Comentando o Emmy Awards 2008

setembro 22, 2008 at 11:28 am 27 comentários

A intenção dos produtores do 60th Annual Primetime Emmy Awards 2008 era homenagear a importância e o significado que a TV possui para a sociedade. No entanto, a partir do momento em que o show de premiação começou, a impressão que tivemos foi a de que seria uma noite muito estranha.

Claramente, a idéia dos cinco apresentadores não deu certo e a abertura do Emmy 2008 foi uma das coisas mais sem-graça que eu já vi num show de premiação. Os primeiros troféus da noite variavam da surpresa agradável (Zeljko Ivanek na categoria de Best Supporting Actor in a Drama Series) ao inesperado (Jean Smart e Dianne Wiest nas categorias de Supporting Actress in a Comedy e Drama Series).

Na medida em que o Emmy Awards 2008 progrediu, a noite foi voltando ao que era considerado normal, com “John Adams” (ao todo vencedor de 13 Emmys), “Recount” (ao todo vencedor 3 Emmys), “Mad Men” (ao todo vencedor de 6 Emmys) e “30 Rock” (ao todo vencedor de 7 Emmys) dominando as categorias mais importantes. Por falar na série da NBC, o Emmy marcou a consagração de Tina Fey – que só perdeu uma de suas quatro indicações individuais.

Para terminar com chave de ouro o Emmy Awards 2008, ainda tivemos tempo para um momento histórico. Pela primeira vez, na história da premiação, uma série de TV a cabo que não é da HBO vence na categoria de Best Drama Series e ela foi “Mad Men”, do criador Matthew Weiner (que começou na televisão como roteirista do seriado “The Sopranos”, o primeiro programa oriundo da TV a cabo a prevalecer nesta categoria).

Para ver a lista completa de vencedores do Primetime Emmy Awards 2008, clique aqui.

Entry filed under: Prêmios.

Cena da Semana Hellboy 2 – O Exército Dourado

27 Comentários Add your own

  • 1. Kau  |  setembro 22, 2008 às 5:29 pm

    Ah Kami, eu larguei meus comentários lá na comunidade. Vou resumir aqui:

    Coisas irritantes:
    – os apresentadores e aquela introdução boring da Oprah;
    – Dianne e Jean vencendo (COMO ASSIM???);
    – Tina levando melhor roteiro, sendo que tinham dois melhores;
    – Greg Yaitness evando direção por House.

    Coisas que me deixaram assim =)
    – BRIAN CRANSTON!
    – John Adams;
    – Recont;
    – Giamatti e Wilkinson;
    – Tina, Alec, Zeljko e Glenn (apesar de preferir Mariska, não reclamo).

    Outra coisa: não tem um prêmio para a melhor escalação em elenco de série drama e comédia?

    Bjos!

    Responder
  • 2. Vinicius Silva  |  setembro 22, 2008 às 7:26 pm

    Esse ano não me dei tão bem nos palpites rs

    Verdade que acertei o Emmy para Zeljko Ivanek e fiquei feliz por isso. Poucos reconhecem o seu trabalho em “Damages”, apesar de Ted Danson também estar muito bem na série, mas é ele, Ivanek, quem rouba a cena, principalmente nos momentos cruciais dos episódios, que acabam se tornando cada vez mais chocantes a medida em que a série avança.

    Os prêmios para Tina Fey e Alec Baldwin foram previsíveis, assim como os Emmys de John Adams e de Mad Men. Uma pena o Gabriel Bryne não ter vencido por sua atuação na série In Treatment. Porém, a vitória de Brian Cranston me agradou também. O cara tá ótimo em Breaking Bad, sensacional.

    Enfim, eu nao gostei da premiação. Achei morna demais, sem graça. Gostei deles terem relembrado algumas séries clássicas (até pelo Emmy ter completado 60 anos). Porém, a premiação em si, foi muito fraca. Uma pena =\

    Responder
  • 3. Cassiano Sairaf  |  setembro 22, 2008 às 7:45 pm

    A Tina Fey fez o rapa hein! QUe foto!

    Responder
  • 4. Pedro Henrique  |  setembro 22, 2008 às 9:16 pm

    Eu fiquei indignado com a não-vitória do Hugh Laurie, acho que ele não deveria mais aceitar ser indicado ao Emmy, hehehehe. Eles quiseram rechear a premiação de surpresas e estragaram a cerimônia.

    Abraço, Kamila!

    Responder
  • 5. Kamila  |  setembro 22, 2008 às 10:20 pm

    Kau, o prêmio de casting em Drama e Comedy Series é dado no Creative Arts Emmy. Quem venceu foi “30 Rock” e “Damages”, se não me engano! Eu acho que as vitórias de Jean e Dianne só podem ser explicadas pelo fato de que os votantes não viram os episódios inscritos. E a própria Tina reconheceu que seu colega de programa, Jack Burditt, deveria ter vencido na categoria de roteiro. Beijos!

    Vinícius Silva, por ser o aniversário de 60 anos da premiação, eu esperava um show maior, mais emocionante, com momentos inesquecíveis e, honestamente, não tivemos isto ontem à noite. Quanto ao seu comentário: fiquei felicíssima com a vitória do Zeljko Ivanek. Foi uma agradável surpresa!

    Cassiano, a noite foi da Tina Fey, sem dúvida! A mulher papou tudo e é o grande nome da TV atual!

    Pedro, eu pensava que o Laurie iria ganhar, mas o Emmy está em boas mãos. O Bryan Cranston entregou uma atuação excelente e intensa no piloto de “Breaking Bad”. Abraço!

    Responder
  • 6. Maurício  |  setembro 22, 2008 às 11:13 pm

    Só sei que ninguem em televisão brasileira divulgou imagens ao vivo fui no Sony TV e era em inglês não acompanhei. Pois bem, no chamado sem gração 10 min. iniciais vi gente que nem conheçia.
    Abraço

    Responder
  • 7. Kamila  |  setembro 23, 2008 às 12:03 am

    Maurício, se você não é familiarizado com o que tem de atual na TV norte-americana, realmente, dava para ficar perdido com aquele começo do Emmy. Abraço!

    Responder
  • 8. Alex Gonçalves  |  setembro 23, 2008 às 12:29 am

    “A Tina Fey fez o rapa hein! Que foto!”²

    E repetindo o mesmo que escrevi há pouco no Blog do Vinícius, não tenho o que dizer da premiação, mas fico feliz que Glenn Close tenha recebido mais um prêmio para se juntar aos outros que recebeu pela sua grande carreira.

    Responder
  • 9. Kamila  |  setembro 23, 2008 às 12:59 am

    Alex, a noite foi da Tina Fey! E, enquanto a Glenn Close não ganha seu Oscar, ela ganha o Emmy. Só espero que, no próximo ano, tenhamos, finalmente, a Kyra Sedgwick como vencedora, porque ela merece demais, simplesmente por ser a melhor atriz em atividade na TV.

    Responder
  • 10. Ibertson  |  setembro 23, 2008 às 2:52 am

    O grande vencedor nesse Emmy foi a mini-série John Adams mesmo. Queria assistir. Possui um elenco bastante chamativo.
    E queria que Michael C. Hall tivesse ganho.

    Responder
  • 11. Marcel Gois  |  setembro 23, 2008 às 3:22 am

    Fiquei feliz demais pela Tina, apesar da minha torcida ser pra Mary-Louise, eu sabia reconhecer que a Tina merecia mais.
    E que coisa hein?! Wiest e Smart, quem diria!!
    Não gostei muito da vitória de Mad Men, mas a série tem lá seus méritos. E quanto aos Emmys de mini serie e telefilme eu nem comentei nada por que não vi nenhum, mas gostaria mt, vou tentar encontrar.. E btw, as vitórias de “The Amazing Race” tão ficando chatas já. Pelo visto o programa só vai deixar para outro qnd for cancelado!! =p

    Responder
  • 12. Wally  |  setembro 23, 2008 às 3:50 am

    Adorei essa foto! Tina Fey é genial, e acho que não preciso ter visto 30 Rock para dizer isso. Acho “Meninas Malvadas” o melhor filme do gênero. Três estatuetas douradas merecidas!

    Ciao!

    Responder
  • 13. Arthur  |  setembro 23, 2008 às 6:12 am

    Nossa esse Emmy foi mto estranho!

    Mas msm assim teve alguns momentos que gostei bastante.

    Sei lá essas surpresas nos vencedores não foram tão boas como eu esperava, mas adorei Tina Fey e 30 Rock, os destaques da noite!

    Abraços

    Responder
  • 14. Kamila  |  setembro 23, 2008 às 10:45 am

    Ibertson, ao todo “John Adams” conquistou mais estatuetas, mas o que Tina Fez alcançou é quase algo inédito. Por exemplo: Alan Alda ganhou três prêmios individuais por dirigir, escrever e atuar em “MASH”, mas tudo isto em anos diferentes. A Tina ganhou 3 Emmys por escrever, produzir e atuar em um seriado no mesmo ano. Isto é notável! Se tiver HBO, “John Adams” estreará em Outubro.

    Marcel, eu acredito que a hegemonia de “The Amazing Race” é mais que justificada, devido à excelente produção que o reality show possui. Em série drama, preferia a vitória de “Damages”, mas aceito “Mad Men” ganhando. O que eu não gostei mesmo, no Emmy 2008, foi das vitórias em Supporting Actress in a Comedy e Drama Series e dos cinco apresentadores.

    Wally, eu também! Adoro “30 Rock” e acho que o lado chato do sucesso do programa é que, dificilmente, veremos a Tina escrevendo um outro roteiro para o cinema.

    Arthur, concordo! Mas, isto acontece em todo show de premiação. Que bom que, no caso do Emmy 2008, o agradável foi maior que o inesperado. Abraços!

    Responder
  • 15. Vulgo Dudu  |  setembro 23, 2008 às 12:32 pm

    Eu não entendo nada de seriados, mas essa moça aí da foto imitando Sarah Palin é sensacional! Já viu?

    Bjs!

    Responder
  • 16. Kamila  |  setembro 23, 2008 às 12:46 pm

    Dudu, já vi sim e concordo com você. Além de serem parecidas fisicamente, a Tina conseguiu imitar a Palin com perfeição. Adoro o vídeo e já perdi a conta de quantas vezes o assisti. Beijos!

    Responder
  • 17. Sérgio Déda  |  setembro 23, 2008 às 1:03 pm

    Gostei muito do Alec Baldwin ter ganho… sou fã dele e mesmo não assistindo a série sei que ele faz um ótimo trabalho…

    Responder
  • 18. Luciano Lima  |  setembro 23, 2008 às 2:37 pm

    Eu adorei a consagração da Fey e do ótimo 30 Rock e fiquei feliz com mais uma vitória do Piven! Ontem vi o primeiro episódio de Mad Man gostei, vou dar crédito a série!

    Abraço! ^^

    Responder
  • 19. Kamila  |  setembro 23, 2008 às 5:47 pm

    Sérgio, o Alec mereceu vencer seu primeiro Emmy neste ano. Tinha o melhor episódio da categoria.

    Luciano, não gostei muito da vitória de Jeremy Piven, porque achei-o bem exagerado. Esperava que Neil Patrick Harris vencesse. E confesso que acho “Mad Men” uma série superestimada. Abraço!

    Responder
  • 20. Thais  |  setembro 23, 2008 às 6:21 pm

    Olá Kamila!
    Estou trabalhando num projeto de TCC para rádio, que envolve cinema e trilhas sonoras.
    Gostei de seus textos, e gostaria de saber em que cidade você está, pois, em meu projeto há a participação de um crítico/fã de cinema.
    Entre em contato, que te passo mais detalhes sobre o projeto, OK
    Thais
    (thaishsol@gmail.com)

    Responder
  • 21. Kamila  |  setembro 23, 2008 às 6:30 pm

    Thaís, obrigada pelo interesse. Vou te mandar um e-mail.

    Responder
  • 22. Vinícius P.  |  setembro 23, 2008 às 7:10 pm

    Também achei essa cerimônia do Emmy um tanto estranha, Kamila. Para mim os maiores equívocos foram cometidos nas categorias de coadjuvantes, ainda que a surpresa do Zeljko Ivanek tenha sido agradável – o mesmo não se pode dizer da Jean Smart. Enfim, gostei das vitórias de “30 Rock” e “Mad Men”, mas de resto não foi uma noite tão bacana quanto eu esperava… Abraço!

    Responder
  • 23. Kamila  |  setembro 23, 2008 às 10:28 pm

    Vinícius, exatamente! Concordo que os maiores equívocos aconteceram nas categorias de coadjuvantes, apesar de ter amado também ver o Ivanek premiado. E esperava também ver algo mais memorável e digno dos 60 anos da premiação. Abraço!

    Responder
  • 24. Alex Gonçalves  |  setembro 24, 2008 às 2:42 am

    Kamila, também espero que esta experiência televisiva que Kyra Sedgwick vem adquirindo com tanta dedicação seja recompensado ainda mais futuramente. E seria bom vê-la voltando aos cinemas com força total após sua passagem promissora como protagonista de um seriado bem elogiado – participação pequena e nada comentada como notado em “Treinando o Papai” não dá para contar.

    Responder
  • 25. Kamila  |  setembro 24, 2008 às 12:30 pm

    Alex, não sei se a experiência televisiva que Kyra Sedgwick está tendo no momento vai ajudá-la a ter uma ótima carreira nos cinemas. Eu adoraria vê-la em filmes, mas com o calendário da TV, fica difícil. E eu nem sabia que ela estava em “Treinando o Papai”. É aquela comédia com The Rock, né???

    Responder
  • 26. Alex Gonçalves  |  setembro 24, 2008 às 9:40 pm

    Kamila, eu gostei demais da Kyra Sedgwick em filmes como “Obsessão”, “O Lenhador”, “De Porta em Porta” e “O Tempo de Cada Um” e seria péssimo conviver com o fato de que talvez ela demore um tempo para adquirir outros grandes papéis de destaque nos cinemas. E você está certa enquanto a comédia, mas ainda não assisti.

    Responder
  • 27. Kamila  |  setembro 25, 2008 às 1:37 pm

    Alex, eu também gostei da Kyra em filmes como “O Lenhador” e “O Poder do Amor”. Ela foi para a TV justamente porque não tinha espaço no cinema e, venhamos e convenhamos, a Brenda Leigh Johnson é um BAITA personagem. “The Closer” é meu programa favorito na TV atualmente.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,023 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: