Sunshine – Alerta Solar

setembro 1, 2008 at 10:38 pm 18 comentários

“Sunshine – Alerta Solar”, filme dirigido por Danny Boyle, é mais uma obra a falar sobre o perigo que ronda o planeta Terra. Os seres humanos estão à beira da extinção, pois vivem em um inverno solar. O Projeto Ícaro é criado para enviar uma nave cuja tripulação é formada por membros de diversas etnias para invadir o sistema solar, instalar um explosivo por lá e formar uma nova estrela, a partir de uma outra, de forma que a Terra receba, novamente, uma iluminação natural.

 

A primeira incursão não deu certo e a última esperança dos humanos reside nas mãos da segunda tripulação – formada por Searle (Cliff Curtis), Capa (Cillian Murphy), Corazon (Michelle Yeoh), Kaneda (Hiroyuki Sanada), Cassie (Rose Byrne), Trey (Benedict Wong), Mace (Chris Evans) e Harvey (Troy Garity). O roteiro escrito por Alex Garland (que trabalhou com Danny Boyle em “A Praia” e “Extermínio”) versa muito sobre a conseqüência de cada decisão tomada por estes personagens. Ou seja, na medida em que os tripulantes do Projeto Ícaro se desviam de sua missão e têm que reagir a situações de alta pressão e stress, vemos como eles se portam diante de uma verdadeira luta pela sobrevivência – em primeiro lugar, a deles mesmos; e, em segundo lugar, a coletiva (e que retoma o motivo pelo qual eles estão ali em plena órbita solar).

 

Versatilidade é sinônimo de Danny Boyle. O britânico já retratou histórias que continham doses de humor negro, drama, comédia e suspense. Com “Sunshine – Alerta Solar”, ele volta ao difícil gênero de ficção científica (no qual já tinha trabalhado em “Extermínio”) e adota uma abordagem mais clássica sobre o roteiro de Alex Garland. O filme tem uma notável qualidade técnica (especialmente no que diz respeito à direção de arte, à trilha sonora e aos efeitos visuais e sonoros) e atinge o ápice no seu belíssimo último ato.

 

Cotação: 9,0

 

Sunshine – Alerta Solar (Sunshine, 2007)

Diretor: Danny Boyle

Roteiro: Alex Garland

Elenco: Rose Byrne, Chris Evans, Cillian Murphy, Michelle Yeoh, Troy Garity

Entry filed under: Filmes.

Cena da Semana O Nevoeiro

18 Comentários Add your own

  • 1. Rafael Carvalho  |  setembro 2, 2008 às 1:56 am

    Esse é um filme do Boyle que vai crescendo em angústia e suspense, mostrando que a ficção científica ainda pode nos render ótimos filmes atualmente, bastando um diretor competente à frente da empreitada. Gosto muito do filme, mas confesso que o surgimento daquele personagem misterioso no final bagunça um tanto a história, meio descabido. Mas não chega a tirar toda a adrenalina do filme. Tecnicamente é de cair o queixo.

    Responder
  • 2. Vinícius P.  |  setembro 2, 2008 às 2:16 am

    Puxa, Kamila, concordo plenamente com seu texto. “Sunshine” foi top 10 de 2007 na minha lista e também foi a melhor ficção científica do ano. Lembrando clássicos como “2001” em termos de narrativa, é mais um acerto do Danny Boyle e nem de longe teve o reconhecimento que merecia. O ato final é belíssimo mesmo e também adorei a parte técnica, em especial a direção de arte. Abraço!

    Responder
  • 3. Wally  |  setembro 2, 2008 às 3:06 am

    Maravilhoso filme que fiquei com vontade de rever depois de seu texto. Técnicamente impecável (aquela fotografia é incrível, acopalada à direção de arte fenômenal) e conduzido com brilhantismo, é ao mesmo tempo que introspectivo, como belo e grande entretenimento. A trilha sonora marca e o último ato nos coloca ao delírio.

    Nota 8,5

    Ciao!

    Responder
  • 4. João Paulo  |  setembro 2, 2008 às 4:10 am

    Mesmo com as pretenções de Danny Boyle (não suporto esse diretor e não é a toa que é o unico filme dele [ainda não vi Transporting] que consigo aturar) o elenco intercontinental, principalmente Cillian Murphy faz o papel salva filme e uma atuação decente do Tocha Humana, e o visual salvam o filme …

    Responder
  • 5. Alex Gonçalves  |  setembro 2, 2008 às 5:06 am

    Kamila, Danny Boyle é sinônimo de versatilidade. Mas nem sempre de qualidade: “A Praia” e “Extermínio” estão aí para provar isto. E o meu único interesse por este longa é o tal falado encerramento (ah, e a presença de Rose Byrne e Michelle Yeoh, duas atrizes que gosto).

    Beijos, boa terça-feira.

    Responder
  • 6. Vulgo Dudu  |  setembro 2, 2008 às 12:12 pm

    Eu gosto muito do Danny Boyle. Não tinha dúvidas de que este filme seria perfeito tecnicamente. O argumento é que não me atrai… Mas, você dando um 9, aí a coisa muda de figura. Lembra Solaris, do mestre Tarkovski?

    Responder
  • 7. Luciano Lima  |  setembro 2, 2008 às 12:52 pm

    Kamila. Eu adoro esse filme. Sou fã do Boyle e dessa necessidade que ele tem de provar nossa humanidade em situações bizarras, mas com desenvolvimentos extremamente convincentes. O que me atrai mais em Sunshine é que ele é o projeto mais difícil do diretor, é o mais aberto a interpretações. Encaro Sunshine como uma prova de nossa fraqueza em vários sentidos. De como somos sucetíveis ao impressionante e nos entregamos na busca pelo desconhecido. É algo bem próximo do que vejo em 2001.

    Abraço!

    Responder
  • 8. Alyson  |  setembro 2, 2008 às 4:23 pm

    Gosto dos filmes desse diretor, ainda mais com Cillian Murphy no meio. Realmente, tecnicamente Boyle concretiza mais o seu talento nos efeitos visuais e sonoros.

    Beijo, Kamila!

    P.S: Nossa Seleção Feminina é Ouuuro; Não teve Sokolova, Gamova, Aguero, Zhao, Feng ou a ”fofa” da Wang, pra nos tirar a medalha \o/ rs

    Responder
  • 9. Kau  |  setembro 2, 2008 às 5:13 pm

    Kami, que pena. Eu estava achando o filme excepcional até o seu último ato. Achei ruim demais… hahahahahaha. Mas ótimo texto, anyway. Bjos!

    Responder
  • 10. Kamila  |  setembro 2, 2008 às 5:59 pm

    Rafael, eu não sou a maior fã de filmes de ficção científica, mas “Sunshine” me conquistou. O personagem pode aparecer de forma meio atribulada, mas achei o ato final de uma beleza singular.

    Vinícius, e eu assino embaixo do seu comentário! Abraços!

    Wally, concordo demais com o que você escreveu em seu comentário!

    João, é bom destacar também o Chris Evans, que está, provavelmente, no melhor papel da carreira dele.

    Alex, “Extermínio” é um bom filme, oras!!! 🙂 Concordo que “A Praia” resulta num resultado meio decepcionante. Beijos e boa terça-feira!

    Dudu, eu não assisti “Solaris”, portanto nem posso te dizer se existe esta semelhança.

    Luciano, que interpretação mais bela de “Sunshine”. Adorei! Abraço!

    Alyson, foi ouro merecidamente! As minhas queridas russas vão continuar sem medalha, mas espero que, em 2012, a situação seja diferente! 😉 Beijos!

    Kau, vi seu comentário na comunidade sobre o último ato. Eu não concordo com isto. Acho que o fechamento do filme é genial. Beijos e obrigada!

    Responder
  • 11. louisvidovix  |  setembro 2, 2008 às 6:03 pm

    Ka, não vi o filme, mas acho o Danny Boyle um bom diretor. Mais um pra minha lista imensa de atrasados!
    Beijão!

    Responder
  • 12. Kamila  |  setembro 2, 2008 às 6:03 pm

    Louis, “Sunshine” é um belíssimo filme. Espero que consiga assistir. Beijos!

    Responder
  • 13. Marcus Vinícius  |  setembro 2, 2008 às 7:39 pm

    Eu achei que no final o Danny se perdeu, mas no geral é bom sim. Acho que postei ele no CN até, não lembro. O visual do filme é espetacular e eu quero uma ‘janela’ daquelas em casa, hehehe.

    Beijo enorme, boa semana!!

    Responder
  • 14. Kamila  |  setembro 2, 2008 às 9:34 pm

    Marcus, se não me engano, acho que você falou sobre “Sunshine” no Caminhante Noturno Cinema. A vista da janela que a nave possui é linda! E vou discordar de novo de quem diz que o Danny se perdeu no final. Beijão e boa semana!

    Responder
  • 15. Ramon  |  setembro 4, 2008 às 11:53 am

    Achei o filme muito bem feito, mas devido aos inúmeros furos científicos é difícil embarcar na história da maneira correta. O final é interessante, mas é uma afronta às questões científicas.
    De qualquer forma, o trabalho de Boyle está bom demais!

    Responder
  • 16. Kamila  |  setembro 5, 2008 às 2:06 pm

    Ramon, vou ficar de fora desta discussão sobre as questões científicas, já que entendo pouco do assunto. Como filme, “Sunshine” é ótimo!

    Responder
  • 17. Pedro Henrique Ferreira  |  março 17, 2009 às 4:10 am

    Assim como todos os comentários acima, também fiquei impressionado com a qualidade do filme. Excelente fotografia, otima contexteualização e ainda, suspense do inicio ao fim, o que eu particularmente adoro. Mas gostaria muito que me informassem o nome da musica que passa no inicio dos creditos do filme.
    agradeço desde ja.

    Responder
  • 18. Kamila  |  março 17, 2009 às 11:32 pm

    Pedro Henrique, infelizmente, não posso te ajudar. Não sei qual a música dos créditos iniciais.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,381 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: