2 Dias em Paris

junho 26, 2008 at 8:47 pm 16 comentários

A fotógrafa Marion (Julie Delpy) e o decorador de interiores Jack (Adam Goldberg) estão juntos há dois anos. Ela é uma francesa radicada em Nova York, enquanto ele é um típico norte-americano. Os dois aproveitam um tempo livre para ir à Europa, especialmente às cidades de Veneza e Paris – destinos conhecidos dos casais apaixonados. No entanto, como veremos em “2 Dias em Paris”, filme escrito e dirigido por Delpy, a viagem do casal será tudo, menos romântica.

 

A maior parte do longa nos mostra que Marion e Jack possuem um certo grau de intimidade. Eles conversam sobre tudo o tempo todo. Entretanto, algo chama a atenção: eles pouco conversam sobre eles mesmos, preferindo tocar em temas bastante triviais e de fácil dispersão. Quando chegam em Paris, onde ficarão hospedados no apartamento de Marion, que fica localizado no mesmo prédio aonde vivem os pais (Albert Delpy e Marie Pillet) dela, os problemas no relacionamento do casal começam a aparecer.

 

E eles não resumem somente ao fato das diferenças culturais entre Marion e Jack. Na França, ele se sente totalmente deslocado – por não falar a língua do país da namorada, por não conhecer direito os pais ou a irmã (Aleksia Landeau) dela e, principalmente, por não conhecer os amigos dela. Ao entrar em contato com detalhes da vida de Marion, especialmente dos outros homens que fizeram parte da existência dela, Jack entra numa crise que nem uma daquelas conversas francas que devem ser uma regra nos relacionamentos pode acabar.

 

Para fazer “2 Dias em Paris”, a atriz francesa Julie Delpy bebe muito na fonte do diretor Richard Linklater, com o qual trabalhou nos ótimos “Antes do Amanhecer” e “Antes do Pôr-do-Sol”. Assim como nestes filmes, em “2 Dias em Paris”, ela toca no tema da conexão que pode existir entre duas pessoas. É como se tivéssemos assistindo Celine (personagem de Delpy nos filmes de Linklater) antes do reencontro com Jesse: ela aproveitando as chances de amar, imaginando se aquele seria o momento do amor verdadeiro, e se aquele com quem ela está é a pessoa que será seu companheiro para o resto da vida. 

Cotação: 5,5

2 Dias em Paris (2 Days in Paris, 2007)

Diretora: Julie Delpy

Roteiro: Julie Delpy

Elenco: Adam Goldberg, Julie Delpy, Albert Delpy, Daniel Bruhl, Marie Pillet, Alexis Landeau

 

Entry filed under: Filmes.

Ruffian Divulgadas as Séries Finalistas Para o Emmy 2008

16 Comentários Add your own

  • 1. Vinícius P.  |  junho 26, 2008 às 9:24 pm

    Não sei se é o caso, mas a Julie Delpy parece ter tanto talento para direção como para a atuação. Certo que “2 Dias em Paris” não apresenta o mesmo domínio que Linklater teve com seus “Antes do Amanhecer” e “Antes do Pôr-do-Sol”, mas ainda assim considero um trabalho simpático de Delpy. Também é válido comentar que começa melhor que termina, pois não gostei tanto quando a trama tomou rumos mais ‘dramáticos’. Abraço!

    Responder
  • 2. Kamila  |  junho 26, 2008 às 9:28 pm

    Vinícius, você está certo. Apesar do resultado geral não ser ótimo, “2 Dias em Paris” é melhor do que muito filme que chega nos nossos cinemas. A Julie Delpy tem talento para a direção e, principalmente, sensibilidade para apresentar uma trama no estilo dessa. Você resume bem quando diz que é um filme simpático. E gostei bem mais do filme quando ele estava naqueles momentos informais.

    Responder
  • 3. Otavio Almeida  |  junho 26, 2008 às 9:36 pm

    Achei muito interessante esse paralelo que você fez com os filmes do Richard Linklater, Kamila. Isso é dialogar com a arte. Você imaginou essa situação entre ANTES DO AMANHECER e ANTES DO PÔR-DO-SOL e provocou a minha curiosidade.

    Bjs!

    Responder
  • 4. Marcel Gois  |  junho 26, 2008 às 10:12 pm

    Kamila, sabe que assistindo o filme eu sentia a sensação de conhecer a Marion de algum lugar? E você falando agora eu percebo que ela pode perfeitamente ser uma Celine “pré-Jesse”. Muito bem observado. =D

    Responder
  • 5. Kamila  |  junho 26, 2008 às 10:27 pm

    Otavio, obrigada!! Mas, é assim mesmo. O filme me deixou essa impressão de ver “2 Dias em Paris” como uma aventura paralela de Celine.

    Marcel, para você, vale o que eu disse ao Otavio. 🙂

    Responder
  • 6. Ramon  |  junho 27, 2008 às 3:08 pm

    Uhmm… acho que não vou conferir essa obra tão cedo.
    Sua nota não me empolgou.
    Eu preciso é conferir do início ao fim os dos filmes de Linklater citados.

    Responder
  • 7. Vulgo Dudu  |  junho 27, 2008 às 4:03 pm

    Quase que eu vi esse filme por engano… rs… O que eu queria era o excelente Em Paris. Desse eu passo longe.

    Bjs!

    Responder
  • 8. Romeika  |  junho 27, 2008 às 5:06 pm

    Eu ate gostei desse filme, Kamila, mas concordo que nao eh essas maravilhas todas (vide a nota).

    Responder
  • 9. Kamila  |  junho 27, 2008 às 8:48 pm

    Ramon, o filme não empolga, isso é verdade. Fique com a recomendação das duas obras do Linklater, que são bem melhores!

    Dudu, eu assisti mesmo para ver se a Julie Delpy tinha jeito para roteirista e diretora. Beijos!

    Romeika, exatamente!

    Responder
  • 10. Vinícius P.  |  junho 27, 2008 às 9:06 pm

    Parece que ela aprendeu lições valiosas com o Richard Linklater – tanto que até espero uma continuação informal para esse filme, bem como ocorreu com “Antes do Amanhecer”/”Antes do Pôr-do-Sol”…

    Responder
  • 11. Kamila  |  junho 27, 2008 às 9:17 pm

    Vinícius, continuação para “2 Dias em Paris”??? Só se for “2 Dias em Nova York”. 🙂

    Acho que a Julie Delpy podia ficar sem essa.

    Responder
  • 12. Vinícius P.  |  junho 27, 2008 às 10:23 pm

    Não seria propriamente uma continuação, mas algo no mesmo estilo. Acho que a Delpy tem talento para esse tipo de história de amor descompromissada.

    Responder
  • 13. Kamila  |  junho 27, 2008 às 11:02 pm

    Vinícius, agora entendi! E concordo que a Delpy tem talento para histórias de amor descompromissadas.

    Responder
  • 14. Rafael Carvalho  |  junho 29, 2008 às 1:42 am

    Apesar dos comentários negativos em relação ao filme, adoro a Delpy e acho que ela tem talento. Não vi o filme ainda, mas não precisa ser uma maravilha, mas só de vê-la na tela já é uma recompensa. Tomara que eu não me decepcione tanto quanto você.

    Responder
  • 15. Pedro  |  junho 29, 2008 às 7:16 pm

    Não tenho curiosidade para com esse filme. Mas sei que um dia vou acabar vendo-o.

    Abraço, Kamila!

    Responder
  • 16. Kamila  |  junho 29, 2008 às 8:35 pm

    Rafael, eu também adoro a Delpy. Acho que ela é uma atriz muito boa e funciona perfeitamente em histórias como essa, que exalam naturalidade. Pena que “2 dias em Paris” é uma obra tão irregular.

    Pedro, legal! Abraço!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


A autora

Kamila tem 29 anos, é cinéfila, leitora voraz, escuta muita música e é vidrada em seriados de TV, além de shows de premiações.

Contato

cinefilapn@gmail.com

Último Filme Visto

Lendo

Arquivos

Blog Stats

  • 453,381 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: