Zohan – O Agente Bom de Corte

outubro 3, 2008 at 7:13 pm 35 comentários

Zohan Dvir (Adam Sandler) é um famoso agente do Mossad (o serviço secreto israelense). Cansado da rotina militar e da guerra interminável entre seu país natal e a Palestina, após um combate com o terrorista Phantom (John Turturro), Zohan acaba forjando a sua morte e parte em direção à cidade de Nova York. Na localidade mais cosmopolita dos Estados Unidos, Zohan assume a identidade de Scrappy Coco e vai em busca da realização de seu sonho: se transformar em um cabeleireiro.

 

A premissa descrita acima já nos mostra que “Zohan – O Agente Bom de Corte”, do diretor Dennis Dugan, não é um filme qualquer. Ao contrário do que foi visto em “Eu os Declaro Marido e… Larry”, o longa de Dugan não apresenta o roteiro da obra de forma respeitosa. Aqui, acompanhamos o desenho de vários estereótipos relacionados aos cabeleireiros. Na persona de Scrappy Coco, Zohan é exagerado, se veste de forma espalhafatosa (de preferência com camisetas com estampas das capas de CDs de Mariah Carey) e é taxado de homossexual pelos outros.

 

Se “Zohan – O Agente Bom de Corte” só brincasse com isto, tudo bem. Mas, o roteiro escrito por Adam Sandler, Robert Smigel e Judd Apatow (sim, ele mesmo) mexe com assuntos muito sérios, especialmente no que diz respeito aos conflitos políticos entre as nações árabes. Além disso, o longa retrata as mulheres de uma maneira péssima. Com a exceção da personagem de Emmanuelle Chriqui (a dona do salão de beleza no qual Zohan irá trabalhar e por quem ele irá se apaixonar), todos os personagens femininos são tratados como meros objetos sexuais – na maioria, mulheres idosas loucas para receberem o tratamento exclusivo que Zohan oferece às suas clientes.

 

No geral, “Zohan – O Agente Bom de Corte” é um filme extremamente constrangedor. A gente sente vergonha pelos atores que estão envolvidos no longa. Para se distrair enquanto a obra não termina, se divirtam mesmo é com as participações especiais do músico Dave Matthews (como um redneck típico), de Kevin Nealon, Shelley Berman, Chris Rock, Bruce Vilanch, Mariah Carey, John McEnroe, Kevin James e Henry Winkler.

 

Cotação: 0,5

 

Zohan – O Agente Bom de Corte (You Don’t Mess With the Zohan, 2008 )

Diretor: Dennis Dugan

Roteiro: Adam Sandler, Robert Smigel e Judd Apatow

Elenco: Adam Sandler, John Turturro, Emmanuelle Chriqui, Lainie Kazan, Rob Schneider

Entry filed under: Cinema.

O Escafandro e a Borboleta Cena da Semana

35 Comentários Add your own

  • 1. Ibertson  |  outubro 3, 2008 às 8:21 pm

    Provavelmente o pior filme do ano para você, né Kamila?
    Com uma nota baixa dessas hehehe
    E não me animo com os filmes do Sandler, com exceção de um ou outro. Esse só verei quando sair em DVD. E só nessa opção mesmo.

    Responder
  • 2. Red Dust  |  outubro 3, 2008 às 8:42 pm

    Este é mais um caso caricato em Portugal no ‘jogo’ público vs crítico. A maioria do público achou que o filme é fraquito. Boa parte da crítica achou que é uma das melhores comédias de Adam Sandler nos últimos anos. Vá-se lá entender estas cabeças pensadoras!!!!!

    Beijinho.

    Responder
  • 3. Kau  |  outubro 3, 2008 às 8:51 pm

    Aeeee, Kami!!! Que felicidade ao ver sua nota. Achei este filme horrível e morri de vergonha dele. Achei tudo mal feito, o roteiro ridículo, a direção irritante e Adam Sandler é cada vez mais odiado por mim, hahahahahaha.

    Bjos e bom fds!

    Responder
  • 4. Vinícius P.  |  outubro 3, 2008 às 9:15 pm

    Nossa Kamila, pelo jeito esse foi um dos piores filmes do ano na sua opinião. Eu não gosto muito do Adam Sandler, apesar de ter achado “Click” melhor que a maioria – contudo, não tenho interesse algum nesse “Zohan”, ainda mais depois de sua crítica. Odeio esses filmes, tipo constrangedores, nos quais a gente quer sair do cinema logo…

    Abraço!

    Responder
  • 5. João Paulo  |  outubro 3, 2008 às 9:30 pm

    Toca Ace of Base …
    John Turturro pagando mico …

    Eu sabia que irias sentir vergonha no tratamento capilar dele para as senhoras …

    Beijos … e veja um ótimo filme para esquecer isso …

    Responder
  • 6. O Cara da Locadora  |  outubro 3, 2008 às 9:38 pm

    O Zohan num é dos filmes típicos do Sandler, pelo contrário, parece que resolveu finalmente atuar nos filmes que ele gosta de produzir, sem medo de prejudicar sua carreira… É uma comédia porca, grosseira, idiota, até constrangedora, mas sei lá, eu gosto quando ele é fiel à suas origens, rs… Mas entendo perfeitamente a cotação…

    Responder
  • 7. Kamila  |  outubro 3, 2008 às 10:10 pm

    Ibertson, só não é o pior filme do ano porque tivemos “Os Espartalhões”, uma obra-prima da ruindade, mas com certeza “Zohan” entra para a lista dos 10 piores de 2008.

    Red Dust, não creio que a crítica de Portugal elogiou este filme!!!!!! Beijo!

    Kau, não tenho ódio do Adam Sandler. O que me impressiona é que este filme tem ótimas pessoas envolvidas, especialmente no roteiro. Robert Smigel escreve para o SNL, Judd Apatow dispensa apresentações, Adam Sandler é expert em comédias. “Zohan” poderia ser melhor. Beijos e bom final de semana para você também!

    Vinícius, com certeza, “Zohan” entra para a lista dos 10 piores filmes do ano. Só não saí do cinema porque não gosto de fazer estas coisas… 🙂 Abraço!

    João Paulo, eu gosto de Ace of Base. Gosto de John Turturro. Mas, por favor, este filme é podre!!! Verei muitas coisas boas só para tirar esta coisa de minha memória. Beijos!

    O Cara da Locadora, eu entendo que este filme é uma comédia fiel às origens. A impressão que eu tenho é a de que Zohan seria um ótimo personagem para uma esquete cômica, mas não para um filme inteiro. Entende?

    Bom final de semana a todos!

    Responder
  • 8. Alex Gonçalves  |  outubro 4, 2008 às 12:10 am

    Eu gosto dos filmes do Sandler, mas os mais velhinhos, como “Billy Madison”. Nem nas investidas dramáticas, como visto em “Embriagado de Amor”, o resultado foi bom. Eu até tinha me divertido pela forma excêntrica com o qual o Zohan cuida do cabelo de suas clientes, mas o resultado realmente deve ser constrangedor. E ter Mariah Carey em ponta não ajuda!

    Responder
  • 9. Kau  |  outubro 4, 2008 às 1:06 am

    É, digamos que eu tenha sido muito severo com o cara. Odiar alguém é algo muito forte, certo? Eu, na verdade, não sou fã dele e acho-o um ator abaixo da média. E eu não lembrava que Smigel tinha escrito para SNL, Oo agora tudo ficou pior mesmo. Mas por que será escreveram e produziram algo tão tosco? Hahahahaha.

    Responder
  • 10. Kamila  |  outubro 4, 2008 às 1:36 am

    Alex, eu odeio as investidas dramáticas do Sandler. Acho que ele não funciona em filmes assim. Prefiro vê-lo nas comédias, que são mesmo as especialidades dele. Mas, custa pedir que ele faça comédias de boa qualidade??? 🙂 Bom final de semana!

    Kau, odiar é mesmo uma palavra muito forte. 🙂 Smigel escreve quadros para o SNL, especialmente segmentos animados. Acho que todo mundo pode ter direito de errar. É bom lembrar que Sandler fez a mesma coisa, no ano passado, com Alexander Payne e Jim Taylor que eram roteiristas de “Eu Vos Declaro Marido… E Larry”.

    Responder
  • 11. Wally  |  outubro 4, 2008 às 4:52 am

    Pior do ano? Cruzes. Ainda bem que não vi nos cinemas…

    Ciao!

    Responder
  • 12. Kamila  |  outubro 4, 2008 às 7:06 pm

    Wally, não taxo o filme de “Pior do Ano”, e sim como um dos piores. 🙂

    Responder
  • 13. Pedro Henrique  |  outubro 4, 2008 às 7:15 pm

    Não há o que dizer. Adam Sandler é um grande comediante, mas ele faz comédia é com a nossa cara.

    Bom fim de semana, Kamila!

    Responder
  • 14. Kamila  |  outubro 4, 2008 às 7:24 pm

    Pedro, adorei o comentário e, diante desse “Zohan”, eu não poderia concordar mais com o que você disse. Bom final de semana para você também!

    Responder
  • 15. Mayara Bastos  |  outubro 4, 2008 às 11:50 pm

    Olá, Kamila! Tdo bem?

    Nossa!! Como essa cotação não me surpreendeu!!! rsrs. Comédia é um dos meu gêneros favoritos, mas este já pelo trailer ele me deixou envergonhada. rs. Gosto do Adam Sandler, mas as vezes ele escolhe uns projetos sem graça. O pior que o roteiro deste filme tem a colaboração de Judd Apatow, o que foi uma mancha para a carreira dele!

    Beijos e um ótimo fim de semana!!

    Responder
  • 16. Rafael Moreira  |  outubro 5, 2008 às 1:35 am

    É difícil acreditar que Judd Apatow esteja envolvido no projeto. Eu ainda não assisti, Kamila. Estava tão curioso em relação ao filme que, lendo todas essas críticas negativas eu fico ainda mais (isso mesmo, curioso pra saber o quando é ruim). Já imagino o quando o filme é daqueles… Adimiro Sandler e a forma que ele faz(ia) comédia. Mas sejamos francos: a sinopse não é nada atrativa, né.

    Abraço e um bom domingo pra você (vote consciente, ou não :)!!!!)

    Responder
  • 17. Kamila  |  outubro 5, 2008 às 2:44 am

    Mayara, eu gosto de bons filmes de comédia, não tenho nada contra o Adam Sandler, mas ele errou feio com este “Zohan”. Me impressiona ver o Judd Apatow envolvido em algo tão sem graça e patético. Beijos!

    Rafael Moreira, eu também tive dificuldades em acreditar no envolvimento do Apatow neste projeto, depois de ver a péssima qualidade de “Zohan”. Eu também acho que Sandler é um mestre na arte de fazer comédias, mas, como você bem diz, a sinopse diz TUDO!!!! Abraço e bom domingo para você também! E vote certo você também!!! ;_)

    Responder
  • 18. Cecilia  |  outubro 5, 2008 às 5:27 am

    Nossa, Kamila! Você foi muito corajosa de assistir. Se quando li a sinopse já tive vontade de sair correndo, imagine agora.

    Beijocas

    Responder
  • 19. Marcio =]  |  outubro 5, 2008 às 1:13 pm

    Hahahaha, comecei a ver e não tive paciência tb, pedi aos meus amigos para colocar Hancock que eu não tinha assistido e foi muito bom. Adan Sandler é um péssimo comediante, muito sem graça, nunca gostei do trabalho dele. Acho legal o Ben Styler, e to kerendo ver é Trovão Tropical (só o nome tosko me faz rir) pra ver se compensa. Nunca vi uma nota tão baixa numa avaliação em minha vida, foi mais engraçado q assistir ao filme Kamila. Uma ótima semana.

    Responder
  • 20. louisvidovix  |  outubro 5, 2008 às 2:54 pm

    Bomba detected!!!! Adam Sandler não me apetece e só o trailer desse filme já me deixou com vergonha alheia. Passo.

    Beijão!

    Responder
  • 21. João Paulo  |  outubro 5, 2008 às 7:58 pm

    Milla … qual é o momento constrangedor:

    1- A sequencia inicial da praia?
    2- Os desenvolvimentos dos personagens?
    3- A embaixadinha com o gato?
    4- Os momentos disco (com aquela cena horrorosa com o dj)
    5- Quando começa o filme?
    6- Quando pensa que ainda tá longe de acabar?
    7- Todas essas opções e ainda tem mais coisa de corar vergonha?

    Good sunday!

    Responder
  • 22. Kamila  |  outubro 5, 2008 às 8:08 pm

    Cecília, não acho que fui corajosa em assistir a este filme. Vi o filme porque queria dar risadas. Eu consegui rir, mas o filme nunca deixa de ser extremamente constrangedor. Beijos!

    Marcio, eu também gosto mais do Ben Stiller e quero muito assistir “Trovão Tropical”. O filme é que ainda não estreou por aqui. Uma ótima semana para você também!

    Louis, e passa bem!!!! Beijão!!!

    João Paulo, alternativa 7, sem dúvida alguma. 🙂 Bom domingo!

    Responder
  • 23. Alex Gonçalves  |  outubro 5, 2008 às 9:20 pm

    Kamila, o problema é que muitos profissionais preferem trocar qualidade por muita grana… E eu preciso ver “Reine Sobre Mim” para ver se ele funciona. Boa semana!

    Responder
  • 24. Breno G. Adegas  |  outubro 6, 2008 às 12:15 am

    Adam Sandler com suas comedias pastelão geralmente não me descem e eu acho que ele chegou simplesmente ao fundo do poço só de ler a premissa desse filme. deus me livre.

    Responder
  • 25. Robson Saldanha  |  outubro 6, 2008 às 1:11 am

    Kamila então quer dizer que não errei em não querer um filme desse cara no cine hein? É o que digo, filmes de Adam Sandler, Ben Stiler e Will Smith no cinema só vale se todos comentarem do quanto é bom, caso contrário, nem gaste seu dinheiro!

    Responder
  • 26. fabiana  |  outubro 6, 2008 às 12:41 pm

    Eu faço parte daquela parcela do público que simplesmente ama Adam Sandler, assim, de graça mesmo. Mas tem certas coisas que não dá pra engolir, néam? Tipo, Zohan, por exemplo!

    Responder
  • 27. Kamila  |  outubro 6, 2008 às 2:19 pm

    Alex, eu acho que “Reine Sobre Mim” é a melhor performance da carreira do Adam Sandler. Foi a única vez em que ele fez um filme de drama e que colou comigo. Boa semana para você também!

    Breno, o pior é que ele não chegou ao fundo do poço com este filme, já que “Zohan” teve até bom desempenho na bilheteria.

    Robson, de jeito algum!! Só acho que você não deve generalizar colocando o Will Smith nesta lista, já que ele é um bom ator e, dificilmente, erra.

    Fabiana, exatamente! Que bom que você tem este senso crítico.

    Responder
  • 28. Anti-Hipocritas  |  novembro 13, 2008 às 4:36 am

    Voces são uns emrdas que nao sabem reconhecer um bom ator.
    Quer reclamar? Vai la e faz melhor.

    Seus MEEEEEEEEEEERDAS!

    Deixo meu cuspe a voces.

    grande filme, e Sandlres otimo como sempre.

    Responder
  • 29. Kamila  |  novembro 13, 2008 às 9:12 pm

    Anti-Hipócritas, respeite a nossa opinião, assim como respeitamos a sua!

    Responder
  • 30. Fabiooo !  |  dezembro 22, 2008 às 6:10 pm

    Aff … Vcs são um bandoo de bostaas …

    Adam Sandler é um dos comediantes mais engraçados de Hollywood . Vcs são um bandoo de merdaaa!

    O filmee ta muitoo engraçadoo seus bichinhaas !

    Responder
  • 31. Kamila  |  dezembro 22, 2008 às 9:36 pm

    Fabiooo!, respeite a opinião dos outros, assim como respeitamos a sua.

    Responder
  • 32. Encontro de Casais « Cinéfila por Natureza  |  janeiro 5, 2010 às 10:53 pm

    […] comandadas pelo guru Marcel (Jean Reno, pagando um mico parecido com o de John Turturro em “Zohan – O Agente Bom de Corte”) e que possuem o objetivo de fazer com que eles enxerguem as rachaduras nos relacionamentos […]

    Responder
  • 33. Gente Grande « Cinéfila por Natureza  |  outubro 5, 2010 às 8:59 pm

    […] filmes que eles realizaram juntos: “O Paizão”, “Eu os Declaro Marido e… Larry” e “Zohan – O Agente Bom de Corte”. Não satisfeitos, eles se reuniram novamente para a realização de “Gente Grande”, longa […]

    Responder
  • 34. Cena da Semana « Cinéfila por Natureza  |  março 13, 2011 às 10:06 pm

    […] seriam constrangedoras para qualquer outro ator (John Turturro, parceiro de Sandler no horrendo “Zohan – O Agente Bom de Corte” que o diga!). A atriz ainda encontrou um parceiro à altura na figura de Dave Matthews, o grande […]

    Responder
  • 35. Pedro Paulo  |  março 14, 2011 às 12:04 am

    Goso do Adam Sandler, principalmente como pessoa, que é bem discreto, hoje mesmo passou Click na Globo, que é um dos meus filmes favoritos (adoro a cara de velho doidão que o Christophen Walken tem agora, huahuahuahuahua), adoro O Paizão, vi também Gente Grande, que tem alguns momentos bem comoventes, que junta ótimos comediantes e Salma Hayek exuberante, mas tem uns filmes dele que são pra esquecer mesmo.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,381 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: