Jogo de Amor em Las Vegas

julho 3, 2008 at 12:27 pm 23 comentários

O título original da comédia “Jogo de Amor em Las Vegas”, do diretor Tom Vaughan, se inspira em um famoso ditado popular norte-americano que afirma que: “o que acontece em Las Vegas, fica em Las Vegas”. A frase serve como mantra para várias pessoas que invadem a capital do Estado de Nevada em busca de uma diversão descompromissada, instantânea e inconseqüente. No entanto, como bem prova a trama do filme, nem sempre uma noite louca na cidade termina sem responsabilidade ou compromisso.

 

Nas primeiras cenas de “Jogo de Amor em Las Vegas”, acompanhamos Joy McNally (Cameron Diaz) e Jack Fuller (Ashton Kutcher). Ela, que está noiva de Mason (Jason Sudeikis, do programa “Saturday Night Live”), se prepara para oferecê-lo uma festa de aniversário surpresa, mas nunca espera que ele irá terminar o noivado com ela na frente de todos os convidados. Jack, por sua vez, vive a vida de mulher em mulher e farra em farra. Por causa disso, é demitido pelo pai (Treat Williams, do seriado “Everwood”), que espera que o filho comece a encarar certas responsabilidades.

 

Com esta bagagem, tudo o que eles mais precisam nesse momento é de relaxamento e diversão. Ou seja, os dois, tendo a companhia dos amigos Tipper (Lake Bell) e Hater (Rob Corddry), embarcam para Las Vegas, aonde se conhecem e, depois de uma noite de muita bebida e diversão, acabam se casando. A ressaca no outro dia só não é maior porque o casal ganha 3 milhões de dólares numa daquelas máquinas de jackpot. Como não chegam a um acordo em relação à anulação do casamento e divisão do maior bem que eles possuem, o juiz (Dennis Miller) decide que Joy e Jake terão que viver como marido e mulher, pelo período de seis meses – mesmo tempo em que eles farão uma terapia de casais com a personagem interpretada por Queen Latifah.

 

“Jogo de Amor em Las Vegas” é aquele tipo de filme que você vai assistir já sabendo o que irá acontecer. O roteiro escrito por Dana Fox é totalmente previsível, mas, mesmo assim, você irá apreciar bastante os 99 minutos de filme. Ashton Kutcher e Cameron Diaz possuem uma química muito boa e assisti-los tentando tirar o outro do sério vai render altas risadas. Ou seja, “Jogo de Amor em Las Vegas” é aquele tipo de longa recomendado para se assistir quando você estiver a fim de uma diversão descompromissada e totalmente esquecível, mas que não vai fazer você perder seu tempo.

 

Cotação: 6,5

 

Jogo de Amor em Las Vegas (What Happens in Vegas…, 2008 )

Diretor: Tom Vaughan

Roteiro: Dana Fox

Elenco: Cameron Diaz, Ashton Kutcher, Rob Corddry, Lake Bell, Jason Sudeikis, Treat Williams, Dennis Farina, Queen Latifah

Entry filed under: Cinema.

Mais Pré-finalistas ao Emmy 2008 Pré-finalistas na Categoria de Guest Actor in a Drama Series

23 Comentários Add your own

  • 1. Cassiano Sairaf  |  julho 3, 2008 às 12:36 pm

    Como sempre nossos tradutores inventando em cima do título original hein Kamila.

    Eu gosto deste tipo de filme, apesar de previsivel e carregado de clcihês como vc disse no último paragrafo, o gênero é interessante, pena que poucos são os cineastas que conseguem ser originais.

    Responder
  • 2. Kamila  |  julho 3, 2008 às 12:39 pm

    Cassiano, exatamente. Se bem que, no caso desta tradução, o nome tem algo a ver com o que acontece. Sendo que o jogo de amor não ocorre em Las Vegas, e sim em NY. Também gosto muito de filmes de comédia romântica, ainda mais quando ele cumprem seu papel – caso deste filme. Mas, adoraria que os diretores ousassem mais nesse gênero e saíssem dessa mesmice.

    Responder
  • 3. Cassiano Sairaf  |  julho 3, 2008 às 12:44 pm

    Pois é Kamila, penso o mesmo, é raro os cineastas fugirem do clichê do gênero, é sempre a mesma coisa, se conhecem, brigam e depois se reconciliam, a falta de criatividade impera em hollywood.

    Responder
  • 4. João Paulo  |  julho 3, 2008 às 1:04 pm

    Mais uma vez repito …
    eu lhe disse como era o filme …

    se você gostou … LUCRO!

    Responder
  • 5. Vinícius P.  |  julho 3, 2008 às 2:43 pm

    Geralmente não me interesso por esse tipo de comédia, até pela impressão que tenho de que a Cameron Diaz é uma atriz (ao menos atualmente) que só participa desse tipo de produção. Nada contra ela, só esperava que desse continuidade a bons trabalhos como “Em Seu Lugar”. De qualquer forma não parece ser tão ruim a ponto de não valer uma sessão no DVD…

    Responder
  • 6. Robson Saldanha  |  julho 3, 2008 às 5:05 pm

    Esse é um filme que apesar de parecer besteirol eu quero ver. Me diverti tanto com trailer, apesar desses nem sempre fazerem o filme signficar a mesma diversão!

    Responder
  • 7. Pedro Henrique  |  julho 3, 2008 às 5:41 pm

    Não gosto de nenhum dos protagonistas desse filme. Cameron Diaz só sabe dar pulinhnos histéricos em seus filmes(exceção de Coisas que Você Pode Dizer só de Olhar pra Ela). Não tenho muita curiosidade….

    Abraço, Kamila!!!

    Responder
  • 8. Romeika  |  julho 3, 2008 às 5:53 pm

    Vixe, Kamila, eh mesmo daqueles filmes que ja da pra adivinhar o final todo.. nem vao se apaixonar durante, antes ou depois desses seis meses..rsrsrsrs.. Soh mesmo pra uma diversao descompromissada.

    Responder
  • 9. Vulgo Dudu  |  julho 3, 2008 às 6:31 pm

    Um amigo meu aqui do trabalho, que assim como eu não gosta de comédias românticas, viu e até gostou! Porém, acho que não faz meu tipo…

    Bjs!

    Responder
  • 10. Weiner  |  julho 3, 2008 às 9:10 pm

    Fui um pouco mais longe e avaliei o filme com três estrelas (ou 7,5). na verdade, fiquei surpreso com o desempenho de Kutcher e Diaz, que há muito deviam um trabalho convincente, e desta vez tiveram sorte.
    Abraço, Kamila!

    Responder
  • 11. Kamila  |  julho 3, 2008 às 10:10 pm

    Cassiano, concordo novamente!

    João, seu texto só fez reforçar aquilo que eu pensava que este filme era. E me diverti bastante vendo “Jogo de Amor em Las Vegas”.

    Vinícius, vou discordar de você num ponto: acho que a Cameron Diaz nasceu para fazer filmes como esse. Ela tem um bom timing cômico e tem carisma. Fatores fundamentais para ter sucesso neste gênero.

    Robson, foi por causa do trailer que eu quis assistir ao filme. Achei engraçado e divertido. Não estava enganada!

    Pedro, que pena! Nem para considerar assistir ao filme num dia em que não se tem nada melhor a fazer? Abraço!

    Romeika, exatamente! A gente já assiste sabendo o que irá acontecer!

    Dudu, pelo que vejo dos filmes que você comenta no seu blog, este filme não faz mesmo seu tipo. Beijos!

    Weiner, o filme também ganhou três estrelas minha. Poderia até ganhar uma nota maior, tipo 7,0. Mas, acho que o 6,5 está de ótimo tamanho! Também fiquei surpresa com Kutcher e Diaz, que estão ótimos, convincentes e engraçados. Abraços!

    Responder
  • 12. Vinícius P.  |  julho 4, 2008 às 12:46 am

    Sim, Kamila, acho que ela tem ótimo timing para comédia, mas sua carreira está se limitando a isso no momento – acho que ela poderia, vez ou outra, fazer coisas que explorem mais seu talento dramático, como já mostrou algumas vezes. Abraço!

    Responder
  • 13. Kamila  |  julho 4, 2008 às 1:21 am

    Vinícius, concordo com você. Ela sabia fazer isso bem antigamente, mas, dos últimos anos para cá, se limitou a fazer as habituais comédias românticas. Abraço!

    Responder
  • 14. Pedro Henrique  |  julho 4, 2008 às 2:05 am

    Pois é, é capaz de eu até encarar o cinema ainda, mas no dia de promoção, é claro!!!

    Abraço.

    Responder
  • 15. louisvidovix  |  julho 4, 2008 às 9:59 am

    Quase que vi esse ontem qd tava no shopping sem nada pra fazer e estava pra começar no cinema. Acabou que nem vi nada =/
    Mas parece bacaninha

    Responder
  • 16. João Paulo  |  julho 4, 2008 às 11:45 am

    Mas a cena do casamento e do primeiro julgamento são de mijar de rir …

    “é assim, abaixa e levanta … ABAIXA E LEVANTA”

    AHAHAHA

    só pra descontrair …

    Responder
  • 17. Kamila  |  julho 4, 2008 às 8:32 pm

    Pedro, eu assisti a este filme de graça, por isso nem reclamo! rsrsrsrsrsrsrsrs Abraços!

    Louis, pois deveria ter assistido ao filme. Você iria se divertir!

    João, eu ri INÚMERAS vezes no decorrer do filme. A cena final, mostrando o casamento dos dois é ótima!

    Responder
  • 18. Wally  |  julho 5, 2008 às 4:55 am

    Kamila, estou começando a achar que não seja mesmo perda de tempo. É o terceiro blogueiro a recomendar o filme e minha atenção se voltou a ele. Se der, verei esse fim de semana.

    Ciao!

    Responder
  • 19. Kamila  |  julho 5, 2008 às 8:45 pm

    Wally, não é uma perda de tempo mesmo. Você vai se divertir, se assistir ao filme, garanto!

    Responder
  • 20. Rafael Moreira | Fortaleza - CE  |  julho 5, 2008 às 10:54 pm

    Kamila, exatamente isso que o filme é! É mais uma daquelas comédias românticas que só serve pra dar umas gargalhadas, mas o final não é surpresa para ninguém. Porém o filme ganha crédito por ser diferente (ou nem tanto)!

    Abraço! 😉

    Responder
  • 21. Kamila  |  julho 6, 2008 às 8:01 pm

    Rafael, não acho que este filme tenha muita coisa diferente de qualquer outra comédia romântica. No entanto, pelo fator diversão, ela ganha de qualquer outro filme do gênero neste ano. Abraço!

    Responder
  • 22. Kau  |  julho 8, 2008 às 1:59 am

    Kami, assisti bem por acaso. Não, na verdade, bem ‘forçadamente’, já que meu irmão tem uma paixão adolescente por Cameron! Ah, no que ele propõe é muito divertido. A química entre Cameron e Ashton (detesto ele) é inegável, mas o roteiro é clichê e muito fraquinho…

    Responder
  • 23. Kamila  |  julho 8, 2008 às 6:14 pm

    Kau, exatamente! Mas, o filme diverte, mesmo com os clichês.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,283 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: