Perigo em Bangkok

outubro 7, 2008 at 7:58 pm 24 comentários

Um homem chamado Joe (Nicolas Cage) é um assassino que está totalmente ciente das regras do jogo da vida que escolheu. Ele possui uma postura altamente discreta e uma rotina altamente solitária, fato este que o impede, por exemplo, de confiar no próximo e faz com que ele nunca fique muito tempo nas cidades onde está exercendo algum trabalho. Assim que Joe termina o serviço, ele parte para outro local sem deixar qualquer rastro – portanto, é ideal que ele evite qualquer tipo de conexão com as pessoas, abrindo uma exceção, é claro, para os contatos relacionados à função que executa.

 

No decorrer de “Perigo em Bangkok”, filme dirigido pelos The Pang Brothers, acompanharemos Joe quebrar todas as regras que adotou para sua vida pessoal e profissional. Ele está na Tailândia para uma série de trabalhos e acaba se envolvendo emocionalmente com uma atendente de farmácia que é surda-muda e se transforma no mestre de Kong (Shakhrit Yamnarm), o garoto que contratou para ser seu auxiliar.

 

“Perigo em Bangkok” não é aquilo que podemos chamar de um longa original – e não é porque o filme é um remake de “Assassino em Silêncio”, dos próprios Pang Brothers. O roteiro é altamente previsível e, mais uma vez, vemos em tela um Nicolas Cage totalmente apático – juro que, em momentos, ele parece um robô recitando suas falas. É uma pena ver um ator vencedor de um Oscar desperdiçando sua carreira dessa forma, em filmes que não acrescentam em nada!

 

Cotação: 4,5

 

Perigo em Bangkok (Bangkok Dangerous, 2008 )

Diretor: The Pang Brothers

Roteiro: Jason Richman (com base no filme escrito pelos Pang Brothers)

Elenco: Nicolas Cage, Shakhrit Yamnarm, Charlie Yeung, Panward Hemmanee

Entry filed under: Cinema.

Missão Babilônia Mulheres… O Sexo Forte

24 Comentários Add your own

  • 1. João Paulo  |  outubro 7, 2008 às 8:58 pm

    Como diz Coxinha …

    Pense num projeto fuleragem …

    Tá maus em Cage …

    Só uma pergunta:

    Você viu de graça?

    Responder
  • 2. Kamila  |  outubro 7, 2008 às 9:24 pm

    João, vi de graça, sim! Você acha mesmo que eu iria pagar para ver este filme????? rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

    Responder
  • 3. João Paulo  |  outubro 7, 2008 às 9:52 pm

    Milla … ainda saisse no prejuuuuuuuuuuuuuuuu
    Estou ansioso mais pela sua resenha desse filme romantico … é mais lucro …

    Responder
  • 4. Kamila  |  outubro 7, 2008 às 10:35 pm

    João, “Noites de Tormenta” é lindo, mas é aquele tipo de filme que só vai agradar as meninas. Romântico demais. Minha irmã se acabou de chorar assistindo ao filme.

    Responder
  • 5. Hugo  |  outubro 8, 2008 às 12:14 am

    É uma pena, esperava que esse filme fosse melhor. Já passou da hora de Nicolas Cage voltou a trabalhar em um bom filme.

    Responder
  • 6. Robson Saldanha  |  outubro 8, 2008 às 2:45 am

    Kamila, agora somos colegas de provedor.

    Resolvi mudar pro WordPress porque não tinha mais paciência com o blogger.com.br era tudo muito manual.

    Me visita lá!

    http://portalcine.wordpress.com/

    Responder
  • 7. louisvidovix  |  outubro 8, 2008 às 2:57 am

    Bomba detected!

    Como está lastimável a carreira do Nicolas, né Ka?

    Beijão!

    Responder
  • 8. Marcel Gois  |  outubro 8, 2008 às 3:25 am

    Me falta coragem para ver esse filme. Primeiro que nem gosto muito do Nicolas Cage, segundo que os filmes que ele tem feito ultimamente não são nada animadores!

    Responder
  • 9. Lucas[falsooperario]  |  outubro 8, 2008 às 4:00 am

    Mais uma bomba.
    Nicolas Cage só em Despedida em Las Vegas e Adaptação mesmo.

    Responder
  • 10. Kamila  |  outubro 8, 2008 às 10:38 am

    Hugo, concordo plenamente com seu comentário sobre o Nicolas Cage.

    Louis, totalmente lastimável…. Beijão!

    Marcel, exatamente. O Nicolas, agora, é sinônimo de “não assista aos meus filmes”.

    Lucas, eu vou além e digo que o Nicolas só funciona mesmo quando interpreta homens comuns, que possuem algum tipo de conflito pessoal.

    Responder
  • 11. Rogerio Scheidemantel  |  outubro 8, 2008 às 11:29 am

    Pena, pena, pena. Tadinho do Cage.Lamentável esse gosto dele por bancar o heroi.

    Responder
  • 12. Cassiano Sairaf  |  outubro 8, 2008 às 2:04 pm

    Perigo em Bangkok! Realmente hollywood tá se superando com o passar dos anos, essa época, até começar as estreias do Oscar é uma m…

    Ai vem Ensaio sobre a Cegueira, um filme maravilhoso, que não tem cara nenhuma de Oscar e toma uma paulada violenta nas bilheterias, e ai pergunto, será mesmo Hollywood a culpada por Perigo em Bangkok? Ou o público cinéfilo está se tornando superficial?

    Responder
  • 13. Luis Fernando  |  outubro 8, 2008 às 2:52 pm

    Nicolas Cage é um fanfarrão mesmo. Só ele para fazer um filme desses.

    Responder
  • 14. Pedro Henrique  |  outubro 8, 2008 às 3:30 pm

    Eu achava que dessa vez ele acertaria… Mas se o roteiro já é fraco, então ele já começou errando quando aceitou o papel.

    Abraço!

    Responder
  • 15. Luciano Lima  |  outubro 8, 2008 às 3:48 pm

    Já imaginava. Mas, com seu texto, agora que só vejo isso na TV. O Cage é o cara mais estranho do cinema atual, parece que não tem noção das coisas, que quer abraçar tudo independente do que seja ou não seu forte na atuação. Já gostei dele, hoje os filmes dele me fazem pensar duas vezes…

    Responder
  • 16. Alyson  |  outubro 8, 2008 às 4:20 pm

    Ultimamente nenhum filme com o Nicolas Cage me chama a atenção, Milla. E esse é mais um dele, em que se um dia eu for ver, é por um acaso…

    Beijão!

    Responder
  • 17. Robson Saldanha  |  outubro 8, 2008 às 4:54 pm

    Agora somos também, colegas de provedor…

    muda o link se possível e passa lá!

    Responder
  • 18. Kau  |  outubro 8, 2008 às 5:29 pm

    Kami, não vi este. Mas pelo seu comentário, fiquei com pena de Cage o qual acho um ótimo ator.
    Tudo parece ser batido e clichê, né?

    Li uma resposta sua e me sinto na obrigação de falar algo em defesa dos meninos, hahahahahahahahahahaha: “Noites de Tormenta” é, sim, um filme bonito se vermos a vida pessoal (péssima) de cada um dos personagens de Lane e Gere. E nós, homens, somos sensíveis! Hahahahahahahahahahahahaha. De qualquer forma, meus problemas com este filme são de outra ordem.

    Bjos!!

    Responder
  • 19. Romeika  |  outubro 8, 2008 às 5:38 pm

    Depois daquele filme do espantalho, nao espero mais nada do Nicolas Cage, Kamila. Quem diria que ele iria acabar dessa forma? Se ele escolhesse melhor seus projetos (menos quantidade e mais qualidade), ja seria uma boa. Mas nem isso…

    Responder
  • 20. Vinícius P.  |  outubro 8, 2008 às 7:42 pm

    Ultimamente tenho deixado os filmes do Nicolas Cage apenas para o DVD, pois já é possível esperar por algo abaixo da média quando ele está à frente do elenco. Foi assim com “Motoqueiro Fantasma” e “O Vidente”, portanto não arricarei dessa vez e verei “Perigo em Bangkok” apenas quando chegar nas locadoras mesmo…

    Responder
  • 21. Kamila  |  outubro 8, 2008 às 8:02 pm

    Rogerio, para mim, o Cage tem que interpretar somente o homem comum. Ele não desce como herói!

    Cassiano, acho que é um pouco dos dois! Infelizmente, filmes como “Perigo em Bangkok” têm público cativo, por isso continuam a ser feitos. E infelizmente, filmes como “Ensaio Sobre a Cegueira” brigam pelo espaço que é tão bem ocupado por pérolas como essa….

    Luís Fernando, concordo totalmente!

    Pedro, o Nicolas Cage vem errando há muito tempo. Abraço!

    Luciano, faço minhas as suas palavras sobre o Nicolas Cage.

    Alyson, infelizmente você não está sozinho neste sentido. Beijão!

    Robson, já mudei seu link na lista do blog.

    Kau, não quis dizer que os meninos não vão gostar de “Noites de Tormenta”, mas é fato que este filme agrada bem mais as mulheres. Os homens assistem ao filme conosco de cara fechada e para nos agradar, somente. 🙂 Beijos!

    Romeika, aos poucos, Nicolas Cage vai, com o perdão do trocadilho com o filme do espantalho, sacrificando sua carreira. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr

    Vinícius, eu acho que vou partir para este caminho também. Filmes com Nicolas Cage somente na TV!

    Responder
  • 22. Alex Gonçalves  |  outubro 8, 2008 às 11:00 pm

    “É uma pena ver um ator vencedor de um Oscar desperdiçando sua carreira dessa forma, em filmes que não acrescentam em nada!”

    Isso mesmo, Kamila! Se a minha memória não está ruim, a última interpretação decente de Nic Cage aconteceu em “O Sol de Cada Manhã” e um pouco antes em “Os Vigaristas”. Mas eu quero ver este filme no DVD, pois gosto dos Irmãos Pang.

    Responder
  • 23. Ramon  |  outubro 9, 2008 às 11:10 am

    Sério que o Nicolas tá mal de novo? O que está acontecendo? Será que o titio não dá um toque no sobrinho perdido?

    Vou deixar pra conferir quando chegar às locadoras.

    Responder
  • 24. Kamila  |  outubro 9, 2008 às 8:48 pm

    Alex, sua memória não está falha. Eu adorei o trabalho do Cage em “O Sol de Cada Manhã” e repito que ele deve fazer este tipo de papel, do homem comum.

    Ramon, faz tempo que Nicolas Cage está mal! Ele precisa de um novo agente, de alguém que lhe mostre que ele está fazendo os filmes errados.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,381 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: