Cena da Semana

agosto 17, 2008 at 4:30 pm 19 comentários

(César Cielo Filho conquista a medalha de ouro nos 50m nado livre – Jogos Olímpicos de Pequim 2008 )

Num país que trata muito mal seus atletas (que competem, na maior parte do tempo, sem patrocínio; e treinam sem qualquer estrutura), César Cielo Filho é o retrato perfeito de um vencedor. Por seus próprios méritos, diga-se de passagem, e por causa da ajuda dos seus pais – que podem proporcionar ao filho o estudo em uma universidade estrangeira, a moradia em outro país e a presença de um técnico australiano. Posso dizer, com quase certeza, que boa parte dos brasileiros se emocionaram com este momento. Parabéns, César! Você entrou para a história!

Entry filed under: Cena da Semana.

Mais do que Você Imagina Meme dos Quatro

19 Comentários Add your own

  • 1. Luciano Lima  |  agosto 17, 2008 às 5:40 pm

    Fui um desses brasileiros. Fico feliz por vitórias alcançadas de forma tão dura (imagina fica longe da família e de amigos por 3 anos, em outro país, sempre superando os limites do corpo). É mais um exemplo de superação que um ouro no pódio. Temos exemplos ainda mais fortes, como o caso do judoca que emocuionou o Brasil sem sequer conseguir uma medalha. Gosto muito de conferir as olimpíedas porque nelas há exemplos gritantes do que nós somos feitos: De esperança e de raça.

    Odeio como conduzem o meu país, mas amo muito a essência do povo que o constroi.

    Bjs e ótima semana pra vc, Kamila.

    Responder
  • 2. Vinícius P.  |  agosto 17, 2008 às 7:44 pm

    Meu comentário não apareceu, talvez esteja na pasta de Spam, Kamila. Mas se não tiver eu repito tudo novamente 😉

    Responder
  • 3. Kamila  |  agosto 17, 2008 às 10:54 pm

    Luciano, exatamente! Acho que você fala do Eduardo, um judoca que pediu desculpas, após perder. Me emocionei com ele também. Eu adoro as Olimpíadas por causa de exemplos assim, de superação, de pessoas que trabalham duro e que tem isso que você falou: esperança e raça. Eles acreditam em si mesmos e só querem receber de volta nosso apoio e carinho! E concordo com sua última frase! Beijos e uma boa semana para você também!

    Vinícius, não está na pasta de Spam! Quero ler!

    Responder
  • 4. Weiner  |  agosto 17, 2008 às 11:13 pm

    Pois é Kamila, que cena extraordinária esta do pódio de César Cielo. O primeiro ouro para a história da nossa natação! Eu confesso: chorei, e muito, com a cerimônia de premiação… Algo a ficar na memória para sempre.
    Nos últimos quatro anos (pós Atenas) o Brasil recebeu algum incentivo da iniciativa privada e de órgãos governamentais, coisa que não ocorria antigamente. E não podemos deixar de assumir que os olhos dos patrocinadores têm se voltado (mesmo que aos poucos) para nossos atletas.
    Agora, falando de Olimpíadas, estou decepcionado com o Diego Hipólito! Nossa, ele não errava nunca aquele exercício, foi muita falta de sorte! Outros que me deixaram super decepcionado foram o João Derly (pois detinha o título de campeão mundial) e a Jade Barbosa (que sabe Deus porque erra daquele tanto coisas que ela é acostumada a fazer!).
    Por outro lado, menção honrosa para Eduardo Santos, Tiago Camilo, Pedro Veniss (coitado, caiu do cavalo na prova de hipismo!) e Thiago Pereira…
    Um abraço!
    E viva César Cielo!

    Responder
  • 5. Marcel Gois  |  agosto 17, 2008 às 11:14 pm

    Valeu por ter postado o video, Kamila. Não puder ver na tv e nem procurei no youtube achando que não iam postar, acho que estava enganado, mas enfim, fiquei muito orgulhoso quando soube da conquista do Cielo. Ele merece, foi uma pela prova, nada fácil, o que só aumenta o mérito dele.
    Abraço.

    Responder
  • 6. Vinícius P.  |  agosto 17, 2008 às 11:36 pm

    Ok, tentarei repetir mais ou menos da forma como disse anteriormente. Fiquei muito feliz em rever esse momento, sem dúvida o mais memorável das Olimpíadas até agora (ao menos para mim). Já comentei por aí que não segurei as lágrimas, acho que chorei tanto quanto o Cielo – não só pela superação do atleta, mas também pela execução do hino nacional, o qual considero belíssimo. Deixo os parabéns ao César e a você por abrir espaço para essa conquista do esporte nacional!

    E só completando o comentário do Weiner, esses outros atletas também merecem uma menção, até mesmo aqueles que não conquistaram medalha – em alguns casos, percebemos que eles tentaram ao máximo, já outras vezes não. Abraço!

    Responder
  • 7. Otavio Almeida  |  agosto 18, 2008 às 12:34 am

    Kamila, chorei junto com o cara… Desculpe-me, mas não consegui me conter! Realmente é a cena da semana! Talvez do ano… Bjs! E boa semana!

    Responder
  • 8. Rogerio Scheidemantel  |  agosto 18, 2008 às 11:18 am

    Nossa, foi fantástico. Simplesmente ESPETACULAR!! Tb fui ás lagrimas assim que ele bateu na piscina. Engraçado que eu estava indo a um baile, e de terno, parei numa lanchonete furreca pra ver a prova.Vibrei que nem um louco e chorei ali mesmo, as pessoas (ignorantes) que estavam ali me olhavam estranho… e ainda tive que ouvir vozes falando ” Entao ele ganhou daquele americano grandao??”
    Afff…mas tudo bem.
    Bjao e boa semana.

    Responder
  • 9. Hélio  |  agosto 18, 2008 às 1:37 pm

    Importante voce ter lembrado dos meritos proprios do excelente atleta e lembrar da vergonha que é nosso país, onde grande parcela da população nao tem comida ou educação, quanto mais incentivo ao esporte.

    Duro é aguentar a Globo explorando a vitoria do Cielo ao maximo, com um ufanismo injustificado, disfarçando o triste fato que a maior delegação de atletas da historia do país não ganha nada, emocionalmente despreparados (neste ponto, nossos ginastas sao uma vergonha), e cartolas corruptos e incompetentes por trás dos esportistas.

    Verdade horrorosa que nossa midia maravilhosa tenta esconder com trilha melosa e camera lenta dos poucos momentos gloriosos que talentos individuais possuem.

    Abraços!

    Responder
  • 10. Sérgio Déda  |  agosto 18, 2008 às 6:06 pm

    Eu me emocionei… embora eu esteja um pouco frustrado com essas Olimpíadas devido a João Derly, Thiago Camilo, Diego Hypolito e afins… mas Cielo realmente foi espetacular… ele se superou…

    vlws

    Responder
  • 11. Rafael Moreira  |  agosto 18, 2008 às 8:55 pm

    Me emocionei bastante, na hora do pódio!
    Nessa Olimpíada o Brasil não tá num bom desempenho. Realmente é um país que trata mal seus atletas. Mas é isso: ora ganha, ora perde. A vida é assim!

    Abraço!

    Responder
  • 12. Kamila  |  agosto 18, 2008 às 9:18 pm

    Weiner, mas o apoio da iniciativa privada não é suficiente! Há que se ter uma maior – e melhor – estrutura. Um melhor preparo dos técnicos! Não estou decepcionada com Diego, porque o que ocorreu com ele foi uma fatalidade. A Jade precisa amadurecer mais e encontrar um equilíbrio psicológico. Não sei se chamaria a performance do João Derly de decepcionante. Agora, Tiago Pereira poderia ter feito melhor! Ele piorou seus resultados, se comparados com Atenas! Abraço!

    Marcel, César foi perfeito! Teve vontade, gana, talento e, principalmente, preparo! O ouro foi mais que merecido! Abraço!

    Vinícius, obrigada! Concordo com suas palavras! Abraço!

    Otavio, eu chorei feito criança na hora do hino nacional. As Olimpíadas sempre me emocionam muito! Beijos e boa semana para você também!

    Rogerio, que boa história! 🙂 Beijos e boa semana!

    Helio, aplaudo e concordo com todo seu comentário!!! Abraços!

    Sérgio, eu não me sinto frustrada porque já esperava este desempenho da nossa delegação. A verdade é que estamos longe de ser uma potência olímpica e de obter resultados expressivos.

    Rafael, exatamente! Abraço!

    Responder
  • 13. Kau  |  agosto 18, 2008 às 11:02 pm

    Um orgulho né? Chorei duas vezes nestas Olimpíadas: vendo Ciello no pódio e vendo a chegada e premiação da maravilhosa dupla feminina no Iatismo! Bjos.

    Responder
  • 14. Kamila  |  agosto 18, 2008 às 11:10 pm

    Kau, eu chorei duas vezes também nestas Olimpíadas! Uma com Cielo, outra hoje com Yelena Isinbayeva! Beijos!

    Responder
  • 15. Pedro Henrique  |  agosto 18, 2008 às 11:51 pm

    Ele competiu com o Phelps?

    Mesmo que não tenha competido o Cielo ele está de parabéns. É muito difícil para um país que investe tão pouco em esporte olímpico chegar onde ele chegou. Agora, sacanagem o que fizeram com a guria do salto com vara, né?

    Abraço!

    Responder
  • 16. Kamila  |  agosto 18, 2008 às 11:56 pm

    Pedro, Phelps não compete nesta prova, mas o Cielo o bateu, nos EUA, na prova de 100m nado livre – que não é uma especialidade do Michael.

    Sacanagem mesmo o que fizeram com a Fabiana Murer. Isto é inadmissível numa competição, ainda mais em uma Olimpíada!

    Abraços!

    Responder
  • 17. Weiner  |  agosto 19, 2008 às 12:59 am

    Kamila, quanto ao Thiago, não é bem assim…
    Ficou em 21 lugar na eliminatória dos 400 m medley, e terminou sua participação em Pequim em 8 lugar.
    Ficou em 7 no 200 m medley e termonou Pequim em 4 lugar…
    Ou seja, melhorou.
    Retifico: não estou mais decepcionado com o Diego, isto pode mesmo acontecer… Mas a Jade… Foi para as finais que se esperava e simplesmente caiu em todas!!!! Dói torcer por alguém tão despreparado psicologicamente…
    Um abraço!

    Responder
  • 18. Weiner  |  agosto 19, 2008 às 1:03 am

    Ah, e engrosso a lista: sacanagem o que fizeram com a Fabiana coitada! Estes chineses… Queriam uma festa superorganizada e simplesmente ferram com os brasileiros!
    Lembra de Atenas, quando o padre irlandês tirou a concentração de Vanderlei Cordeiro de Lima, por culpa da má organização? E depois deram uma medalha Pierre de Coubertain para ele – como se isso pudesse apagar o erro grotesco dos atenienses.
    E, para finalizar (já viu que adoro discutir Olimpíada, né?), a Isinbayeva devia ter se posicionado diante do ocorrido e também ter ameaçado não competir se não achassem a vara da Murer. Aí qu queria ver chinêizinho correndo pra tudo quanto é lado pra achar o material da brasileira.
    E a russa seria a nova heroína olímpica, a favor do fair play.
    Um abraço, Kamila!

    Responder
  • 19. Kamila  |  agosto 19, 2008 às 2:03 pm

    Weiner, realmente a Jade precisa de um preparo psicológico muito forte! A Isinbayeva disse que não sabia do que tinha acontecido, pois estava naquele ritual dela de se concentrar para o salto. Ela disse, em entrevistas, que, se a Fabiana a tivesse procurado, ela iria ajudá-la. Quando a Isinbayeva soube do ocorrido, ficou triste porque é amiga da Fabiana e achava que ela tinha chances de conquistar medalha.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,283 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: