um da trilogia “O Poderoso Chefão”. A cena do reencontro da Briony com Cecilia e Robbie é a minha favorita de “Desejo e Reparação” e, talvez, a minha cena favorita do ano!

    Robson, obrigada! Acabei de chegar em casa da sessão de “Ensaio Sobre a Cegueira” e eu gostei muito do filme. Acho que o Meirelles e o McKellar mostraram aquilo que o livro de Saramago tem de melhor. Já assistiu ao filme?

    Denis, eu também odeio o Amon Goeth e consigo simpatizar com a Bruxa Malvada do Oeste! 🙂 E eu entendo o por quê de muita gente não considerar o Michael como vilão, mas eu o considero, principalmente, por ter a coragem de mandar matar o irmão. Isso não se faz!!! 🙂 Como eu disse mais em cima, a cena de “Cinema Paradiso” mudou minha vida. O filme todo, aliás, foi fundamental para que eu virasse uma cinéfila. Abraços!

    Responder
  • 12. Cecilia Barroso  |  outubro 20, 2008 às 12:48 am

    Excelentes lista, Kamila!

    Miss Iselin entrou e saiu da minha lista, assim como a Sra. Danvers. É muito difícil escolher só dez!

    As cenas marcantes também foram muito bem escolhidas. A minha preferida é ainda a dolorosa escolha de Sofia.

    Beijocas

    Responder
  • 13. Alex Gonçalves  |  outubro 20, 2008 às 12:56 am

    Kamila, muito boa a sua lista, especialmente essa das suas cenas prediletas (acho que vou pegar carona e também montar uma lá no blog!), apesar de você antecipar que o Sean Penn morre em “Os Últimos Passos de Um Homem” (tenho o filme em DVD, mas não o vi). 😦

    Responder
  • 14. Kamila  |  outubro 20, 2008 às 11:11 am

    Cecília, obrigada! É mesmo muito difícil ter que escolher somente 10 malvados e malvadas. Muita gente que eu considero ótimos vilões ficaram de fora… Eu também acho a escolha de Sofia uma das cenas mais dolorosas que já vi. Beijos!

    Alex, sinta-se à vontade para fazer o MEME no Cine Resenhas. Desculpa se estraguei seu prazer de assistir “Os Últimos Passos de um Homem”, mas este spoiler já não tem na própria descrição do filme??

    Responder
  • 15. Marcio Claesen  |  outubro 20, 2008 às 2:49 pm

    Kamila,

    Mto boas as suas listas. Assim que tiver tempo, vou fazer as minhas.
    Coincidência: no sábado estava lendo entre um filme da Mostra e outro um livro que talvez vc conheça – saiu no começo do ano – chamado As 10 + do Cinema. São 51 listas com top 10 variados como os mais 10 melhores monstros, freiras, desastres e, inclusive, vilões. Ligações Perigosas lidera a lista dele das 10 maiores vinganças do cinema. rs

    Bjão e dê uma olhada no resumão que fiz do primeiro final de semana da Mostra.

    Responder
  • 16. Denis Torres  |  outubro 20, 2008 às 3:45 pm

    Kamila, matar o irmão é cruel, mas nem tanto como matar a mãe ou o pai, rsrs. Nada se justifica num código de moral estrito, mas Fredo traiu Michael e isso é um pecado sem perdão num sistema em que a família sempre fica em primeiro lugar. No código da máfia, a traição maior foi a de Fredo, que além de trair Michael, também colocou o futuro da família Corleone em perigo. Fredo era um caso perdido, pois tinha um comportamento fútil e mesmo sendo ajudado, ele sempre iria fazer as suas mancadas de novo. Abs.

    Responder
  • 17. Kamila  |  outubro 20, 2008 às 4:53 pm

    Claesen, obrigada! Não conheço este livro com top 10 variados. Achei a temática interessante. Qual o nome da obra? Beijão e vou dar uma passada no “Digestão” para ler seu resumão da Mostra! 🙂

    Denis, com certeza!!!! Obrigada pela explicação sobre o código da Máfia. Olhando por este ponto de vista, realmente, confirma aquilo que penso: Michael Corleone foi somente um produto do mundo em que viveu. Abraços!

    Responder
  • 18. Denis Torres  |  outubro 20, 2008 às 7:57 pm

    É verdade, Camila, o crime não compensa. Pois as escolhas que Michael fez o destroem no terceiro filme, pois ele perde aquilo que mais ama. Porém, ele se manteve no topo o maior tempo possível e pagou caro por isso. É o círculo vicioso destrutivo. Mas que Coppola fez ele parecer bonito e grandioso, isso fez!!!

    Responder
  • 19. Romeika  |  outubro 20, 2008 às 8:24 pm

    Kamila, que lista classuda, amei!!! O primeiro lugar eh sem duvida umas das personagens mais manipuladoras da historia do cinema. As cenas que vc escolheu, muitas sao tb inesqueciveis pra mim.

    Responder
  • 20. Kamila  |  outubro 20, 2008 às 11:54 pm

    Denis, exatamente. Acho até que o Michael vai numa transformação gradual, desde o primeiro filme, até culminar em tudo aquilo que assistimos na parte 3 de “O Poderoso Chefão”. E é verdade o que você disse sobre o Coppola: ele fez o Michael parecer bonito e grandioso.

    Romeika, obrigada! Que bom que gostou das duas listas.

    Responder
  • 21. Alex Gonçalves  |  outubro 21, 2008 às 12:30 am

    Kamila, mas quem sabe não acontecia um milagre no final do filme? O cinema é cheio dessas surpresas, rs. Mas tudo bem, não há problemas. Beijos!

    Responder
  • 22. Kamila  |  outubro 21, 2008 às 12:48 am

    Alex, sim, claro! Que bom que não teve problemas por eu citar um spoiler. Desculpa novamente e beijos!

    Responder
  • 23. fabi  |  outubro 22, 2008 às 12:55 pm

    Vou fazer!
    Vou fazer!

    Responder
  • 24. Kamila  |  outubro 22, 2008 às 5:21 pm

    Fabi, vou aguardar suas listas!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,381 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: